insideposter

Filme:À L’Interieur – 2007

Direção:Alexandre Bustillo

Elenco:Béatrice Dalle, Alysson Paradis.

Sinopse: Sarah, uma jovem fotógrafa, que está grávida e deprimida. Desde a recente morte do marido, ela vai seguindo em frente sem grandes expectativas e não está nada animada com a chegada do bebê. Na véspera do parto, em plena noite de Natal, Sarah recebe a visita de uma misteriosa mulher que vai fazer desta a noite mais longa de sua vida.

A Invasora é um daqueles filmes que eu gosto demais porém não indico pra ninguém. Já escrevi a respeito de alguns deles como por exemplo Irreversível e Mártyrs . Filmes europeus que me fizeram experimentar um terror diferente, uma viagem ao medo que chega lá no fundo e volta em forma de gosto amargo na boca após os créditos. A diferença é que em A Invasora não levei nenhuma reflexão ao final do filme.

Quando o filme começa somos apresentados a uma tragédia: Sarah, grávida, sofre um acidente de carro onde seu marido vem a falecer. Deprimida e sem expectativas em relação ao futuro, ela vai vivendo um dia de cada vez e sua gravidez acaba demonstrando ser mais um fardo do que um momento de felicidade. Com a chegada do bebê marcada para o dia seguinte, Sarah prefere ficar sozinha em plena noite de Natal.

photo_07

A visita de uma estranha que tenta invadir a casa e matar Sarah é um terrível jogo de agonia. Com uma protagonista que sofre o pão que o Diabo amassou mesmo estando grávida é de uma crueldade sem tamanho. A Invasora é um exercício estético do início ao fim. São basicamente duas personagens durante toda a trama, um único cenário e um banho de sangue. O elemento suspense está presente em todos os momentos e quando percebemos alguém a espreita, se aproximando aos poucos, entrando na casa… começamos a acreditar que estamos diante de um jogo de gato e rato. O problema é que esse jogo vai além das expectativas e entra em um hall de pura violência e gore. Não temos aqueles personagens chatos que de início já sabemos quem vai morrer. É uma luta pela sobrevivência onde provavelmente só uma vai sair viva.

Por mais que eu tenha contado tantas qualidades do filme este não é do tipo que se indica. Não há uma diversão ou entusiasmo, apenas nó na garganta sem contar a especial fragilidade da protagonista. Sarah está grávida de nove meses mas isso não a impede de ser espancada, esfaqueada, receber tesouradas, perfuradas e mais um monte de coisas que não posso contar. E para piorar podemos ver também como o bebê é afetado por todas essas situações. A Invasora é assim, tenso, sujo, um filme B sem pretensões que não é parecido com nada que você já tenha visto.

.

Olha quem está de volta!!! O Nick está  muito chateado porque não gosta que maltratem grávidas!

Related Posts with Thumbnails