O que você faria se só te restasse um dia? Esta é uma pergunta que Paulinho Moska faz em uma de suas canções, no caso do filme Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World) ” na verdade restam alguns dias para o fim do planeta Terra e, no meio do anunciado Apocalipse, o destino de duas pessoas é ligado. Não é apenas um drama, nem apenas um romance, e mesmo tendo algumas situações que nos levam aos risos, não pode ser considerado também uma comédia, trata-se na verdade de uma mistura de tudo isto e que pode soar à primeira vista um pouco estranha, mas que tem um ótimo resultado.

Na trama logo de início é anunciado que os dias do planeta Terra estão contados, a ultima tentativa de deter um asteróide que está em um ponto próximo de colisão não deu certo. Em meio ao caos, dois estranhos (Steve Carrell,Amor a Toda Prova” e Keira KnightleyDesejo e Reparação”) encontram-se por acaso e acabam embarcando em uma “roadtrip”.

Com o anúncio do ‘fim dos tempos’ a humanidade acaba se dividindo em grupos, alguns embarcam em um verdadeiro motim de destruição, outros procuram recuperar o “tempo perdido” experimentando tudo o que se privaram durante a vida, outros aproveitam os tempos de orgia e por aí vai. Mas tem alguns que seguem ‘normalmente’ com suas vidas, e é o caso do personagem de Steve Carrell que não vê motivos para alterar o seu tom melancólico de viver depois de ter sido recentemente largado por sua esposa. Ele só muda de rumo quando conhece a garota de “espírito livre” e meio ‘doidinha’ interpretada por Keira Knightley. Os dois embarcam então em uma jornada interessante enquanto o contador do tempo de todos os habitantes do planeta está se esgotando.

A premissa de um romance ‘inexperado’ de duas pessoas bem distintas que se encontram por um acaso do destino não é novidade para a Lorene Scafaria. Ela assina o roteiro e faz sua estreia na direção com este trabalho depois de ter escrito o ótimo “Nick & Nora: Uma Noite de Amor e Música”, e ambos são semelhantes neste aspecto (o da premissa). Além disso ela conseguiu reunir um elenco de coadjuvantes muito interessante e com nomes importantes.

Na linha de frente se Keira Knightley convence só com suas expressões e Steve Carrell, por sua vez, está fora do comum. Ele que sempre foi habituado a interpretar personagens mais cômicos ganha aqui um persongem triste e deprimido e que carrega consigo “sem querer” uma carga trágica, mas tão trágica, que acaba sendo engraçada em alguns pontos (particularmente dei boas risadas em alguns momentos). Durante a jornada que ele enfrenta com a sua vizinha é que, aos poucos, as coisas vão mudando. Tudo de forma bem gradual e gostosa de se acompanhar, exceto em uns 3 ou 4 momentos de GRANDE SUSTO que é reservado para o espectador.

Charmoso, encantador e contando com um belo trabalho de todo o elenco, “Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo”, apesar do seu tom fatalista, é daquelas obras que te fazem torcer por um final feliz mesmo quando não parece mais existir tempo suficiente para isto, até porque, como é bem mostrado, o tempo é sempre relativo.

 

PS: Na sessão que fui 4 pessoas abandonaram a sala antes do final, por isso acho ele um filme difícil de se recomendar apesar de ter gostando BASTANTE dele.


Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo (Seeking a Friend for the End of the World, 2012 – 101 min)
Drama, Romance, Comédia.Um filme de Lorene Scafaria com Steve Carrell, Keira Knightley, Martin Sheen, Mark Moses, Adam Brody, William Petersen e Patton Oswald.

 

Related Posts with Thumbnails