Fear The Walking Dead – 1º Temporada

A 1º Temporada de Fear The Walking Dead chegou de mansinho, sem fazer muitos alardes e rodeada de desconfianças, afinal, como iria funcionar um spinoff da série de horror de maior sucesso na tv atualmente (The Walking Dead)?

Com apenas 6 episódios – seguindo os mesmos passos da série ‘progenitora’ – Fear The Walking Dead acompanhou os primeiros momentos do apocalipse zumbi. Essa ideia de acompanhar o início de tudo, e que funciona até mesmo como um prequel para a série original, foi um dos maiores acertos da série.

Como vocês sabem, estou também participando da iniciativa POCILGA e lá, comentei sobre a primeira temporada de Fear The Walking Dead e você pode conferir a minha opinião sobre a série nos seguintes textos:

Fear The Walking Dead – Primeiras Impressões

Aqui eu comento sobre os 3 primeiros episódios da série que já conseguem apresentar a forma como a série funciona. Os primeiros momentos ‘pré-apocalipse’ são MUITO tensos, por mais que os zumbis ainda estejam surgindo, a reação das pessoas é o que mais amedronta, e daí que vem o medo (fear) do título principal. Medo não dos zumbis, mas dos humanos.

Fear The Walking Dead – 1×04: Not Fade Away

O 4º episódio desta 1º temporada foi definitivamente um divisor de águas. Àqueles que entenderam a proposta da série seguiram felizes e os que esperavam uma cópia carbono de The Walking Dead se decepcionaram. A natureza humana é exposta e aí amigos, salve-se quem puder!

Fear The Walking Dead – 1×05: Cobalt

Este episódio foi espetacular, muitos momentos de tensão e, o melhor, o peso das decisões de cada um dos personagens trazem consequências que fazem muitos repensarem a sua forma de enxergar o mundo, ou melhor, o mundo como está em meio ao apocalipse tomando forma.

Fear The Walking Dead – 1×06: The Good Man

O episódio final da temporada conseguiu encerrar a série em altíssimo nível, um brinde para os que resolveram acreditar nesse início dessa série spinoff que já trilha muito bem seus próprios caminhos. E será que existe espaço para um bom homem no mundo do jeito que está? É preciso sobreviver ou manter o seu lado humano? Qual o peso da sua forma de agir perante os que você quer proteger?

fear-the-walking-dead-episode-106-travis-curtis-935

Onde acompanhar?

Claro, você sempre pode chamar o Jack Sparrow para lhe salvar das águas profundas, mas Fear The Walking Dead está sendo exibida no canal AMC Brasil que, na Sky é o de número 67. A 2º Temporada já foi confirmada e terá no total 15 episódios.

E você assistiu a série? O que achou? Comente aí 🙂

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

10 Comments

  1. Caramba, acho q nunca discordei tanto de uma resenha sua.

    Achei a série bem fraca. Roteiro arrastado, atuações ruins, suspense inexistente e o pior defeito de todos, tem uma história movida à gente burra, que vive o tempo todo tomando atitudes imbecis.

    Sério, difícil achar alguma qualidade nisso aí. A original já é bem oscilante, mas essa nem isso.

    Post a Reply
    • Isso é normal, mas no quesito gente burra é preciso entender que o mundo está “normal” e as coisas começam eles realmente ainda estão assimiliando tudo ali, não vi como burrice, até escrevi isso em um dos meus textos lá na pocilga.

      Inclusive os personagens em Fear TWD já sabem de muitas coisas bem antes que os personagens de TWD descobriram, tipo, como rola a infecção e que basta morrer de qualquer forma que vai retornar como um “infectado”.

      Gostei bastante de verdade hehehe

      Post a Reply
      • Eu realmente não gostei. O season finale mesmo foi duuuuuro de conseguir terminar, sem dúvidas o mais chato e sem graça que já vi.

        Dificilmente pego a segunda temporada pra assistir.

        Post a Reply
        • Pela sua opinião eu acho que você foi até longe demais, deveria ter até desistido antes. A pegada é essa mesmo aí, no caso de quem quer mais horror e ação só The Walking Dead mesmo. Aliás, essa temporada está insana.

          Post a Reply
  2. To com receio de começar a ver mais uma série de zumbi rsss
    Talvez dê uma chance… não sei.

    Post a Reply
    • Bom, e se eu te disser que é uma série sobre humanos e não zumbis? Tirando o último episódio pelo menos essa primeira temporada abordou mais dramas familiares, como era de se esperar, até porque o “surto” estava bem no início. Tem uma cena ótima de um vídeo que viraliza na internet e o pessoal indignado com o tratamento que a polícia estava dando num “mendigo”. Bom, a gente sabe bem o que ele é, mas eles ainda não estão ligados que a trompeta do apocalipse ressoou pela primeira vez hehehe.

      Tem um episódio inclusive que não aparece nenhum zumbi. A pegada aqui é diferente. São apenas 6 episódios, dá pra arriscar sim. Se chegar no 4º e você não estiver gostando, ai você pode parar e deixar para lá 🙂

      Post a Reply
  3. essa série foi uma grata surpresa. eu tinha minhas dúvidas de que poderia dar certo, mas a cada episódio fui gostando cada vez mais. o fato de sabermos que trata-se do apocalipse zumbi sem os personagens saberem é genial, gera muita tensão e suspense. eu estava um tanto de saco cheio de walking dead, mas FTWD me deixou empolgado para continuar investindo nesse mundo!

    Post a Reply
  4. Gostei de Fear of The Walking Dead. Como introdução ficou bem apresentado e acho que muito das críticas se devem a querer ver um Walking Dead a partir de outro grupo e a proposta, inicialmente, não é essa. Talvez, se a série durar encaminhemos para algo semelhante.

    Eu fico imaginando uma espécie de crossover entre os grupos e as séries fundindo-se numa só com uma última temporada voraz, mas isso é um sonho muito grande. Entretanto, acho que seria foda! 😀

    Post a Reply
  5. Tô gostando, mas achei algumas coisas sem nexo. Se os caras matam os refugiados, pra quê cuidar deles? Pra quê manter aquela galera cercada se depois vão abandoná-los? Não entendi direito, nao..:)

    Post a Reply
    • Deve ter sido um pensamento militar de fechar um perímetro, tipo. Fechou ali no condomínio e viu que todos os saudáveis estavam ali dentro. Os que ofereciam perigo foram retirados. Daí a turma que tava fora ao invés deles ‘filtrarem’ os sãos dos infectados, eles prefiriram eliminar o mal pela raiz.

      Entendi assim, mas enfim. O certo é que no final eles abriram o gás hahaha

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.