Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World)

O que você faria se só te restasse um dia? Esta é uma pergunta que Paulinho Moska faz em uma de suas canções, no caso do filme Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World) ” na verdade restam alguns dias para o fim do planeta Terra e, no meio do anunciado Apocalipse, o destino de duas pessoas é ligado. Não é apenas um drama, nem apenas um romance, e mesmo tendo algumas situações que nos levam aos risos, não pode ser considerado também uma comédia, trata-se na verdade de uma mistura de tudo isto e que pode soar à primeira vista um pouco estranha, mas que tem um ótimo resultado.

Na trama logo de início é anunciado que os dias do planeta Terra estão contados, a ultima tentativa de deter um asteróide que está em um ponto próximo de colisão não deu certo. Em meio ao caos, dois estranhos (Steve Carrell,Amor a Toda Prova” e Keira KnightleyDesejo e Reparação”) encontram-se por acaso e acabam embarcando em uma “roadtrip”.

Com o anúncio do ‘fim dos tempos’ a humanidade acaba se dividindo em grupos, alguns embarcam em um verdadeiro motim de destruição, outros procuram recuperar o “tempo perdido” experimentando tudo o que se privaram durante a vida, outros aproveitam os tempos de orgia e por aí vai. Mas tem alguns que seguem ‘normalmente’ com suas vidas, e é o caso do personagem de Steve Carrell que não vê motivos para alterar o seu tom melancólico de viver depois de ter sido recentemente largado por sua esposa. Ele só muda de rumo quando conhece a garota de “espírito livre” e meio ‘doidinha’ interpretada por Keira Knightley. Os dois embarcam então em uma jornada interessante enquanto o contador do tempo de todos os habitantes do planeta está se esgotando.

A premissa de um romance ‘inexperado’ de duas pessoas bem distintas que se encontram por um acaso do destino não é novidade para a Lorene Scafaria. Ela assina o roteiro e faz sua estreia na direção com este trabalho depois de ter escrito o ótimo “Nick & Nora: Uma Noite de Amor e Música”, e ambos são semelhantes neste aspecto (o da premissa). Além disso ela conseguiu reunir um elenco de coadjuvantes muito interessante e com nomes importantes.

Na linha de frente se Keira Knightley convence só com suas expressões e Steve Carrell, por sua vez, está fora do comum. Ele que sempre foi habituado a interpretar personagens mais cômicos ganha aqui um persongem triste e deprimido e que carrega consigo “sem querer” uma carga trágica, mas tão trágica, que acaba sendo engraçada em alguns pontos (particularmente dei boas risadas em alguns momentos). Durante a jornada que ele enfrenta com a sua vizinha é que, aos poucos, as coisas vão mudando. Tudo de forma bem gradual e gostosa de se acompanhar, exceto em uns 3 ou 4 momentos de GRANDE SUSTO que é reservado para o espectador.

Charmoso, encantador e contando com um belo trabalho de todo o elenco, “Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo”, apesar do seu tom fatalista, é daquelas obras que te fazem torcer por um final feliz mesmo quando não parece mais existir tempo suficiente para isto, até porque, como é bem mostrado, o tempo é sempre relativo.

 

PS: Na sessão que fui 4 pessoas abandonaram a sala antes do final, por isso acho ele um filme difícil de se recomendar apesar de ter gostando BASTANTE dele.


Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World, 2012 – 101 min)
Drama, Romance, Comédia.Um filme de Lorene Scafaria com Steve Carrell, Keira Knightley, Martin Sheen, Mark Moses, Adam Brody, William Petersen e Patton Oswald.

 

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

17 Comments

  1. nossa ,apesar de gostar da keira e de amar o steve vou ver só depois ,ou na net ou quando passar na tv mesmo,pois esse ps seu foi de matar hahaha

    Post a Reply
    • É, quem for esperando uma história de romance apenas pode se decepcionar, porque é mesmo uma mistura um pouco “inusitada” e tem um tom bem melancólico, pelo menos no início do filme.

      Post a Reply
  2. O trailer não me empolgou, mas sou suspeita porque não gosto de drama e acho Keira muito sem graça, mas vou conferir!

    Post a Reply
    • Acho que a melhor definição que li para este filme é que ele é uma espécie de “Melancholia (de Lars Von Trier)” feliz hehehe

      Post a Reply
  3. com certeza verei sou fã dos filmes do Steve Carrell..são sensacionais..o ultimo filme bom que eu vi com ele foi “A Toda Prova”..bom pra caramba..esse não deve ficar atrais..

    Post a Reply
  4. não man, começar com Paulinho Moska é sacanagem, só faltou citar tb a novela da Globo. hahahahahah
    eu curti o filme também, em breve meu texto.

    Post a Reply
  5. Gostei do texto, dá a ideia de um filme realmente interessante, pretendo assistir. A grande questão do desapontamento de alguns pode ser a expectativa gerada em torno de uma comédia escancarada, já que a trama conta com o Steve Carrell. Muitos se esquecem então da sua bela atuação no “drama cômico” Pequena Miss Sunshine (2006), com seu personagem de tom depressivo.Certamente vou conferir!

    Post a Reply
    • Exatamente Rafa, e pelo que vi dos 4 fujões (eram 2 casais) acredito que entraram esperando mesmo uma comédia ou um romance, vai saber hehehehe

      Post a Reply
  6. O ultimo controle que falta é pelas 4 pessoas? Porque você falou bem de ponta a ponta… =D Abraço, vou conferir!

    Post a Reply
    • Não não hehehehe simplesmente é um filme muito bom e tudo mais, mas para ser excelente sempre precisa de um plus 🙂

      Post a Reply
  7. Eu adorei!! Considerei o filme na medida certa em termos de drama, de comédia, de romance e de suspense (porque eu ainda tinha esperança de acontecer algo surpreendente?? não sei bem). Recomendo!

    Post a Reply
  8. Cara, quero muito ver este filme, mas pelo jeito vou ter que esperar o DVD… tá saindo de cartaz aqui na minha cidade, passando em horários péssimos!

    Essa mistura de gêneros me parece muito boa, além de ter o Steve Carrel (sou fã de The Office) e a Keira Knightley.

    Agora é esperar

    Post a Reply
  9. Eu nem sabia que tinha estreado. Quero ver!
    Não resisto à combinação de Steve Carrel, esse fofo, e Keira, essa fofa que pelo jeito só eu acho fofa.

    Post a Reply
  10. Adorei o filme! Uma mistura de sensações que deu muito certo.
    O resto do pessoal que estava na sessão parece não ter gostado muito hahah mas eu gostei demais. 🙂

    Post a Reply
  11. Gostei do que li Márcio. Queria ver,mas a Carol não quer por ser mais puxado para o drama. Confesso que não gostei da premissa inicial e o fato de Keira Knightley (que particularmente acho péssima)estar fazendo este tipo de papel me desestimula mais ainda. Adoro Steve Carrell e pensei em assistir mais por causa dele. Espero dar uma chance quando sair no Telecine.

    Post a Reply
    • Bom, digo que assista, se não agora em algum dia. Se não no Telecine na Torrent Tv, opa, não posso dizer isso. Esquece, espere na Tv então e seja um bom menino hehehe

      Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Community, a melhor série de comédia #sixseasonsandamovie | Porra, man! - [...] Britta Perry: Uma jovem de 28 que finalmente resolveu se formar depois de ter largado a faculdade quando mais…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.