O cineasta Richard Linklater trabalhou em ‘segredo’ durante os últimos 12 anos acompanhando a vida e o crescimento do jovem Ellar Coltrane e, das filmagens que aconteciam durante alguns dias a cada ano que se passava, criou uma obra incrível e imperdível. Conseguindo capturar de maneira única pequenas passagens e momentos marcantes que cada um de nós vivemos ao longo dos anos,“Boyhood – Da Infância a Juventude” é daquelas obras cinematográficas inesquecíveis.

Da escola até a entrada na faculdade, somos convidados a acompanhar a vida do jovem Mason (Ellar Coltrane) ao lado da sua irmã (Lorelei Linklater), dos seus pais divorciados (Patricia Arquete e Ethan Hawke) e das demais pessoas que vão entrando e saindo de sua vida.

Boyhood

A passagem dos anos vai acontecendo sem ‘pedir licença’ e quando menos se espera o espectador já se dá conta que o jovem garoto cresceu, mudou o cabelo ou o visual, assim como seus amigos e familiares. Mas não é apenas orgânica a mudança que vai acontecendo, as percepções são ajustadas com muita maestria por Richard Linklater que utiliza programas, momentos, mudanças políticas e principalmente a música para registrar cada uma das épocas de maneira muito fluída e num ritmo muito gostoso (e nostálgico) de se acompanhar. A trilha sonora que passeia de Cold Play a Arctic Monkeys se destaca pelas escolhas acertadas que provam que de 2002 até aqui, ao contrário do que muitos falam, sim, tivemos canções marcantes.

A cultura pop também está muito presente em “Boyhood”, discussões (e até previsões) sobre Star Wars, ensinamentos de vida baseados nas lições do grande Obi Wan Kenobi e muitos outros assuntos “pertinentes” surgem em meio aos maravilhosos diálogos que a trama nos reserva, uma das marcas registradas de Linklater. Como não se deliciar e relembrar de outras obras suas como a trilogia “Antes do Amanhecer”?

Boyhood

Uma produção que demorou 12 anos para ser realizada e acompanhou de maneira real o amadurecimento e envelhecimento de cada um dos personagens, por si só, já tinha ‘material’ suficiente para despertar o interesse por todos aqueles que gostam de cinema, mas “Boyhood” não é ‘apenas isto’, é muito mais. Muito mais. É fácil se identificar com as passagens que são apresentadas, até porque é difícil alguém não ter passado por pelo menos algumas das situações que são mostradas e discutidas no filme. E um dos maiores trunfos é que trata-se de uma obra que carrega consigo a todo instante uma simplicidade e veracidade rara de se ver e que contribui com a imersão na história de uma maneira tão espetacular que as quase 3 horas de duração passam que nem dá para sentir (lá ele).

Infância, adolescência, casamento, divórcio, trabalho, motivações, paixões, “Boyhood”, assim como a vida, tem de tudo, momentos dramáticos, diversão e algumas passagens marcantes e comoventes. A vida do jovem garoto vai passando na nossa frente e a gente sabe, por mais que tente lutar contra, que uma hora tudo aquilo vai acabar. E no final das contas é isso mesmo que a gente carrega, ela (a vida) passa rápido mas são os momentos que ficam.

boyhood-richard-linklater-4807

***

  1. Ellar Coltrane, que interpreta o garoto, tinha 7 anos quando o filme começou a ser filmado e 18 quando terminou.
  2. A filha do diretor Richard Linklater, a jovem Lorelei Linklater que interpreta a irmã do garoto, insistiu muito ao seu pai para participar do filme e ele aceitou. Em determinada parte ela acabou perdendo o interesse no projeto e inclusive solicitou que sua personagem fosse morta. Linklater por achar essa ideia muito dura conversou e conseguiu convencê-la a continuar.
  3. Até o dia que este post foi publicado, “Boyhood” já ganhou mais de 10 prêmios, sendo que 3 deles foram conquistados no Festival Internacional de Cinema de Berlim.
  4. Boyhood faz 12 anos passar em 3 horas que nem dá pra perceber, o contrário do que vemos Michael Bay fazer com seus Transformers, em que as 3 horas parecem durar 12 anos.

Excelente: Classificação 5 de 5

Poster BoyhoodBoyhood – Da Infância a Juventude (Boyhood, 2014 – 163 min)
Drama

Um filme de Richard Linklater com Ellar Coltrane, Patricia Arquette, Ethan Hawke, Lorelei Linklater, Nick Krause, Sam Dillon e Evie Thompson.

Related Posts with Thumbnails