E.T. – O Extraterrestre (E.T. the Extra-Terrestrial, 1982 – 115 min)
Aventura, Drama, Ficção Científica.
Dirigido por Steven Spielberg, roteiro de Melissa Mathison. Elenco Principal: Henry Thomas, Drew Barrymore, Dee Wallace, Peter Coyote e Robert MacNaughton.

.

.

.

.

Esse filme tem uma importância especial para mim, afinal é a primeira lembrança que eu tenho da presença do cinema em minha vida. Não exatamente uma lembrança, mais um relato. Minha mãe sempre conta que eu era bem pequeno, na primeira vez que eu o assisti, aí eu peguei uma cadeirinha e sentei bem na frente da televisão. Devo ter prestado muita atenção. Ela fala que eu tinha medo do E.T., mas que chorei quando achei que ele fosse morrer. Acho que isso mostra um pouco dos sentimentos diversos que esse filme evoca no espectador, fazendo jus a sua presença na lista dos 10 filmes para assistir antes de morrer.

Acredito que todos conheçam a história do filme, mas pra não fugir dos padrões… A trama conta a história de um extraterrestre que se perde de sua nave e fica perdido na Terra. Sem ter/saber para onde ir, ele vaga por uma cidade onde é encontrado por Elliot (Henry Thomas), um menino de dez anos que, com a ajuda de seus irmãos, faz o possível para que nada de mal aconteça ao seu novo amigo.

Já assisti a esse filme várias vezes, mas mesmo assim consegui me surpreender como se fosse a primeira. A história flui com uma naturalidade impressionante, faz rir, emociona, assusta… Tudo ao mesmo tempo. É incrível a mescla de sentimentos que ele provoca em quem está assistindo. O roteiro é excelente e contribui com tudo isso. Steven Spielberg – que muitos dizem estar ficando meio senil – mostra toda sua genialidade nesse filme, criando inúmeras cenas icônicas, que me fizeram relembrar meus tempos de Sessão da Tarde e pipoca.

Como é de se esperar de uma obra prima como essa, as atuações, em nenhum momento deixam margem para dúvida. Drew Barrymore (Gertie, irmã mais nova de Elliot), com seis ou sete anos já esbanja talento e carisma. Henry Thomas, dizem ter feito Spielberg chorar na audição, então imagine só! Acho incrível que ele não tenha feito nenhum outro trabalho de grande expressão depois de E.T., afinal seu desempenho aqui é impecável (e tinha aproximadamente 10 anos). O filme faturou diversos prêmios. Não dá pra citar todos, mas só pra exemplificar, no Oscar, ele foi vencedor das categorias de melhor trilha sonora, melhores efeitos especiais, melhores efeitos sonoros e melhor som (4 estatuetas) e ainda foi indicado para melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro original, melhor fotografia e melhor edição (5 estatuetas).

Não assisti a todos os 10 filmes da lista, mas dos que já assisti “E.T. – O Extraterrestre” foi um o primeiro que eu vi e disse: “esse merece”. Sou fã declarado de Hitchcock e Star Wars, mas acho discutível a presença de seus representantes. Já esse filme é simplesmente indiscutível, pois além de muito bem feito (em todos os aspectos), apresenta uma história emocionante, engraçada, envolvente e que é capaz de agradar a qualquer um, humano ou extraterrestre.

“E.T. phone home”
– E.T.

Related Posts with Thumbnails