Lendas, mitos e a lei seca americana do início do século passado, elementos que renderam e ainda rendem muito material para o cinema e a tv. Baseado em fatos reais, com um grande elenco e trazendo uma história muito bem contada e produzida, “Os Infratores (Lawless)” em meio a toda sanguinolência e truculência reserva generosas doses de emoção. Mais um grande trabalho de John Hillcoat, diretor que já figura na minha lista de favoritos.

Na trama conhecemos os três irmãos Bondurant que, nos idos de 1931 numa pequena cidade do interior da Virgínia, vivem do comércio ilegal de bebidas. Quando a polícia começa a exigir uma fatia grande de seus lucros para que todo o esquema continue fluindo e eles, ou melhor Forrest Bondurant (Tom Hardy, “Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge”) o ‘chefe’ da família, se nega a ‘contribuir’ é que o bicho começa a pegar e uma guerra é anunciada.

O estopim se inicia com a chegada do agente enviado de Chicago Charlie Rakes (Guy Pearce, “Prometheus”) que já surge ‘tocando o terror’. Entre os Bondurant o caçula Jack (Shia LaBeouf, “Transformers”) que sempre foi o mais tímido e covarde dos irmãos começa a querer mostrar o seu valor. O problema é que seu exibicionismo acaba acarretando mais problemas do que soluções. O roteiro consegue costurar a história de maneira muito satisfatória, dentre vários arcos menores vemos, aos poucos, o amadurecimento de Jack e não apenas uma produção qualquer de gangsters, tiros e cusparadas no chão.

O diretor John Hillcoat sabe trabalhar muito bem com a violência, quem assistiu a outros trabalhos seus como “A Estrada” e “A Proposta” consegue inclusive perceber algumas semelhanças e elementos que ele sempre gosta de introduzir (lá ele) em suas obras. Aqui em “Os Infratores”, apesar de ser uma típica jornada do herói (ou anti-heróis já que são foras da lei) e de trazer ainda um pouco de romance e drama, existe uma forma quase sádica de se mostrar a violência, é pescoço sendo rasgado, soqueira botando gente pra engolir os próprios dentes e sangue e por aí vai.

Além da ótima direção e do bom roteiro o filme conta com atuações muito boas por parte do elenco. O sempre criticado Shia LaBeouf está muito bem em seu papel e mostra que está agindo certo ao deixar a franquia Transformers de lado e começar a investir em outras coisas mais interessantes. Ainda temos Tom Hardy que, mesmo nos fazendo lembrar um pouco do vilão Bane do último Batman, está truculento até a alma e que deu trabalho para a personagem da belíssima Jessica Chastain (“A Árvore da Vida”) vencer algumas barreiras. Fora eles ainda temos Gary Oldman (“O Livro de Eli”), Mia Wasikowska (“Alice no País das Maravilhas”), dentre outros. Como último destaque o vilão interpretado por Guy Pearce não precisaria nem falar para causar um grande impacto já que a sua quase inexistente sobrancelha é o suficiente.

Queeeeeebra Tom Hardy

Não chega, infelizmente, ao status de épico até porque em certos momentos o ritmo desacelera um pouco, sem contar que o grande clímax final é um tanto quanto teatral e exagerado, mesmo assim não deixa de ser um ótimo filme por ser bem atuado, bem dirigido e possuir uma parte técnica muito bem trabalhada. Para quem curte produções do gênero que trazem homens que fazem suas próprias leis e vivem do seu jeito, trata-se de uma ótima pedida e uma boa surpresa.

 

Ps: Agradecimentos especiais ao CinePipocaCult pela realização do sorteio onde ganhei, além do par de convites, um livro e um pôster lindão do filme. [VEJA CLICANDO AQUI]


Os Infratores (Lawless, 2012 – 116 min)
Drama, Policial

Dirigido por John Hillcoat com roteiro de Naick Cave adaptando livro de Matt Bondurant. Estrelando: Shia LaBeouf, Tom Hardy, Guy Pearce, Jason Clarke, Jessica Chastain, Gary Oldman, Mia Wasikowska, Dane DeHaan, Bill Camp, Chris McGarry e Noah Taylor.

Related Posts with Thumbnails