Missão Impossível 4 – Protocolo Fantasma

Quem já conhece as produções que trazem Ethan Hunt e alguns coleguinhas realizando missões aparentemente impossíveis já sabe muito bem o que lhe aguarda nos cinemas. Trazendo todos os elementos que são referência na franquia “Missão Impossível”, o quarto filme da série nos cinemas, “Protocolo Fantasma”, mantém o mesmo clima de aventura e ação trazendo ainda um pouco de humor com belos alívios cômicos.

Na trama acompanhamos mais uma vez a trajetória do agente Ethan Hunt (Tom Cruise, “Operação Valquíria”) que desta vez é desligado junto com toda a sua agência depois de serem acusados por um atentado na Rússia. Com o ‘protocolo fantasma’ ativado pelo presidente ele e sua equipe composta por Benji (Simon Pegg, “Star Trek”), Jane (Paula Patton, “Preciosa”) e Brandt (Jeremy Renner, “Guerra ao Terror”) precisa salvar o mundo e limpar o nome da IMF.

O filme já começa com adrenalina em alta com Ethan sendo resgatado de uma prisão, a partir daí a ação segue numa crescente passeando pelo mundo indo da Rússia até a Índia passando pela cidade de Dubai com direito a “passeio” naquele prédio mais alto do mundo – fico imaginando essa cena num IMAX, deve ser muito vertiginosa e imersiva – e ainda perseguição em meio a tempestade de areia. Fica claro em alguns momentos que a trama foi toda preparada apenas para seguirmos os passos dos personagens por estas grandes cenas de ação, mas apesar do roteiro não ser um primor em inovação, tudo é bem amarradinho e o filme, apesar de sua longa duração, segue a todo instante mantendo um clima de suspense e aventura capaz de deixar o espectador interessado do início ao fim da história.

Confesso que fico parecendo uma criança esperando um presente ao ver os ‘brinquedinhos’ tecnológicos que são utilizados pelos agentes durantes suas missões. Retina ocular com scanner, carrinho magnético que faz o agente flutuar dentro de tubulações mortais – fazendo uma clara alusão à cena clássica do primeiro filme e talvez preparando Renner para ser um futuro substituto de Cruise – e por aí vai. Os obstáculos ficam ainda mais complicados de serem ultrapassados aqui devido a falta do costumeiro apoio que os agentes da IMF sempre contam, trabalhando por conta própria o tom de urgência e o perigo fica mais eminentes nos presenteando com um pouco mais de emoção.

Toda a parte técnica, visual e de efeitos especiais é muito bem feita. O trabalho na parte da trilha sonora também é muito bem encaixado, e até mesmo a utilização da famosa música tema da série (que anos atrás era febre total nos toques de celulares) é bem comedida e certeira. Os créditos iniciais apresentando o nome da equipe e dos atores também é um show a parte.

O diretor Brad Bird veio de grandes sucessos no mundo da animação como “Gigante de Ferro”, “Os Incríveis” e “Ratatouille” e fez seu debut com um filme com atores reais de maneira excelente. Conseguiu manter as marcas registradas da franquia e ainda introduzir um pouco de humor com ótimos alívios cômicos trazidos por Simon Pegg que sabe fazer isso como ninguém. Os atores coadjuvantes foram bem escolhidos e trabalham de maneira bem interessante, até mesmo o eterno Lost Josh Holloway faz uma ponta.

Talvez a única coisa que não esteja em alta sintonia seja a construção do vilão que se mostra a todo instante um pouco desinteressante, até mesmo a atuação de Michael Nyqvist é bastante caricata e deixa a desejar se formos comparar com os vilões dos filmes anteriores. Mas é muito pouco para chegar a prejudicar o resultado final, que consegue se sobressair e entregar um ótimo entretenimento.

Não levava muita fé que fosse possível ainda fazer mais um “Missão Impossível” depois de tantas aventuras, ameaças mortais e mundias, ficava me perguntando o que mais eles poderiam inventar. Mas “Protoco Fantasma” além de entregar ótimos momentos de diversão deixa espaço aberto para mais continuações, provando que é possível fazer blockbusters (e lucrar mundo afora) entregando algo de qualidade e que caia no gosto de uma grande quantidade de pessoas.


