Um corpo que cai (Vertigo, 1958 – 128 min)
Mistério, Romance, Thriller.
Dirigido por Alfred Hitchcock, roteiro de Alec Coppel e Samuel A. Taylor, baseado no livro “D’Entre les Morts”, de Pierre Boileau e Thomas Narcejac. Elenco Principal: James Stewart, Kim Novak e Barbara Bel Geddes.
.
.
.
.

Mesmo antes de conhecer a lista dos 10 filmes pra assistir antes de morrer, Um corpo que cai já me provocava interesse por causa de Alfred Hitchcock e, ainda, por ter destronado o aclamado Cidadão Kane (Orson Welles, 1941) no ranking da revista Sight and Sound, editada pelo British Film Institute. A cada dez anos desde 1952 este ranking é revisado e o filme de Welles foi campeão absoluto por 5 décadas consecutivas (desde 1962), mas em 2012 acabou perdendo o seu lugar para Um corpo que cai. Além desses dois, apenas o filme Ladrão de bicicletas (Vittorio De Sica, 1948) já esteve no topo do ranking, entre 1952 e 62. Um dia eu pretendo falar sobre esses dois filmes, os quais eu tenho um pouco de vergonha de dizer que ainda não assisti, mas por enquanto vou falar sobre Um corpo que cai… O filme, claro.

O filme conta a história de Scottie (James Stewart, lógico), um detetive que resolve se aposentar após descobrir que tem acrofobia (medo de altura). Entretanto, sua tranquila aposentadoria é atrapalhada por Gavin (Tom Helmore), um amigo que lhe pede para investigar o estranho comportamento de sua esposa, a qual ele acredita estar possuída pelo espírito da bisavó.

Esse filme deveria vir acompanhado de um aviso, tipo aqueles pra tirar crianças, gestantes e cardíacos da sala. Mas não exatamente nesse sentido. É que a tensão do filme é tanta que faz com que o espectador fique tão atento que eu acredito que isso possa ser prejudicial aos olhos. Brincadeira. Mas a verdade é que eu nunca assisti a um filme que tivesse tantas reviravoltas como este. E o mais importante: sem fazer com que o espectador se perca em nenhum momento. A história é bastante intrincada e até mesmo um pouco complexa, entretanto, é perfeitamente compreensível, do início ao fim. Os recursos de direção utilizados por Hitchcock, que parecem infindáveis, surpreendem a cada filme. Aqui ele criou um efeito pioneiro que causa uma sensação de vertigem e que é amplamente utilizado até hoje.

A tradicional presença de James Stewart nos filmes de Hitchcock se justifica sempre por sua excelente atuação, e nesse filme conta com a companhia de Kim Novak nos papéis de Madeleine Elster e Judy Barton e que também faz um trabalho excelente. A trama gira, basicamente, em torno dos personagens desses dois atores, por isso não cabe citar mais ninguém. O cenário criado pelas ruas de São Francisco proporciona uma bela paisagem para as cenas de perseguição, fora ainda outras locações muito interessantes, como a Igreja onde… Bem, assistam o filme para ver essas cenas que me deixaram em estado de choque por alguns instantes!

Quanto à lista dos 10 filmes para assistir antes de morrer, eu não colocaria esse filme do Hitchcock. Não sei dizer qual eu colocaria ou qual deles me agrada mais, mas acho que não seria esse. Porém, entendo perfeitamente Steven Jay Schneider, afinal Um corpo que cai é um filme envolvente, inovador, com uma história excelente e muito bem contada, além do mais, conta com um elenco extremamente qualificado e ainda com a genialidade indiscutível de Alfred Hitchcock, que deve ter uma séria implicância com finais felizes.

“Qualquer pessoa pode ficar obcecada com o passado tendo um fundo como esse”
– Scottie

Related Posts with Thumbnails