10 Filmes que você provavelmente não conhece mas deveria conhecer

Sem um ordem de importância ou cronológica que seja, vou listar aqui 10 filmes que acredito serem imperdíveis e que não são muito conhecidos. Este post pode funcionar como um Top 10 filmes que você provavelmente não conhece e passaram desapercebidos do seu radar cinéfilo, mas que deveria conhecer e assistir.

50% (50/50) (2011)

50-50-2011

O queridinho Joseph Gordon Levitt e a queridíssima Anna Kendrik à frente de um filme lindo e tocante. Baseado em uma história real, essa comédia dramática conta ainda com Seth Rogen fugindo um pouco do seu “normal” e atuando da forma mais humana possível. Um dos filmes mais genuínos dos últimos tempos. Imperdível.

Monsters (2010)

monsters-2010

Um filme independente que soube utilizar muito bem o seu limitado orçamento para construir uma boa aventura de suspense que, em meio aos seus aliens polvos gigantes, ainda encontra espaço para inserir momentos de ‘amor’. Uma espécie de Cloverfield com invasão alienígena.

Primer (2004)

primer-2004

Vencedor do prémio do Juri do festival de Sundance de 2004, Primer é uma excelente pedida para quem gosta de filmes ‘insanos’. A história envolve uns caras que criam uma máquina para viajar no tempo e, a partir daí, a trama se desenrola em vários paradoxos temporais bem doidos. Existem até gráficos na internet para tentar explicar o filme.

Scenic Route (2013)

scenic-route

Estonteante, é uma boa palavra para definir este filme. Dois amigos dialogando sobre suas vidas e o rumo que elas tomaram enquanto estão ‘presos’ no deserto. E o desfecho? Daqueles de entregar um pouco mais do que um simples final feliz (ou infeliz?).

Indie Game: The Movie (2012)

indie

Um documentário sobre games? Será? Sim, é uma das produções que mais me emocionaram e que cheguei a colocar na minha lista de melhores filmes do ano de 2012. Um filme muito pessoal, com histórias incríveis e que demonstra como é penoso o caminho para se criar, mais do que simples jogos, arte.

Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Digital (2011)

foto-medianeras-14-077

Em posição de destaque na minha lista de melhores filmes de 2011, Medianeras pode ser resumido como uma comédia romântica argentina encantadora e muito bem feita. Para aqueles que se identificarem com os personagens da história (acredite, é muito fácil) vai ser como se olhar num espelho.

Flipped (2010)

flipped 2

Em um tempo em que boas histórias de romance são mais raras que pessoas honestas no congresso federal, Flipped é uma grata surpresa e traz uma história maravilhosa e muito bem contada sobre o primeiro amor. A ideia de apresentar a história sempre nas duas visões (a do menino e na sequência a visão da menina) é um dos grandes trunfos do filme.

Eu Sou um Cyborg, mas tudo bem! (2006)

im_a_cyborg_but_thats_ok

O mestre Chan Wook-Park (do excelente Oldboy, dentre outros clássicos) traz uma comédia romântica muito divertida e doidinha. Só o título do filme e a premissa da história já valeriam o seu tempo.

Resolution (2013)

resolution-2012-ufo-hermit

Este é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores suspenses que assisti nos últimos anos. É um filme muito louco com uma história que sabe guardar os segredos até a cena final e é impressionante. Imperdível para os que estão cansados de ver os cinemas recheados de filmes de suspense/terror de péssima qualidade

Welcome to Dongmakgol (2005)

dongmagkol-welcome

Poucas obras são capazes de lhe fazer rir, emocionar e refletir ao mesmo tempo, e isso sem dúvidas deve ser levado em conta nesta linda história sobre amizade. E é uma pena que existam coisas no mundo que só o cinema possa fazer (como unificar inimigos mortais, sul e norte-coreanos) mesmo que seja por apenas pouco mais de duas horas, só isso já vale muito.

Related Posts with Thumbnails

Author: Márcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

24 Comments

  1. Cara, bela ideia para uma lista! Desses, assisti (e curti) 50%, monsters, primer, flipped, e fiquei interessado em conhecer resolution e medianeras.

    E este Scenic Route me fez lembrar Gerry, do Gus Van Sant, pelo menos a premissa. Só que imagino que este filme tenha mais diálogo e que seja menos… experimental, digamos.

