A Origem dos Guardiões (Rise of The Guardians)

O ano de 2012 não foi um ano muito feliz para as animações, tirando “Valente” (que não foi lá nenhuma unanimidade) pouca coisa foi digna de nota. Considerado pelo Hollywood Film Festival como a melhor animação de 2012, e indicado ao mesmo prêmio no Globo de Ouro (o que aumenta as suas chances no Oscar), “A Origem dos Guardiões” é claramente uma aventura infantil, mas é capaz de fazer até mesmo os adultos torcerem por ícones dos contos de fadas como o coelhinho da páscoa ou o papai Noel por ser extremamente cativante e divertido.

Rise-of-Guardians-00

Na trama somos apresentados à Jack Frost sendo escolhido pelo ‘homem da lua’ como um novo membro dos guardiões das crianças. Bastante relutante no início, aos poucos ele vai aceitando a missão de combater o malvado Breu, o Bicho Papão, ao mesmo tempo em que procura conhecer um pouco mais de si mesmo, seu passado e porque ele foi escolhido para tão importante missão.

Numa mistura muito interessante de sequências de humor com passagens mais dramáticas, “A Origem dos Guardiões” consegue prender a atenção do espectador do início ao fim da história. O roteiro deixa tudo bem amarrado, trabalhando com a questão de que as crianças precisam continuar acreditando nos guardiões para que eles possam continuar existindo e as protegendo.

718_17

Talvez um dos maiores trunfos desta produção tenha sido colocar alguns dos personagens dos contos de fadas em uma versão mais “irada”. O Coelhinho da Páscoa tem cara de malvado (vemos logo que é só a cara…) e bumerangues e o Papai Noel é fortão e desempenha muito bem o papel de líder. Para completar ainda temos o Sandman (o mestre dos sonhos) muito fofo e a Fada dos Dentes e suas pequenas fadinhas que ficam caidinhas por Jack Frost. Este, por sua vez, segue à risca a jornada da herói.

A parte técnica está excelente, desde a trilha sonora até os efeitos visuais e cenários é tudo muito bem trabalhado. Assisti o filme no cinema 4DX onde, além dos efeitos em 3D (que estão num nível bom), temos efeitos de ventanias, tremeliques nas poltronas, jatos na cara (não é o que você está pensando, é um filme infantil gente) e até cheiro de flores. Talvez esta experiência, como um todo, tenha feito gostar ainda mais do resultado.

No original as vozes são dubladas pelos atores Chris Pine, Isla Ficher Alec Baldwin, Jude Law e Hugh Jackman e, como só tive disponível a versão dublada para assistir – fato cada vez mais comum – algumas piadas acabaram se perdendo na tradução, e isto atrapalhou um pouco o resultado final. Apesar do texto ter perdido alguma ou outra piada, a qualidade das vozes na dublagem nacional está num nível bom até, verdade seja dita.

A-Origem-dos-Guardiões

Não é claramente nenhuma obra prima e possui lá os seus clichês, isso sem contar que a levada mais infantil pode afastar os mais velhos que ficam com vergonha de deixar seu lado criança transparecer, que não admitem dar risadas ou torcer por personagens como o coelhinho da páscoa ou a fada dos dentes, por exemplo, mas é sem dúvida alguma a melhor animação que assisti em 2012, um ótimo filme.

 


a_origem_dos_guardioes_0A Origem dos Guardiões (Rise of The Guardians, 2012)
Animação, Aventura,
Comédia.

Dirigido por Peter Ramsey com roteiro de David Lindsay-Abaire e William Joyce. Com vozes no original de Chris Pine, Isla Fisher, Alec Baldwin, Jude Law, e Hugh Jackman.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

5 Comments

  1. fiquei afinsão de ver esse filme, alias eu gosto muito de animações, o ruim das animações que a maioria termina menos de 1hr30 até bem menos, esse pelo menos ultrapassa isso?

    Post a Reply
  2. tô muito afim de ver a origem dos guardiões e apos ver essa critica me deu uma vontade maior ainda de ver, so esperando ser lançado em Blu Ray pra adiquirir. Marcio acho que se você já não tiver visto “Paranorman” devia assistir pra mim foi uma das melhores animações do ano.

    Post a Reply
  3. Eu também achei uma bela animação. Infantil sim, mas com um roteiro redondo, divertido e até emocionante em algumas partes.

    Post a Reply
  4. Acho que só não gosta desse filme quem perdeu seu lado criança. Fora isso é recomendadíssimo!

    Post a Reply
  5. foi legalzinho, pena não ter muita história pra contar,acabou menos de 1h30 coisa que eu odeio em animações e em qualquer outro tipo de filme,mais dava pra aprofundar mais a origem dos personagens afinal de contas pelo titulo dar a entender que cada um teria sua origem contada, mais enfim é legal de assistir, dá pra passar o tempo..

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.