Sem Escalas (Non-Stop)

Quando o agente federal federal Neil Marks (Liam Neeson, “Busca Implacável”) embarca em um voo de Nova York para Londres, sem escalas, e se acomoda em sua poltrona, tanto ele quanto os espectadores do filme dirigido por Jaume Collet-Serra terão o seu último momento de sossego antes de mergulhar numa sucessão incrível de tensão e suspense que acompanharão a todos até o desfecho deste compentente thriller psicológico.

Na trama, assim que embarca em seu voo o protagonista (bem interpretado por Liam Neeson, que está cada vez mais se especializando neste tipo de produção) começa a receber uma série de mensagens suspeitas de um sujeito que informa que, a cada 20 minutos, um passageiro irá morrer caso não sejam transferidos 150 milhões de dólares para uma conta bancária. Neil inicia então uma verdadeira corrida contra o tempo para tentar descobrir quem é o suspeito e evitar que pessoas sejam assassinadas.

Sem Escalas

Como prometido, após 20 minutos, a contagem de corpos se inicia com o primeiro assassinato. A partir daí o espectador é convidado a entrar no jogo investigativo junto com o agente federal alcoolatra e com pouca credibilidade junto aos seus colegas (pessoais como o capitão ou de trabalho como a equipe que ficou “em terra”). Existe uma “brincadeira” em torno dos esterótipos que é interessante, basta aparecer o árabe ou um sujeito mal encarado para todos ficarem alerta, ou ainda a mulher misteriosa ou até mesmo pessoas acima de qualquer suspeita na hora e lugar errado para termos um prato cheio para especulações.

E todo esse clima fica mais interessante justamente por conta da urgência, o voo está seguindo e o tempo está passando, será que vai mesmo morrer uma pessoa a cada 20 minutos? Como conseguir descobrir em meio a tantos passageiros e tantos suspeitos quem está por trás de tudo isso?

Além de Liam Neeson, a participação de Julianne Moore (“Carrie, A Estranha”) traz um certo ‘peso’ para o filme. Os demais coadjuvantes possuem alguns rostos conhecidos e boas participações, por mais que algumas como a da oscarizada Lupita Nyong´o (“12 Anos de Escravidão“) pouco apareçam.

non-stop-julianne-moore

O final poderia ser menos ‘incrível’ e menos apoteótico, é verdade. Sem contar que, quando revelada, a motivação de quem estava por trás de todo o plano também é muito boba, ou seja, tem seus clichês e também não é nada de outro mundo, mas para quem procura adrenalina e tensão a mais de 8 mil pés, “Sem Escalas” é o tipo de filme ideal por ser bastante divertido e fazer valer o dinheiro de seu ingresso.

***

  1. Se a promessa é matar 1 pessoa a cada 20 minutos e o filme tem pouco mais de 100 minutos então, caso ela seja cumprida…
  2. O avião utilizado no filme é um Boeing 767-300.
  3. A classificação flutuou em algum ponto entre 3 e 4 controles, mas devido a algumas turbulências acabou em 3. De zero a 10 acho que uma nota 7 estaria de bom tamanho também.
  4. O esquema de ter as mensagens escritas no celular funcionando também como uma “legenda” (e não como de praxe, aparecer em inglês e ter uma legenda acima ou abaixo) foi muito bacana e importante (e surpreendente), já que parte da trama se desenrola nessa troca de mensagens..

Bom: Classificação 3 de 5

poster sem escalas non-stopSem Escalas (Non-Stop, 2014 – 106 min)
Ação, Thriller, Suspense

Dirigido por Jaume Collet-Serra com roteiro de John W. Richardson, Chris Roach e Ryan Engle. Estrelando: Liam Neeson, Julianne Moore, Scoot McNairy, Michelle Dockery, Nate Parker, Corey Stoll, Lupita Nyong’o, Jason Butler Harner, Omar Metwally, Quinn McColgan, Frank Deal e Anson Mount.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

9 Comments

  1. Fala, Marcio, tem um tempinho que não passo por aqui, estava meio enrolado. Ainda não assisti esse filme, mas o pessoal até que tem falado bem, gosto desse jeitão de Steven Seagal do Liam Neeson. hehe

    Então, o Espectador Voraz, por ora, está aposentado. Meu Blog agora é o Cinerama: http://www.portalcinerama.com/

    Já linkei teu blog lá na nossa page, se vc puder fazer o mesmo, a casa agradece. Se preferir, também podemos trocar banners de parceria. Agora que estou com tudo mais equilibrado, estarei aqui com mais frequência. Grande Abraço.

    Post a Reply
    • Já tinha visto a mensagem no seu antigo blog, assinava o feed e já estou assinando o feed do Cinerama meu caro.

      Depois entro em contato contigo pra colocar seu banner aqui, deixa eu só oficializar o tamanho ideal, acho que vou aumentar um pouco.

      Post a Reply
    • Afinal que avião foi usado no filme?? Alguem pode me dizer, por favor.

      Post a Reply
  2. ainda não vi por falta de tempo mesmo,mas deve ser massa.sem falar que eu amo esse diretor,ele fez a órfã e a casa de cera,dois filmes que eu adoro 🙂

    Post a Reply
    • Sim, esse diretor fez alguns filmes interessantes. Vale a pena conferir mais este.

      Post a Reply
  3. Assisti na última escala praticamente. AHAHA! Achei um filme bom, nada excepcional. Alguns equívocos aqui e acolá entre outras coisas limitadas, mas no geral entretém.

    Post a Reply
  4. Pois é, o final foi que me deixou com uma certa implicância com esse filme. O início é muito bom, o suspense criado, o jogo psicológico, a tensão a bordo. Mas, a revelação da motivação é tola demais e aquele final apelativo com direito a menininha voando, foi demais… De qualquer maneira, um filme interessante.

    Post a Reply
    • É isso aí, o desfecho acabou sendo um pouco ‘triste’, mas já tinha me divertido até ali…

      Post a Reply
  5. Quem diria que esse vovôzinho iria trilhar o caminho da pancadaria.

    hehe

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.