Se em 2010 Quentin Dupiex fez um tratado sobre as coisas com “nenhuma razão” em seu filme sobre um pneu assassino com poderes telepáticos (Rubber, 2010), com “Wrong” ele segue com seu divertido humor nonsense mas que traz uma premissa que trabalha mais o lado emocional e, pelo menos em sua apresentação, é menos inusitada, afinal, entender o amor de um dono com seu cão é mais tranquilo do que ver um pneu explodindo cabeças.

cena-do-filme-wrong-de-quentin-dupieux

Na trama vamos acompanhar a história de Dolph (Jack Plotnick) que ao acordar numa manhã percebe que o amor de sua vida, seu cachorro Paul, desapareceu de casa. Durante a empreitada que ele segue para encontrar o seu amado cachorrinho, Doplh vai se envolver com diversas pessoas para tentar recuperar não só o seu cão como também a sua própria vida de volta, uma jornada que vai testar a sua sanidade mental até o limite.

A premissa inicial trabalha no aspecto emocional do amor que muitas pessoas sentem por seus animais, mas basta Dolph ir conversar com o seu vizinho que o espectador já sente que está em um filme um tanto quanto diferente do convencional. Entramos no mundo do nonsense que o cineasta francês Dupiex tanto gosta de fazer. Além do vizinho com sérios transtornos Paul vai se envolver com uma atendente de pizzaria delivery um tanto quanto ninfomaníaca, um jardineiro franco-mexicano oportunista e até mesmo um detetive de animais que aparenta estar fora de forma. Para completar, sem entrar em maiores detalhes sobre a trama, ainda tem uma participação interessante com o ator Willian Fichtner que é mais conhecido (e querido) por seu papel na série Prison Break onde fazia um dos agentes que ficaram na cola de Michael Scoffield, o grande Alex Mahone.

wrong

Apesar da “maluquice” que são os personagens e toda a sorte de situações que são apresentadas, o elenco consegue trabalhar bem em seus papéis. A medida que a trama vai avançando a sanidade mental do personagem principal vai sendo posta a prova, o que faz com que um escritório de trabalho em que vive chovendo (Iá dentro) não seja algo que cause tanta estranheza e espanto, afinal, o nonsense já está instaurado.

Para aqueles que preferem filmes que trazem histórias que façam mais sentido talvez “Wrong” não seja uma obra tão indicada, ainda assim, Quentin Dupiex consegue construir bem a narrativa e até, pasmem, nos dar uma ou outra lição de moral em meio a todos os divertidos e inusitados acontecimentos. Não é tão genial e inesperado quanto Rubber, mas consegue ser tão divertido quanto.


wrong posterWrong (2012/2013 – 94 min)
Comédia

Um filme de Quentin Dupieux estrelando Jack Plotnick, Eric Judor, Alexis Dziena, William Fichtner, Steve Little, Regan Burns, Mark Burnham, Arden Myrin

Related Posts with Thumbnails