O cineasta dinamarquês Thomas Vinterberg sempre será lembrado como um dos caras (junto com Lars Von Trier) que criaram o Dogma 95, um movimento cinematográfico que foi criado com o intuito de se fazer um cinema mais realista e menos comercial. Por mais que, quase nunca, consigam seguir à risca todas as regras que eles mesmos criaram, suas produções geralmente resultam em grandes filmes, em histórias duras e sofridas e muito dramáticas e, “A Caça (Jagten/The Hunt)”, é mais um exemplo de uma produção muito bem realizada e premiada.

Lançado originalmente em 2012 (até deu as caras num festival em São Paulo no ano passado), “A Caça” teve seu lançamento comercial apenas agora neste ano de 2013, mais uma daquelas jóias cinematográficas que acabam não encontrando espaço nessa confusa distribuição dos filmes em nossos cinemas.

jagten01

Na trama somos apresentado a um professor de jardim de infância, Lucas (Mads Mikkelsen), que é muito querido pelas pessoas e, principalmente, pelas crianças no local onde vive. Certo dia, a pequena Klara (Annika Wedderkopp), uma menina de 8 anos filha de seu melhor amigo, confunde seus sentimentos e acaba falando à diretora da sua escola que foi abusada sexualmente por Lucas (repetindo uma coisa que ouviu de seu irmão). A partir daí, a cidade inteira, até mesmo os seus mais leais amigos, se colocam contra o professor e tornam a sua vida um inferno.

Lucas estava passando por um momento de reconstrução na sua vida, separado da mulher que não queria deixar ele ver seu filho, encontrava em seus amigos do grupo de caça algum apoio. Estava começando a se dar bem com uma mulher e tinha uma previsão de, em breve, ter seu filho em casa por alguns dias. Só que depois dessa grave situação, tudo muda.

Ser acusado de abuso infantil é algo bastante sério e, de fato, é algo que a sociedade não tolera, algo abominável e imperdoável. Como se manter digno, como prosseguir com sua vida e conseguir se provar inocente quando todos tem a mais absoluta certeza do contrário? Afinal, para muitos, crianças não mentem, ainda mais levando em consideração a gravidade da acusação de uma conduta tão inapropriada.

Jagten_800h

A direção de Thomas Vinterberg é excelente e encontra em Mads Mikkelsen uma atuação incrível que faz com que a dúvida, por mais que os fatos estejam sendo apresentados claramente, persista até mesmo para quem está acompanhado a história que é recheada de dor, tristeza e muita frieza. Durante a maior parte do tempo, as cenas seguem sequências de acontecimentos muito sutis e introspectivos.

O melhor de “A Caça” é conseguir conversar sobre assuntos tão sérios e duros (lá eles) sem necessariamente tomar uma posição mais contundente em relação à possível conduta inapropriada do professor ou ao ‘erro’ da criança. E quando a trama já parecia ter sido ‘resolvida’, existe uma sequência final que, à primeira vista, parece até desnecessária mas serve para deixar o filme ainda “vivo”.


jagten-posterA Caça (Jagten, 2012/2013 – 115 min)
Drama

Um filme de Thomas Vinterberg com Mads Mikkelsen, Thomas Bo Larsen, Annika Wedderkopp, Lasse Fogelstrøm, Susse Wold, Anne Louise Hassing, Lars Ranthe, Alexandra Rapaport e Ole Dupont.

Related Posts with Thumbnails