João e Maria – Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters)

Seguindo a tendência crescente em fazer versões mais adultas de fábulas infantis, “João e Maria – Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters)” trata-se da  versão violenta e sangrenta do clássico conto dos irmãos Grimm. A mistura de ação e horror traz até uns momentos de diversão e o 3D consegue entreter o espectador que adora o estilo de objetos jogados na cara (lá ele, na sua), mas o excesso de galhofas e a ânsia em deixar, a qualquer custo, espaço para continuações prejudica o resultado final.

A trama segue a história dos irmãos João e Maria (Jeremy Renner e Gemma Arteton) que após terem sidos deixados na floresta por seu pai vão parar numa casa feita de doces de uma bruxa. Depois de darem fim nela, eles crescem e se tornam caçadores de bruxas. Quando são contratados para trabalhar para uma vila eles se deparam com um grande mal.

joao e maria 3d

A nova ‘cara’ que a história de “João e Maria”, já adultos e mercenários, recebe nesta versão cinematográfica dirigida pelo norueguês Tommy Wirkola tem lá seus momentos engraçados e até algumas boas sacadas. O roteiro é bem simples e recheado de clichês, mas quanto nada reserva algumas pequenas surpresas que envolvem a mistura do passado dos protagonistas com o grande plano maléfico das bruxas. Manjado é, mas até que funciona de maneira razoável.

Quando se lê que o gênero é ação e horror não é nenhuma brincadeira, o filme é bastante sangrento e violento, fato que deixou este que vos escreve desesperado pelas crianças que foram levadas por seus pais na sessão que eu estava presente, todos os pequeninos adquiriram, com toda certeza, novos traumas de vida e alguns pesadelos para a hora do sono com tantas cabeças explodindo e desmembramentos. Fora que aparece até mulher nua, nada de absurdo nos tempos de hoje mas, de qualquer forma, é bom salientar que não é um filme para criancinhas.

Nunca foi de minha alçada aqui no blog comentar a fundo sobre quesitos mais técnicos, mas não tem como não falar sobre a maquiagem desta obra. As bruxas estão pessimamente caracterizadas, parecem até que saíram de programas de baixo orçamento. E o que falar do Troll? Esse talvez seja o maior “horror” dessa produção. Fora todos estes problemas de caracterização dos ‘vilões’, o elenco é encabeçado por um Jeremy Renner (“Os Vingadores”) visivelmente pouco à vontade e altamente canastrão. Fazendo dupla com ele Gemma Arteton dá até umas piruetas nas lutas legais, mas seu papel se resume espremer a camisa até os seios quase pularem e sempre ficar atenta para cair com a bunda virada para cima com aquela calça de couro. A outrora ‘Jean Grey’ dos X-Men (Famke Janssen, “Busca Implacável”) vai no automático do início ao fim. Complete a lista com um nerd medieval afetado e outra sorte de personagens genéricos de produções televisivas.

hansel-gretel-witch-hunters-image-2

A ideia de colocar elementos modernos adaptados ao universo medieval, e aí vai desde metralhadoras giratórias e injeção de insulina até artefatos desfibriladores, funciona em alguns casos e até ajuda a deixar uma cena ou outra mais divertida, assim também como contribui em algumas situações os efeitos em 3D, principalmente quando lançam na direção do espectador um pedaço de bruxa ou uma flecha.

Não chega a ser um filme ruim e totalmente desprezívelnão devo nem listar entre os piores do ano, e isso já é um mérito –  mas é claramente mais uma daquelas produções “pré-fabricadas”. Se você for na floresta escura à noite e deixar seu cérebro por lá, terá grandes chances de amar este filme.


Regular: Classificação 2 de 5

joao e maria posterJoão e Maria – Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters, 2013 – 88 min)
Ação, Horror

Dirigido por Tommy Wirkola com roteiro de Tommy Wirkola e Dante Harper. Estrelando: Gemma Arterton, Jeremy Renner, Famke Janssen, Peter Stormare, Ingrid Bolso Berdal, Thomas Mann e Derek Mears.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

15 Comments

  1. O encontro das bruxas parece um clube de horrores, desastrosa mesmo a maquiagem. O filme inteiro é frágil, com algumas boas ideias e bons momentos. E sim, é violento.

