Moonrise Kingdom

Filmes como “Os Excêntricos Tenenbauns” e “O Fantástico Sr. Raposo” dizem muito a respeito da peculiar filmografia do cineasta Wes Anderson que é composta por bons mas “estranhos” trabalhos. Sem fugir desse seu estilo “Moonrise Kingdom” traz mais uma vez uma história simples, bonita e divertida ao seu modo.

Na trama acompanhamos a jornada de um garoto escoteiro chamado Shakusky (Jared Gilman) e uma garota chamada Suzy Bishop (Kara Hayward) que vivem em uma pequena ilha situada na costa da Nova Inglaterra nos anos 60. Depois de se conhecerem em uma peça de colégio, os dois se apaixonam e passam um tempo trocando cartas até decidirem fugir juntos, o que faz com que todos os habitantes da ilha se mobilizem para procurar os dois. A pequena cidade é virada do avesso nessa busca e, além disso, uma tempestade como nunca antes vista está vindo de encontro a todos eles, por mais que pareça ser fatalista, são estes eventos que irão mudar para melhor a vida de todos, trazendo como força motriz disso tudo um romance ingênuo, singelo mas muito forte e verdadeiro.

Na linha de frente uma jovem dupla de protagonistas que entregam atuações extremamente carismáticas e nos papéis coadjuvantes um elenco de peso que traz nomes importantes como Bruce Willis (“Looper – Assassinos do Futuro”), Edward Norton (“O Incrível Hulk”), Bill Murray (“Zumbilândia”) e Tilda Swinton (“Precisamos Falar Sobre o Kevin”) dentre outros. E os grandes astros assimilaram com tranquilidade os seus papéis de apoio, deixando os dois jovens brilharem à vontade. Acrescentando a esta receita ainda temos um roteiro muito bem resolvido e que repetiu a parceria de “O Fantástico Sr. Raposo” entre o próprio Wes Anderson e Roman Coppola.

Para os que não estão muito habituados com o estilo do diretor é mesmo um filme um pouco estranho, uma mistura curiosa de drama com comédia. Possui na verdade um tom mais satírico e um tipo de “graça” que não é arrancada com gags bobas ou piadas muito diretas. Os cenários são fortemente coloridos e é como se parte da mensagem fosse passada com a utilização das cores, aliás, esta é outra “marca registrada” de seus trabalhos.

Por mais ‘doidinho’ que possa parecer,  “Moonrise Kingdom” é um bom filme até mesmo para os que não estão habituados ou não são muito ‘chegados’ ao estilo particular de Wes Anderson (confesso estar neste grupo). Para os que são fãs do cineasta trata-se, sem sombra de dúvidas, uma obra imperdível e existem aqueles (situados neste grupo) que ainda afirmem com veemência que esta é a sua obra prima.


Moonrise Kingdom (2012 – 94 min)
Comédia, Drama.

Dirigido por Wes Anderson com roteiro de Wes Anderson e Roman Coppola. Estrelando: Jared Gilman, Kara Hayward, Bruce Willis, Edward Norton, Frances McDormand, Bill Murray, Tilda Swinton, Jason Schwartzman, Bob Balaban e Harvey Keitel.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

9 Comments

  1. SERÁ???

    Post a Reply
  2. rapaz, vou conferir. Mesmo seu texto meio tendencioso para ruim eu curti a história

    Post a Reply
    • É que apesar de gostar dos filmes dele, não sou tão fã desse estilo dele não. E neste filme tem uma cena que rola uma homenagem ao “Fantástico Sr. Raposo”.

      Depois comenta aqui o que você achou.

      []´s

      Post a Reply
      • eu achei o filme todo a cara do Fantástico Sr.Rapouso, e achei meio de difícil de prestar atenção nessa homenagem, mais vou chutar, seria a cena da dancinha na praia?…

        Post a Reply
  3. Eu gostei bastante e deve entrar no meu top 10 desse ano.

    Post a Reply
    • Meu top 10 deste ano vai ser complicadíssimo, já estou prevendo.

      Post a Reply
  4. Gosto do trabalho do Wes Anderson. Esperava mais de de Moonrise Kingdom. Os meus preferidos são “A Vida Marinha de Steve Zissou”, paródia do Jacques Cousteau com lampejos de Hermes e Renato da MTV, e “Viagem à Darjeeling”.

    Post a Reply
  5. maravilhoso,amei esse filme, embora parado não pisquei um olho se quer, esse filme me prendeu a atenção de uma formão que eu não entendo..um belo filme visualmente falando,mais ainda pra mim o melhor filme do Anderson é “Fantástico sr Raposo”..muito divertido por sinal..

    Post a Reply
  6. Rapaz, acabei de ver. Esse cara só faz esses filmes noiados, é o jeito dele. Eu curti só que não me surpreendeu. mêero mesmo, nota 3 nele.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Duro de Matar: Um Bom Dia Para Morrer (A Good Day to Die Hard) | Porra, man! | Porra, man! - [...] trama acompanhamos o policial John McClane (Bruce Willis, “Moonrise Kingdom”) que vai até a Rússia para ajudar seu filho…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.