Produções que brincam com a mente humana são, quando bem feitas, bastante interessantes. O filme “Em Transe (Trance)”, dirigido pelo grande cineasta Danny Boyle, mistura “filme de assalto” com “jogos da mente” e, entre terapias hipnóticas e a busca por um valioso item alvo de furto, a diversão é garantida.

Na trama somos apresentados a um funcionário responsável pela segurança de leilões de peças de arte (James McAvoy, “X-Men – Primeira Classe”) que acaba se envolvendo com uma gangue de roubo de quadros e também com uma hipnoterapeuta (Rosario Dawson, “Sete Vidas”) a fim de encontrar uma pintura valiosa que foi ‘perdida’.

em_transe

A primeira impressão que fica é que se trata de um daqueles filmes de assalto com planos bem elaborados e uma trama que, engenhosamente, esconde alguns segredos para manter o suspense e o interesse do espectador em desvendar, junto com os personagens, seus mistérios. Assim que a personagem de Rosario Dawson começa entrar em cena, as perspectivas se alteram e Danny Boyle brinca com o espectador, colocando quem está assistindo o seu filme naquele jogo de realidade versus ficção. O que está realmente acontecendo (ou aconteceu) e o que é apenas ‘viagens’ das sessões de hipnose?

Dono de uma filmografia invejável e bastante eclética que vai desde ‘Transpotting’, ‘Extermínio’ até obras como ‘Quem Quer Ser um Milionário?’ e ‘127 Horas’, o cineasta Danny Boyle é muito feliz na direção e, principalmente, no trabalho com o elenco. A forma como ele utiliza a forte trilha sonora e alguns elementos visuais (para os mais atentos até indicam em que momento é hipnose ou realidade) para arquitetar seu plano de deixar o espectador “desorientado” (no bom sentido) é muito eficaz e contribui bastante com a ideia que ele tenta passar.

O elenco que é encabeçado por James McAvoy é muito bom e conta com alguns atores bastante competentes como Vicent Cassel (“À Deriva”) e, claro, da Rosario Dawson que surge (sua personagem) como um dos principais elos de toda a trama. A bela atriz aparece, mais de uma vez, em um nu frontal bastante interessante corajoso.

cnt468552_h348_w619_aNoChange_assista-ao-trailer-do-filme-em-transe

Seria uma trama simples maquiada de complexa ou, “Em Transe”, possui um roteiro bastante engenhoso e bem arquitetado com espaço aberto a interpretações? Esta dúvida persiste mesmo quando tudo é resolvido e, para mim particularmente, existem certos exageros e um esforço maior na arte de levar o espectador a se perder no meio das sessões hipnóticas (com tantos vais e vens) do que propriamente uma história bem montada e arquitetada. Independente da estratégia utilizada, mesmo que não seja uma obra tão magnífica como foi “A Origem” (impossível não lembrar), trata-se de mais um ótimo filme na carreira desse diretor tão competente e interessante que é Danny Boyle.


 

em transe posterEm Transe (Trance, 2013 – 101 min)
Suspense, Thriller

Dirigido por Danny Boyle com roteiro de Joe Ahearme e John Hodge. Estrelando: James McAvoy, Vincent Cassel, Rosario Dawson, Matt Cross, Wahab Sheikh, Danny Sapani e Tuppence Middleton.

Related Posts with Thumbnails