Restrito: Contém conteúdo sexual, linguagem ofensiva, prostitutas e uso de drogas, diz um aviso com a foto do fofo ursinho espalhado pelos cinemas de todo o país. Ignorado por pessoas que deveriam ler e visto como  uma verdadeira frase motivadora para ADULTOS que querem dar boas risadas no cinema com todo esse conteúdo politicamente incorreto, “Ted” já figura como uma das melhores e mais polêmicas comédias do ano.

Na trama conhecemos a história de dois amigos inseparáveis, John (Mark Wahlberg, “O Vencedor”) e seu ursinho chamado Ted, que ganhou vida após um pedido de natal da jovem e solitária criança. Os dois cresceram juntos e agora, já na fase “adulta”, John precisa decidir entre manter a amizade ou o namoro com sua amada Lori (Mila Kunis, “Amizade Colorida”).

Conforme indica a censura, “Ted” é recheado de um humor absurdamente nada saudável para aqueles que possuem mentes muito puras. Piadas sobre judeus, 11 de setembro, cenas ofensivamente sexuais e com muitas referências ao universo nerd e toda a cultura pop, é daquelas obras que os moralistas e mais críticos adoram falar mal, mas que fazem espectadores como este que vos escreve passarem mal de tanto rir nos cinemas.

Sabe aquele momento em todo filme de comédia da cena da droga? O(s) protagonista(s) utiliza(m)-se de entorpecentes não recomendados pela carta magna e trazem algumas boas risadas com os efeitos colaterais, pois bem, Ted é tão SURTADO que a cena da droga é praticamente o filme inteiro, a todo instante os inseparáveis amigos de trovoadas estão se drogando e aprontando altas confusões do barulho. E o resultado são piadas babacas, piadas de bêbado, luta com pato, Flash Gordon, participação hilária e especial do galã Ryan Reynolds e por aí vai.

O ursinho foi animado da mesma forma que animaram ‘Gollum/Smeagol’ em Senhor dos Anéis, e a sua voz é do próprio diretor Seth Macfalane (e que ainda assina o roteiro juntamente com Alec Sulkin e Wellesley Wild) que é o responsável pelo desenho “Uma Família da Pesada (Family Guy)”, o que já dava pistas sobre que linguagem e tipos de travessuras podía-se esperar desta sua obra.

A disputa entre o romance protagonizado por  Kunis e Wahlberg e o “bromance” – brother´s romance, o amor entre ‘amigos irmãos’ – dele com o ursinho Ted  é o que liga a história até o seu desfecho que, a bem da verdade, perto de seu final tem alguns pequenos deslizes e um  momento ‘magia Disney’ não muito condizente com o ‘clima’. Só que isto não chega a atrapalhar a diversão que é garantida nesta obra extremamente engraçada e que merece ser vista por todo mundo que tem idade (física) suficiente para tal.


Ted (2012, 106 min)
Comédia

Dirigido por Seth MacFarlane com roteiro de Seth MacFarlane, Alec Sulkin e Wellesley Wild. Estrelando: Mark Wahlberg, Mila Kunis, Seth MacFarlane, Giovanni Ribisi, Joel McHale, Patrick Warburton, Matt Walsh, Jessica Barth e Patrick Stewart.

Related Posts with Thumbnails