    Post a Reply
    • Esse encontro das bruxas é mesmo um show-off de horrores, tem de todos os tipos e ‘as siamesas’ para mim é a campeã hahahaha.

      Post a Reply
  2. mais um que verei on line,e nem sei quando.eu só vou ao cinema quando tenho certeza que o filme presta de verdade,e das vezes que eu fui sempre assisti filmes bons.

    Post a Reply
  3. kkkkkkkkk com o seu comentario mais ilário que já li e o mais divertido, fiquei com vontade de ver este filme..pelo menos já vou sabendo do que está por vir…espero que consiga achar meu celrebro na floresta escura na volta pra casa…kkkkkkk

    Post a Reply
  4. Poxa, fiquei até um pouco decepcionada com a sua critica, pois normalmente nossas opiniões sempre coincidem e dessa vez foi diferente. O que falar? Eu gostei sim e me diverti bastante com o filme, claro que partindo do pressuposto que fui sem esperar nada dele até pq particularmente João e Maria nao é uma das minhas historias preferidas…mas eu gostei do desenrolar da história, claro que mudou completamente o foco infantil, tornado-se uma diversão para adultos. As bruxas? Eu adorei! A primeira mesmo da casa de doces que eles mataram simplesmente me deu medo de tão feia e bem caracterizada(e eu adoro isso!kkkkkkk)…os efeitos 3D também me agradaram bastante. Poxa eu gostei tanto que considerei um dos melhores “remakes” dessas historias infantis atuais, fazer o que ne? Kkkkkkkkkk Bjos e adoro o seu blog!

    Post a Reply
    • Que nada Thayana, se a gente concordasse 100% com tudo a vida não teria graça e nem espaço para discussões não é mesmo? Não é um filme ruim e o público tem curtido mesmo bastante.

      Abração!

      Post a Reply
  5. Eita Marcio vc é corajoso mesmo kkk quando eu vi o trailer cai fora um filme que achei bacana e recomendo é o ultimo desafio com o Arnald até a minha esposa que não é chegada em filmes desse gênero gostou.

    Post a Reply
    • Devo assistir este de Arnold sim, e quanto a este aqui não é tão horrível assim. Quando passar na tv assista hahaha

      Post a Reply
  6. assisti hj, cara..num achei lá essas coisas não, mais me divertir bastante…pra dar umas risadas é um bom filme..essa versão ficou boa só faltou desenvolver melhor a História, a questão do Troll mesmo eu não achei que ficou legal…totalmente desnescessário…eles deveriam focar apenas em bruxas deixar certas criaturas pra outros contos..mais enfim é legal dá pra assistir tranquilo…

    Post a Reply
    • É isso Thiago, não é lá essas coisas e precisava de mais um pouco de cuidado para ser um filme realmente bom, mas assistí-lo não chega a ofender e nem é tão ruim assim.

      Post a Reply
      • ainda bem que eu consegui achar meu cerebro na volta pra casa hehehehe….

        Post a Reply
        • Ainda bem, isso é o mais importante! A sorte também é que a floresta é habitada por bruxas, se fossem zumbis você estaria perdido heheheh

          Post a Reply
  7. Pelo que vi no trailer é algo pré-fabricado mesmo, Márcio, se algum dia passar na tv ou eu estiver sem nada melhor pra fazer assisto. No cine nem pensar, detesto 3D.

    Post a Reply
  8. Achei o filme bem razoável e eu nem me apego tanto a alguns pontos críticos quanto a atuação que você mencionou, pois fazem parte da proposta deste tipo de obra. Jeremy Renner, na minha opinião faz o mesmo papel de sempre que ele fez até hoje.

    NÃO FALE MAL DE MINHA GEMMA ATERTON! 😛

    Post a Reply
    • Jamais falarei mal de tão “boa” atriz, você acha? Só achei que ficaram mais preocupados em mostrar seus atributos físicos do que técnicos aqui hehehe.

      O problema maior que achei aqui foi o fato da maquiagem ser horrível, e isso não no sentido de ser “assustadora”. Acaba prejudicando um pouco mas, de fato, não é um filme ruim não.

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.