Hitchcock (POSTER)Hitchcock (Hitchcock, 2012 – 98 min)
Drama, Biografia.
Dirigido por Sacha Gervasi, roteiro de John J. McLaughlin, baseado no romance “Alfred Hitchcock and the Making of Psycho”, de Stephen Rebello. Elenco Principal: Anthony Hopkins, Helen Mirren, Scarlett Johansson, Danny Huston, Toni Collette e Michael Stuhlbarg.

.

.

.

Já comentei sobre 3 filmes de Alfred Hitchcock aqui no blog e, sinceramente, acho isso muito pouco. Como falei nos posts de Vertigo, Rear Window e Psycho, ele é meu diretor preferido e seus filmes estão no topo da minha lista dos melhores de todos os tempos. Dentre eles, o já comentado Psycho é o que considero o mais importante da carreira do diretor e é ainda um dos que mais gosto. Exatamente por isso fiquei muito ansioso quando fiquei sabendo da existência de Hitchcock, afinal…

Hitchcock - Imagem 1

…o filme nara os bastidores da vida do diretor desde a estreia de North by Northwest, passando pela produção e lançamento de Psycho, até a procura por uma nova ideia que posteriormente resultaria em The Birds. Nesse meio tempo Hitchcock e sua esposa Alma Reville lutam contra a resistência dos estúdios, crítica, censura e ciúmes para produzir o filme que posteriormente seria considerado um dos maiores suspenses de todos os tempos.

O mais importante ponto de Hitchcock para a compreensão da vida do diretor é a apresentação de Alma Reville e sua importância para o sucesso de seu marido. A vida com Alfred Hitchcock não era nada fácil e o filme mostra isso. Sua obsessão por comida e, principalmente pelas belíssimas protagonistas de seus filmes são problemas com os quais Alma tem que lidar nesse casamento. Apesar disso sempre mostrou apoio ao trabalho do marido, acreditando e conhecendo seu potencial, disposta a fazer sacrifícios para possibilitar a realização dos seus projetos e, principalmente, adicionando seu talento pessoal aos trabalhos dele (como é mostrado durante a finalização da cena do chuveiro de Psycho).

Assim, a história do filme já é suficientemente interessante e cativante para torná-lo excelente, soma-se a isso ainda uma ótima direção e um elenco simplesmente fantástico. Helen Mirren dá um show como Alma e Scarlett Johansson encara muito bem Janet Leigh, a protagonista da vez. Até mesmo o elenco secundário é excelente, afinal ver James D’Arcy como Anthony Perkins foi quase como ter visto Perkins em pessoa interpretando a si próprio. Mas ninguém se compara a Anthony Hopkins. Eu imagino que deve ser horrível trabalhar com ele, afinal ao seu lado é impossível obter qualquer destaque. O ator incorporou perfeitamente Alfred Hitchcok, com o auxílio de uma maquiagem fantástica que o deixou praticamente irreconhecível. Igualzinho ao diretor/personagem!

Hitchcock - Imagem 2

No fim das contas, Hithtcock agora é sinônimo não apenas de um grande diretor, mas também de um grande filme. Mesclando elementos de comédia, com drama e parte da biografia de um dos maiores diretores de todos os tempos, Hitchcock apresenta uma história excelente, cativante e contada em um ótimo ritmo e por um elenco muito bem qualificado. Só lamento que Alfred e Alma não puderam ver este filme, mas tenho certeza que se pudessem, até eles iriam adorar.

“Eu imagino que ele (Hitchcock) seja como qualquer grande artista: impossível viver junto, mas vale o esforço”
– Whitfield Cook

Related Posts with Thumbnails