Você tem que assistir Breaking Bad, sabe o porquê? Te darei 7 motivos.

Quando estava pedindo dicas sobre novas séries – recebi muitas em um post que fiz ano passado – uma série em especial me chamou a atenção e não foi Breaking Bad, digo logo sem meias palavras. Li a sinopse da série, dei uma olhada nas imagens e nunca acreditei que ela seria interessante. Só que depois de tantas insistências, em especial as que vinham de um colega de trabalho chamado “Jotazêr” (sim, este é o nome da criança), resolvi dar uma chance a série. Resultado? De início eu não vi nada demais.

Mas eu ouvi um: “insista mais um pouco que ela melhora e muito”. Insisti e posso dizer, Breaking Bad é uma série FODA! Vale o caps lock, vale o palavrão, confiem.

Sobre o que se trata?

Na história acompanhamos a vida de Walter White (Bryan Cranston) um professor de química “insignificante” e que é diagnosticado com um câncer terminal. Ele é um brilhante químico, mas devido a alguns acontecimentos no passado leva essa vida “fuleira” e se vira para sustentar a sua esposa Skyler (Anna Gunn) e seu filho Walter Jr. (RJ Mitte), que sofre de alguns problemas motores.

Desesperado para deixar sua família em uma boa situação antes de sua morte, ele começa a produzir Metanfetamina (uma droga se você vive em Bambuluá) com um ex-aluno seu chamado Jesse Pinkman (Aaron Paul).

Simples, e louco como isso, é essa a história base. Mas se você ainda assim não está levando muita fé, direi aqui 7 motivos pelos quais você TEM QUE ASSISTIR esta série:

1 – Começa simples, mas possui um roteiro poderoso

O início parece até muito bobo e inofensivo, mas a medida que vamos avançando percebemos um roteiro poderosíssimo onde nada está ali por acaso, tudo é aproveitado (até mesmo aquele maluco que passa num comercial e está em todos outdoors da cidade) e os diálogos são impressionantes.

2 – Da AMC Tv

Para quem não sabe a AMC Tv tem outras séries deveras interessantes, dentre elas uma que é atualmente das melhores: The Walking Dead. Fora a série dramática de Zumbis o canal ainda exibe outras séries de sucesso como Mad Men e Hells on Wheels. Como fazer e como produzir, eles já sabem e muito.

3 – Personagens complexos

Começando pelo protagonista Walter White, que na primeira temporada ainda está um tanto quanto inocente mas à medida que vamos avançando ele vai mostrando diversas facetas, e algumas BASTANTE sinistras (quem assistiu a terceira e a quarta temporada sabe o que estou falando), e se estendendo até os demais coadjuvantes, todos os personagens reservam momentos surpreendentes. Tudo ao seu tempo, sem pressa.

4 – Qualidade de produção e técnica impressionantes

Toda a parte técnica é muito bem cuidada, a fotografia é linda, a trilha sonora é muito boa. A produção da série é praticamente impecável.

5 – Uma série premiada

Duas nomeações ao Globo de Ouro, mais de 30 prêmios conquistados e quase 80 indicações. É pouca coisa? O ator Bryan Cranston, por exemplo, já ganhou o Emmy três vezes seguidas como melhor ator de série de drama, desbancando nomes como Michael C. Hall (Dexter), Hugh Laurie (House) e Jon Hamm (Mad Men).

6 – Já tem data para terminar

Atualmente a série está em sua 5º, e última, temporada. São poucos episódios por temporada, a primeira mesmo só tem 7 episódios. Da 2º até a 4º temos 13 episódios cada e a 5º será dividida metade este ano e a outra metade em 2013. Dá tempo de assistir e pegar a season finale sem correria.

7 – Temporadas espetaculares

A 1º e 2º temporadas não são tão impressionantes, elas caminham bem e sem maiores alardes mas numa crescente interessante.

A 3º temporada é DEMAIS, eletrizante do início ao fim e com episódios MEMORÁVEIS.

A 4º temporada, por incrível que pareça, é melhor ainda. Não sei como conseguiram. E o desfecho dela então, é de levantar da cadeira e bater palmas.

Bom, acho que com isso já dá para, pelo menos, atiçar a sua curiosidade. Ainda não comecei a assistir a 5º temporada, estou esperando mais um pouco para ver alguns episódios na sequência.

Quem já acompanha a série, tem mais algum motivo para assistí-la que esqueci de mencionar? Ou estou maluco e a série não é nada demais?

PS: Quem tiver conta no Orangotag me adiciona (http://orangotag.com/user/marciomelo) e vamos trocar mais ideias a respeito de seriados.

PS2: Valeu JZ pela dica e insistência!

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

7 Comments

  1. Até me arrepiei com o texto relembrando os fatos da série. Estou esperando a quinta temporada andar mais também, porque não quero passar pela desagradável experiência de ter que esperar uma semana a cada episódio. Enquanto isso, estou assistindo tudo de novo, desde a primeira temporada.

    Nem sabia que a série tinha tantos prêmios assim, mas ela merece, sem dúvida.

    Um fator que acho importante, é que a série consegue trasmitir para o espectador os sentimentos reais de Walter. No início percebemos o quanto a vida dele é chata, você sente a chatice na sua pele assistindo a série. Depois passa a se sentir fodido tanto quanto Walter em algumas situações, tentando junto com ele pensar em como um determinado problema poderia ser contornado. Aí o roteiro vem e te mostra que você é burro, sabido mesmo é Walter.

    De nada Márcio.

    Post a Reply
    • Pois é meu caro, dei uma pesquisada e vi, muitos e muitos prêmios. Os do Emmy eu vinha acompanhando.

      É uma série que você precisa persistir um pouco no início, não que ela seja ruim de início, mas não é lá grandes coisas.

      De qualquer forma é uma série muito foda. E tem tudo para acabar muito bem, já que foi tudo planejadinho.

      Post a Reply
  2. Concordo com você que é a 1ª é boa e não tem nada demais, mas lembro que logo no S02E02 Vince Gilligan entrega um final de episódio parecido com um Season Finale.

    Eu comecei a acompanhar a série depois de ver Bryan Cranston ganhando todos os Emmys e não conformando com isso. Depois assinei embaixo a esta decisão.

    E sem falar nos inimigos do cara, que são cada vez mais perigosos. E absolutamente TODOS os episódios que são escritos e dirigidos por Vince Gilligan são impecáveis.

    Post a Reply
    • Isso Caio, tem toda a razão.

      E a próxima série que vou comentar aqui no blog será uma que foi dica sua e se tornou minha série favorita de comédia.

      Post a Reply
  3. Confesso que não sou um exímio fã de séries (acompanhei poucas na verdade) mas essa parece ser interessante. Vou correr atrás, valeu pela dica.

    Post a Reply
  4. Cara, concordo em tudo.

    Estou acompanhando Breaking Bad junto com a AMC, e olha, é um grande presente da TV gringa.

    Por ter data pra terminar (um dos seus pontos), pudemos ver um programa que foi PENSADO, e isso já é um grande diferencial quando se trata de televisão.

    Abraços!

    Post a Reply
    • Esse ponto é muito importante mesmo Adécio, a série ter um desfecho planejada e, além disso, não ser tão extensa. Pode até não ser garantia de que vai terminar muito bem, mas ao menoas diminue consideravelmente as chances de erro.

      Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Séries que não valem o seu precioso tempo - Porra, man! - […] se apaixonar e ficar vidrado em produções como “Game of Thrones”, “The Walking Dead”, “Breaking Bad”, etc.  Uma propaganda…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.