O Regresso (The Revenant)

Com 12 indicações ao Oscar 2016, O Regresso (The Revenant) é um grande filme em vários sentidos, tem uma fotografia espetacular, tem algumas cenas que são impressionantes como a grande batalha que abre a história ou ainda a mais icônica e que está dando o que falar que envolve o ataque de um urso, tem grandes atuações e tem um esmero técnico incrível e quase impecável, mas também parece ser um pouco grande demais. Chega em um ponto da história que você já entendeu a “piada” (créditos para Ramon Prates) do filme e mesmo assim ele segue.

Mirando na estatueta dourada

Mirando na estatueta dourada

É sobre vingança mas claro, o foco está na atuação de Dicaprio. Ele atua muito bem, mas é muito menos digno de um Oscar de melhor ator do que ele próprio em O Lobo de Wall Street ou sei lá, em O Aviador. Se ele vencer este Oscar de 2016 vai ser muito mais por seu conjunto da obra ou pela sacanagem que fizeram em outras premiações do que pelo seu trabalho aqui. Tá, os concorrentes também não estão à sua altura, vai ser merecido, mas não era pra ser a primeira estatueta dourada da sua coleção.

Outro destaque pode ser visto em Tom Hardy (Mad Max: A Estrada da Fúria) que segue com a sua voz ‘malamanhada‘ mas é muito contundente em seus atos e modos de agir, falar e pensar. O restante do elenco atua à contento, até porque é muito mais uma história de um ser humano extraordinário, imortal e implacável, do que um filme de época com vários personagens a serem analisados.

Mocinhos, bandidos? Bom, não existe nada disso aqui. O que temos são homens querendo sobreviver e usando suas próprias leis numa terra que, era de alguém mas agora não é mais. Pensar que a trama é baseado em fatos reais, em um sujeito que enfrentou grandes percalços só torna a história ainda mais impressionante.

Dicaprio

Me dá o Oscar porra!

Alejandro González Iñárritu acerta em vários pontos na direção, mas está nitidamente hiperbólico em diversos sentidos. As simbologias espirituais que ele tenta inserir na história não estão muito acertadas e, nitidamente, poderia ter uns 20 minutos a menos de duração.

Só que não dá para negar, O Regresso é mesmo um ótimo filme e merece as indicações que recebeu, apesar de achar que não mereça levar tantos prêmios assim. Se preparem para aturar, mais uma vez, a empáfia de Iñarritu e todo aquele papo de que só ele sabe fazer cinema caso esta sua obra seja a grande vencedora do Oscar de 2016.

 


regresso-cartazO Regresso (The Revenant, 2015/2016 – 156 min)
Drama, Biografia

Dirigido por Alejandro G. Iñárritu com roteiro de  Mark L. Smith e Alejandro G. Iñárritu (baseado no livro de Michael Punke). Estrelando: Leonardo DiCaprio, Tom Hardy, Domhnall Gleeson, Paul Anderson, Lukas Haas, Brendan Fletcher,
Kristoffer Joner, Brad Carter e Forrest Goodluck.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

3 Comments

  1. Não vi entrevista do Inarritu para ver tanta arrogância nele, mas que a forma como ele filmou The Revenant é digna de nota e garbo isso não tem como negar. O filme é tecnicamente incrível.

    Para mim a melhor atuação de DiCaprio é justamente essa e por isso ele está tão cotado dessa vez, noutras vezes talvez tenha havido um excesso aqui e acolá que terminou por somar aos outros fatores já sabidos e barrar sua escolha, mas dessa vez o balanço ficou impecável. Ele conseguiu aliar entrega, caracterização, encenação e sensibilidade num único pacote. Só não vi o cara do Breaking Bad dos indicados a melhor ator e não consigo ver ninguém acima do DiCaprio nessa ou do mesmo nível dele.

    Post a Reply
    • Se for pelo Cranston em Trumbo que você ainda está reticente pode apostar todas as fichas no Dicaprio. Cranston atua bem em Trumbo, mas nada fora do comum, o caminho está livre para Dicaprio se outro ator ganhar aí a gente começa a acreditar que existe um forte movimento anti-Dicaprio na academia hehehe

      Post a Reply
  2. Realmente podia ter uns vinte minutos a menos, mas eu me envolvi de verdade com o filme. Gosto muito. Quanto a DiCaprio, ele realmente já foi melhor em outros filmes, mas está muito bem aqui, passa emoção com poucas falas, no olhar, nos gestos corporais. Dos cinco candidatos acho que só Eddie Redmayne poderia levar de maneira mais justa, mas ele ganhou ano passado, então, acho que esse ano é mesmo do DiCaprio.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Era uma vez em... Hollywood | Crítica do Filme - Porra, man! - […] estrelas da época e filmes de cowboy. Acompanhamos a história de Rick Dalton (Leonardo Dicaprio, O Regresso), um ex-cowboy…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.