Da aposta mais arriscada e improvável da Marvel, que resolveu trazer para as telonas uma turma não muito conhecida dos quadrinhos composta, dentre outros, por um guaxinim armado até os dentes e um humanoide árvore monstruoso (e muito amável), surge o maior acerto da companhia e o filme mais divertido deste ano de 2014 (até aqui).

Na trama, após roubar uma relíquia misteriosa em um planeta esquecido, Peter Quill (Chris Pratt, “A Hora Mais Escura”) acaba virando alvo de um impiedoso vilão conhecido como Ronan, o Acusador (Lee Pace, “O Hobbit – A Desolação de Smaug”). Após altas confusões do barulho, um grupo disfuncional de foras-da-lei começa a se formar para combater este poderoso ser maligno e, de quebra, salvar o universo. Eles serão então, contra todos os prognósticos, os “Guardiões da Galáxia”.

guardians of the galaxy

Não se levar a sério e abraçar sem medo de ser feliz a galhofa, este é um dos pontos mais positivos do filme dirigido e co-roteirizado por James Gunn. Ele conseguiu encontrar um equilíbrio perfeito entre humor e ação, tudo isso aliado a um estilo visual que salta aos olhos. A caracterização dos seres interplanetários opta na maioria das vezes pelo uso da maquiagem ao CGI, e daí surgem aliens com cores berrantes, do verde ao rosa-shock passando pelo amarelo sol e por aí vai. Tudo isso contribui, e muito, com a proposta desta insana aventura intergaláctica.

Outro ponto muito forte em “Guardiões da Galáxia” está centrado no desenvolvimento dos personagens. Entre o grupo ‘principal’ por mais que o coração da maioria dos espectadores tenda para o amável Groot (voz de Vin Diesel) – I´m Groot! – é impossível não se cativar pelos demais. Chris Pratt, por exemplo, desde as primeiras cenas já esbanja carisma como “O Senhor das Estrelas” (Star Lord), ele está incrível e extremamente engraçado. Rocket (dublado por Bradley Cooper) é um guaxinim cheio de recursos, armado com poderosos trabucos e com um temperamento muito forte que está sempre acompanhado de seu fiel escudeiro humanoide árvore (já citado). Gamora (Zoe Saldana, “Avatar“) é talvez a personagem mais ‘séria’, mas nem por isso menos interessante. E para finalizar a turma da “linha de frente” o lutador David Bautista faz um trabalho muito bom como Drax em seu primeiro grande papel no cinema.

3922448-4094809249-Guard

Todos os personagens tem a sua importância e relevância na história, até mesmo os secundários onde podemos destacar entre os vários o Yondu interpretado por Michael Rooker (o Merle de “The Walking Dead“), que está surpreendentemente muito bom, ou ainda o personagem do Dijimon Hounsou.

Existe uma ‘força nostálgica’ incrível em “Guardiões da Galáxia” que remete aos anos 70/80 a começar pela INCRÍVEL trilha sonora que é basicamente carregada numa fita k7 no walkman do “Senhor das Estrelas“. Muita coisa remete também ao clássico Star Wars, sejam alguns arcos na aventura e a estrutura das “batalhas de navezinhas” ou até mesmo os personagens onde, facilmente, pode-se visualizar semelhanças incríveis aos grandes ‘Han Solo‘, ‘Chewbacca‘ e até mesmo a ‘Princesa Leia‘. E o melhor é que nada é gratuíto ou jogado de maneira aleatória, é tudo muito bem feito e com um humor de nos fazer rir quase a todo instante. Em cada momento sempre tem uma boa piada sendo contada/interpretada.

Não se levar tão a sério e saber brincar com seus próprios clichês (“…pronto, levantei, agora estamos todos aqui nessa rodinha parecendo um bando idiotas…”) é outra qualidade desta produção surpreendentemente muito acertada e que, trocadilhos à parte, não deixa de ser ‘uma nova esperança’ para os filmes de super-heróis que, de uns tempos para cá, ficaram sérios, sombrios e ‘reais’ demais. Os “Guardiões da Galáxia” resgatam de maneira bem divertida aquele estilo maroto que as obras envolvendo heróis possuíam antigamente.

guardians-galaxy-4

Consistente mesmo em meio a tantas piadas (uma delas até bem pesada), “Guardiões da Galáxia” é sem sombra de dúvidas uma das coisas mais bacanas e inteligentes que foram lançadas este ano nos cinemas e que ainda contribuiu para expandir o universo da Marvel até os confins do universo. Um filme excelente para te fazer rir, cantar, dançar igual ao Kevin Bacon, se emocionar e ainda pedir bis. I´m Groot!!!

 ***

  1. Guardiões da Galáxia > Os Vingadores.
  2. The Awesome Mix Vol. 1: Ooga-Chaka Ooga-Ooga, Ooga-Chaka…
  3. No Raccoons or tree creatures were harmed in the making of this film. Este aviso é dado no finalzinho dos créditos.
  4. Quem foi cria dos anos 80 deve ter rido alto no cinema com a cena pós-créditos que consegue ser ainda mais galhofa do que algumas das picardias e desventuras apresentadas no filme.
  5. Groot é pra morar no coração sem pagar aluguel.

 


Excelente: Classificação 5 de 5

hr_Guardians_of_the_Galaxy_46Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy, 2014 – 121 min)
Ficção Científica, Aventura.

Dirigido por James Gunn com roteiro de James Gunn e Nicole Perlman. Estrelando: Chris Pratt, Zoë Saldana, Bradley Cooper, Vin Diesel, Lee Pace, Dave Bautista, Michael Rooker, Karen Gillian, Dijimon Hounsou, John C. Reilly e Benício Del Toro.

Related Posts with Thumbnails