Missão: Impossível 4 – Protocolo Fantasma (Mission: Impossible – Ghost Protocol, 2011 – 133 min)
Ação

Dirigido por Brad Bird com roteiro de André Nemec e Josh Appelbaum. Estrelando: Tom Cruise, Jeremy Renner, Paula Patton, Simon Pegg, Michael Nyqvist, Léa Seydoux e Josh Holloway.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

13 Comments

  1. TOM CRUISE É FODA ,QUALQUER COISA QUE ELE FAÇA SEMPRE DÁ CERTO, AINDA NAO ASSISTI ESSE,MAS NAO VI ATÉ AGORA ALQUEM FALAR MAL DESSE FILME.E O MELHOR DE TUDO É QUE TEMOS DOIS COLÍRIOS NO FILME:O TOM E O JEREMY RENNER ,MELHOR QUE ISSO IMPOSSÍVEL.

    Post a Reply
    • Pior que é, mas ainda bem que o filme é tão legal que isso fica “de lado”.

      Post a Reply
  2. O vilão não é ruim ele é apenas um estepe na trama, uma ferramenta, não há o que ser desenvolvido nele por conta disso e muitas pessoas se deixaram levar por isso, sinceramente? Eu prefiro um vilão assim neste tipo de filme do que aquele antagonista chato, cheio de discursos nas cenas finais tentando justificar suas ações. É bem patético. Acho que este ponto foi um dos mais acertados em MI 4. Boa análise Márcio.

    Post a Reply
  3. eu achei muito legal! Tenho que falar dele no blog huahuahaua

    Post a Reply
  4. Esse filme é bem legal mesmo, preciso ver Velozes e Furiosos 5 antes de dizer que esse é o melhor filme de ação do ano.

    Post a Reply
    • Não tive vontade alguma de ver Velozes e Furiosos 5, tenho a curiosidade mórbida por causa nas cenas do Rio (que é em Porto Rico na verdade) hehehe. Vou esperar sua análise para ver se encaro ele ou não.

      Post a Reply
  5. Concordo em tudo, mas as ‘inovações’ tecnológicas me deram um certo susto. Quando vejo ele usando um iPad, um iPhone, scanner de retina, enfim… Coisas que a gente já viu, eu fico me perguntando se nossa imaginação para coisas ‘futuristas’ acabou ou se já chegamos no limite mesmo.

    Post a Reply
    • É um ponto interessante este que você tocou Kamila, talvez seja o medo de errar feio, porque se assistirmos algumas produções passadas sobre o futuro (que é o agora) dá pra ver que é completamente diferente da realidade, tem muitos filmes futuristas passados que sequer se pensou em celular e etc, enfim.

      É mais provável que seja preguiça mesmo, acho que vocÊ tem razão!

      Post a Reply
      • É. Isso me frustrou um pouquinho. A gente sempre espera isso da franquia, né?

        Post a Reply
        • Com certeza, mas pelo menos mesmo chegando ao quarto filme ainda é divertido e tem espaço para mais continuações. Vamos torcer para que inovem mais nas “treconologias” para o próximo

          Post a Reply
  6. eu na Estréia e achei o filme ótimo…ação sensacional do começo ao fim…o filme é de tirar o folego..só fica atrais do terceiro mais é um dos melhores da série..parece que a cada sequencia as misssões vão ficando mais impossíveis de se realisar…a melhor equipe formada por Ethan Hunt(Tom Cruise)….muito massa aos amantes da ação sem limites esse filme é um Prato Cheio!!

    Post a Reply
  7. Quero assistir, gosto muito da série. Só não entendo isso de “a diferença é que dessa vez eles não contam com a ajuda da agência”, oras, já era assim no primeiro filme, nenhuma novidade…

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Rock of Ages - O Filme | Porra, man! - [...] atrás de seus sonhos de virar um grande cantor e ter fama, coisa que Stacee Jaxx (Tom Cruise, “Missão…
  2. Oblivion - Porra, man! - [...] após um ataque alienígena no ano de 2077, acompanhamos a vida de Jack Harper (Tom Cruise, “Missão Impossível –…
  3. Um momento em Nova York com Léa Seydoux - Porra, man! - […] Léa Seydoux é uma atriz e modelo francesa que já fez participações em grandes filmes como “Missão Impossível 4”…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.