    Post a Reply
  2. “Uma espécie de Cloverfield com invasão alienígena.” E Cloverfield se tratava de quê? Haha.

    Post a Reply
    • Mas tinha um lance do monstro supostamente vim do mar e tal, enfim. Você tem razão hehehe

      Post a Reply
  3. dessa lista só assisti monsters e achei legalzinho,quanto aos outros vou procurar pra ver.

    Post a Reply
  4. Valeu pelas dicas, vou conferir.

    Post a Reply
  5. Só assisti 50% (50/50) (2011) que é muito bom,é muito real,parece que o roteirista viveu isso ou algo parecido. MUITO BOM. quero ver os outros.
    valeu pela dica.

    Post a Reply
  6. Ja vi 50/50 e Flipped, AMEI os dois!!!! vou da uma olhada nos outros, obrigada pelas dicas

    Post a Reply
  7. quando vc falar de um filme para o publico
    se interesse mais em escrever sobre a sinopse do filme e sobre o filme em si.
    vc parece mais preocupado em falar que gostou do filme

    exemplo: O queridinho Joseph Gordon Levitt e a queridíssima Anna Kendrik à frente de um filme lindo e tocante. Baseado em uma história real

    que história ?
    sobre oque ?

    Post a Reply
    • Em primeiro lugar, não estou, neste post, comentando sobre o filme ou fazendo uma crítica dele. É só uma lista com 10 dicas de filmes para você assistir (se quiser). Nem iria escrever nada a respeito dos filmes e iria deixar apenas a imagem e resolvi deixar um pequeno texto sobre o que EU achei do filme e porque você deveria, em minha opinião fecal, assistí-lo também.

      Em segundo lugar, não sou crítico de cinema e a proposta do blog é ser algo mais intimista mesmo.

      E em terceiro e último. É o que move este blog, seja por mim ou pelo outros que escrevem aqui, sermos bastante pessoais mesmo. A ideia é essa.

      Grande abraço!

      Post a Reply
  8. Valeu pelo Flipped. Impressionante como em poucas cenas o diretor resumiu o amadurecimento tardio masculino e a crueldade do senso de realidade que se apodera da menina. Como já esperado, um filme simples, original, bem feito e que por isso, não fez o menor sucesso nos EUA.

    Post a Reply
    • É uma pena realmente que não tenha feito sucesso, mas como esta existem outras obras que tiveram pouco “alcance” mesmo tendo uma qualidade bem acima da média.

      Post a Reply
  9. Graças a indicação do Porra Man tive o prazer de conhecer esse filme maravilhoso Medianeras.
    Pergunto-me como ainda não tinha assistido.
    Muito obrigado!!!

    Post a Reply
    • Como este, existem vários filmes legais que acabam não ganhando destaque, ou não aparecem nos cinemas ou passam apenas nos circuitos de sala de arte e muitos acabam não conhecendo.

      Fico feliz que tenha gostado Ismael.

      Grande abraço!

      Post a Reply
  10. só assistir o ótimo 50/50 e o péssimo monster, pelo não me interessei, porque não faz meu estilo de filme..

    Post a Reply
    • Talvez por não ser o seu estilo de filme você não tenha gostado tanto, mas ele recebeu vários elogios não é tão ruim assim vai hehehe

      Post a Reply
  11. Acho que não entendi o final do Resolution. :’(

    Post a Reply
    • Comentei sobre Resolution recentemente aqui no blog (veja aqui). O final é um pouco aberto a interpretações, mas deu para entender alguma coisa ali. Você assistiu “O Segredo da Cabana”? Talvez lhe ajude um pouco

      Post a Reply
  12. Assisti sim. Não gostei. Achei esse bem melhor. Eu acho que entendi o final. rs

    Post a Reply
  13. caramba, nunca ouvido falar de nenhm, vou atras de TODOS, valeu pela dica. A proposito não conhecia tambem esse seu blog.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Resolution - Crítica do Filme - […] divulgado/conhecido produto do cinema indie. Este é um daqueles filmes que provavelmente poucos conhecem ou ouviram falar e que …
  2. Resenha do filme Scenic Route (2013) - […] previsão de lançamento por aqui no Brasil, “Scenic Route” é mais uma daquelas produções que poucos conhecem mas que …

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>