Roubo nas Alturas (Tower Heist)

Os últimos anos da carreira de Eddie Murphy foram marcados em sua maioria por filmes de gosto bastante duvidoso, aquele filão que alguns gostam de denominar de “filme família” (fazendo jus ao ditado que família a gente não escolhe, infelizmente já nasce com uma). Mesmo não o trazendo como protagonista “Roubo nas Alturas (Tower Heist)” pode ser considerado como o retorno de Eddie aos bons e velhos tempos em que fazia comédias e aventuras divertidas de verdade.

Na trama acompanhamos a vida de Josh Kovaks (Ben Stiller, “Trovão Tropical”) que é um gerente muito bem quisto pelos moradores e funcionários de um luxuoso prédio em Nova York. Um dos inquilinos, o milionário Arthur Shaw (Alan Alda) é preso pelo FBI por fraude e o grande problema é que Kovaks confiou o dinheiro de todos os funcionários a ele para investir. Engando por Shaw e vendo seus colegas de trabalho em ‘desespero’, Kovaks decide que a única saída é invadir a cobertura do ricaço (mesmo com toda a proteção policial) e recuperar toda a grana perdida. Para isso ele vai precisar contar com a ajuda de um ‘profissional’ na arte do crime chamado Slide (Eddie Murphy, “Dreamgirls – Em Busca de um Sonho”).

O filme começa um pouco lento mas serve para nos ambientar e conhecer alguns personagens importantes. Quando chegamos no momento em que Kovacs está montando sua “quadrilha” e arquitetando o plano para invadir a cobertura extremamente bem protegida do milionário picareta é que a diversão começa. Em todas as vezes que Eddie Murphy surge ele rouba a cena pra si e, mesmo sendo apenas um coadjuvante, é sim o destaque do filme que conta ainda com outros coadjuvantes interessantes como Matthew Broderick (o eterno Bueller de Curtindo a Vida Adoidado), Casey Affleck, Gabourey Sidibe (“Preciosa”) e Téa Leoni. Na linha de frente temos Stiller fazendo também um bom trabalho.

Servindo quase como uma paródia de filmes de roubo (como “Onze Homens e um Segredo”, por exemplo) “Roubo nas Alturas” consegue trabalhar muito bem com os clichês do gênero trazendo uma aventura divertida e bem bolada, inserindo ainda um “tema social” no meio sem soar forçado ou piegas.

O filme, infelizmente, passou um pouco despercebido pelas salas de cinema mas serviu, sem dúvidas, para mostrar que Murphy pode voltar à sua velha forma e ainda que é possível ter um bom entretenimento sem apelar tanto para as costumeiras baboseiras que vemos por aí.


Roubo nas Alturas (Tower Heist, 2011 – 104 min)
Comédia, Aventura

Dirigido por Brett Ratner com roteiro de Ted Griffin e Jeff Nathanson. Estrelando: Ben Stiller, Eddie Murphy, Casey Affleck, Alan Alda, Matthew Broderick, Téa Leoni, Michael Peña e Gabourey Sidibe.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

17 Comments

  1. Também achei que, finalmente, Eddie voltou ao “seu lugar”. Bom filme.

    Post a Reply
  2. Bacana saber que o Eddie Murphy está voltando… tenho curiosidade tb pelo Brett Ratner.

    Post a Reply
    • É, tem isso ainda, sr. Brett deu umas derrapadas com X-Men 3 e Hora do Rush 3 e aqui ele conseguiu fazer um trabalho legal.

      Post a Reply
  3. Eu fui com o pé atrás assistir esse filme e me diverti bastante.

    Post a Reply
  4. Sua critica deu 3 controles, mas pelos parágrafos finais, não houve nada que justificasse, não entendi. Você falou bem do filme e as únicas ressalvas foram que começa devagar e passou longe de nossas salas. Enfim, parece ser um bom filme. Acompanharei (agora que o megaupload saiu do ar e o filesonic ficou com medo e retirou conteúdos, vai ficar difícil).

    Post a Reply
    • Valeu pelo toque (lé ele) meu caro, serei mais atencioso nos próximos textos.

      Post a Reply
  5. Eu ia a assistir o filme, mas na semana que o vi em cartaz tinham outros na frente em termos de preferência e deixei ele para outra vez, nesta “deixada” não pude ver o filme mais, pois saiu de cartaz muito rápido.

    Eu estava vendo no Moviebox que a ideia principal do filme foi de Murphy e que ele coordenava tudo, somente depois foi que o Ben Stiller chegou. Talvez ele tenha a assumido a linha de frente porque tem mais poder e influência em Hollywood, enquanto Eddie anda bem por baixo.

    Onde vi sobre, sempre achei comentários positivos falando que o filme cumpre seu papel na medida, sem exageros.

    Post a Reply
  6. Eu fui deixando para assistir depois e quando percebi já tinha saído do cinema, é uma pena. Abraços Márcio!

    Post a Reply
  7. Eddie Murphy paga o ingresso de um filme que se levado a sério não vale nada, mas que se buscar diversão encontrará fácil fácil

    Post a Reply
  8. Não gostei é um pouco massante, sem muitos momentos engraçados.

    Post a Reply
  9. acredito que tenha ido com muita expectativa do filme devido aos atores, imaginei que fosse sair de lá com a barriga doendo de tanto rir..!

    Post a Reply
    • Te entendo, não é este tipo de filme (de rolar de rir) mas ele consegue ser divertido sim.

      Post a Reply
  10. o filme é massa…é muito engraçado..da pra rir um bocado com as palhaçadas do Eddie Murphy…eu só não concordei com o Cachorro no poster….ele num tem importância nenhuma no filme…dá a entender que ele faz parte da equipe….kkkkkk

    Post a Reply
  11. Um filme muito bom! eu gostei. Achei que o Ben Stiller, conseguiu mesclar momentos engraçados e sérios 🙂

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Vizinhos Imediatos de 3º Grau (The Watch) | Porra, man! - [...] trama conhecemos Evan (Ben Stiller, “Roubo nas Alturas”) que é gerente de uma loja de departamentos na sua pacata…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.