Um Golpe Perfeito (Gambit)

A primeira vista pode parecer estranho um filme com o roteiro dos irmãos Coen e com um elenco bem interessante que conta com nomes como Colin Firth, Cameron Diaz, Alan Rickman e Stanley Tucci ter tido uma distância tão grande entre o lançamento lá fora e aqui no Brasil. Só quem já assistiu ao filme pode começar a pensar no porquê, já quê, apesar de tudo isso e de ter até uma trama engenhosa e alguns momentos divertidos, “Um Golpe Perfeito (Gambit)” não é tão legal como prometia todo esse seu “cartão de visitas”.

Um-Golpe-Perfeito monet

Na trama conhecemos Harry Deane (Colin Firth, “O Discurso do Rei”) que planeja aplicar um golpe em seu abusivo chefe (Alan Rickman, o grande Snape de “Harry Potter”) fazendo ele comprar um falso quadro de Monet. Só que para seu plano dar certo ele vai precisar da ajuda de uma rainha de rodeios (Cameron Diaz, “Professora Sem Classe”) que servirá como uma espécie de isca para o rico colecionador.

Na mente de Harry Deane existe um plano perfeito e de fácil execução, mas assim que ele começa a colocá-lo em prática os primeiros erros começam a surgir. Típica comédia assalto, “Um Golpe Perfeito” aposta na inabilidade dos golpistas para criar toda sorte de trapalhadas e confusões e gerar algumas situações ‘inusitadas’ e sequências de humor. Consegue êxito em alguns momentos até porque o elenco é muito bom.

No final das contas trata-se de um filme que possui um roteiro que traz uma história bem arquitetada e que amarra os acontecimentos de forma interessante até (os irmãos Coen dificilmente erram), mas verdade seja dita, não é uma comédia tão divertida e recomendada assim.


poster gambitUm Golpe Perfeito (Gambit, 2012/2013 – 89 min)
Comédia

Dirigido por Michael Hoffman com roteiro de Ethan Coen e Joel Coen. Estrelando: Colin Firth, Cameron Diaz, Alan Rickman, Stanley Tucci, Tom Courtenay, Cloris Leachman e Togo Igawa.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

4 Comments

  1. Estranho os irmãos Coen escreverem um filme e eles mesmo não assumirem a direção. Esse filme passou no cinema rapidamente e eu nem dei muita atenção, parece ser bem fraquinho mesmo.

    Post a Reply
  2. De fato, o filme é bem fraquinho. Talvez o problema seja da direção que não soube decupar bem o roteiro. Não sei… Também naõ gostei muito do jeito físico de Colin Firth fazer rir. O filme ficou devendo muito.

    Post a Reply
  3. O filme é meio estranho e em algumas partes parece que está meio perdido (ou eu que fiquei assim), enfim, se você não tiver nada melhor pra fazer…

    Post a Reply
  4. mehor ver o filme do pelé,com diria o chaves hahaha.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Magia ao Luar (Magic in the Moonlight) - Porra, man! - […] trama vamos conhecer Stanley (Colin Firth, “Um Golpe Perfeito”) que ganha a vida fazendo espetáculos como um mágico ilusionista…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.