Seguindo a tendência crescente em fazer versões mais adultas de fábulas infantis, “João e Maria – Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters)” trata-se da  versão violenta e sangrenta do clássico conto dos irmãos Grimm. A mistura de ação e horror traz até uns momentos de diversão e o 3D consegue entreter o espectador que adora o estilo de objetos jogados na cara (lá ele, na sua), mas o excesso de galhofas e a ânsia em deixar, a qualquer custo, espaço para continuações prejudica o resultado final.

A trama segue a história dos irmãos João e Maria (Jeremy Renner e Gemma Arteton) que após terem sidos deixados na floresta por seu pai vão parar numa casa feita de doces de uma bruxa. Depois de darem fim nela, eles crescem e se tornam caçadores de bruxas. Quando são contratados para trabalhar para uma vila eles se deparam com um grande mal.

joao e maria 3d

A nova ‘cara’ que a história de “João e Maria”, já adultos e mercenários, recebe nesta versão cinematográfica dirigida pelo norueguês Tommy Wirkola tem lá seus momentos engraçados e até algumas boas sacadas. O roteiro é bem simples e recheado de clichês, mas quanto nada reserva algumas pequenas surpresas que envolvem a mistura do passado dos protagonistas com o grande plano maléfico das bruxas. Manjado é, mas até que funciona de maneira razoável.

Quando se lê que o gênero é ação e horror não é nenhuma brincadeira, o filme é bastante sangrento e violento, fato que deixou este que vos escreve desesperado pelas crianças que foram levadas por seus pais na sessão que eu estava presente, todos os pequeninos adquiriram, com toda certeza, novos traumas de vida e alguns pesadelos para a hora do sono com tantas cabeças explodindo e desmembramentos. Fora que aparece até mulher nua, nada de absurdo nos tempos de hoje mas, de qualquer forma, é bom salientar que não é um filme para criancinhas.

Nunca foi de minha alçada aqui no blog comentar a fundo sobre quesitos mais técnicos, mas não tem como não falar sobre a maquiagem desta obra. As bruxas estão pessimamente caracterizadas, parecem até que saíram de programas de baixo orçamento. E o que falar do Troll? Esse talvez seja o maior “horror” dessa produção. Fora todos estes problemas de caracterização dos ‘vilões’, o elenco é encabeçado por um Jeremy Renner (“Os Vingadores”) visivelmente pouco à vontade e altamente canastrão. Fazendo dupla com ele Gemma Arteton dá até umas piruetas nas lutas legais, mas seu papel se resume espremer a camisa até os seios quase pularem e sempre ficar atenta para cair com a bunda virada para cima com aquela calça de couro. A outrora ‘Jean Grey’ dos X-Men (Famke Janssen, “Busca Implacável”) vai no automático do início ao fim. Complete a lista com um nerd medieval afetado e outra sorte de personagens genéricos de produções televisivas.

hansel-gretel-witch-hunters-image-2

A ideia de colocar elementos modernos adaptados ao universo medieval, e aí vai desde metralhadoras giratórias e injeção de insulina até artefatos desfibriladores, funciona em alguns casos e até ajuda a deixar uma cena ou outra mais divertida, assim também como contribui em algumas situações os efeitos em 3D, principalmente quando lançam na direção do espectador um pedaço de bruxa ou uma flecha.

Não chega a ser um filme ruim e totalmente desprezívelnão devo nem listar entre os piores do ano, e isso já é um mérito –  mas é claramente mais uma daquelas produções “pré-fabricadas”. Se você for na floresta escura à noite e deixar seu cérebro por lá, terá grandes chances de amar este filme.


Regular: Classificação 2 de 5

joao e maria posterJoão e Maria – Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters, 2013 – 88 min)
Ação, Horror

Dirigido por Tommy Wirkola com roteiro de Tommy Wirkola e Dante Harper. Estrelando: Gemma Arterton, Jeremy Renner, Famke Janssen, Peter Stormare, Ingrid Bolso Berdal, Thomas Mann e Derek Mears.

Related Posts with Thumbnails