A Hora do Espanto – 2011

 

Nome: Fright Night – 2011

Direção: Craig Gillespie

Elenco: Colin Farrell, David Tennant, Christopher Mintz-Plasse, Anton Yelchin, Imogen Poots, Toni Collette, Dave Franco Reid Ewing, Will Denton.

Sinopse: Charley está namorando uma garota popular, anda com os caras descolados da escola e como consequência se afastou dos seus dois grandes amigos nerds pois tem vergonha dessa amizade. Quando um  estranho homem chamado Jerry se muda para a casa vizinha, ele começa a desconfiar que o cara é o responsável pelo desaparecimento de um dos seus amigos… e o pior, o novo morador da cidade é um vampiro.

 

 

 

Nunca fui uma grande fã do filme A hora do espanto (1985) mas muitos consideram este um clássico. A simplicidade do filme o fez conquistar o coração de muitos telespectadores que viram esta película quando ainda eram crianças e apesar de ser um filme de terror assustador é uma aventura muito eficiente. Eu li as notícias a respeito da produção de um remake e não fiquei muito animada. Nem mesmo conseguia visualizar o Colin Farell no papel de Jerry Dandridge e o trailer não ajudou muito. Demorei pra ver o filme mas tive uma grata surpresa.

Com um ar clássico de filme para sessão da tarde esse remake é bem funcional e nos dá aquele gostinho de aventura típico dos filmes dos anos 80. Charlie é uma espécie de ex nerd que tornou-se popular e agora tem vergonha do passado e dos antigos amigos. Quando um dos seus companheiros desparece, Ed, tenta convencer Charlie que um vampiro se mudou para sua rua e provavelmente sumiu com o amigos deles.

Obviamente Charlie não dá muita bola para Ed e tenta concentrar-se na sua bela namorada mas quando percebe que o tal vizinho Jerry tem hábitos estranhos como nunca aparecer durante o dia e por ser um vampiro clássico não pode entrar em um local sem ser convidado, não se expõe ao sol, explora sua sensualidade com convicção… e um momento que vale ser ressaltado é quando Charlie tenta resgatar uma pessoa na casa do vampiro e a cena de gato e rato é muito bem construída com final inesperado.

Como no filme original não achei tão empolgante assim e nesse remake posso dizer que o resultado foi bem divertido. Quem sabe minha falta de expectativas ajudou mas quem é fã do clássico pode se decepcionar com algumas mudanças no roteiro. Abaixo você confere alguns dos personagens no original e no novo A hora do espanto!

Peter Vincent

Amy

 

Jane

 

Charlie

 

Jerry

Related Posts with Thumbnails

Author: Dani Vidal

Dani Vidal (@danividal) é formada em Relações Públicas e autora do blog Feminina. Apesar de não dispensar um terror recheado de zumbis, chora copiosamente com um bom drama. Acho que nossa postura com a sétima arte é como se achar técnico de futebol. Ninguém é especialista mas todo mundo tem uma opinião e adora criticar a escalação.

Share This Post On

7 Comments

  1. Pô Dani,

    tá dizendo que esse é um da lista “trailers que me enganaram”, porém esse foi pra bom? Pq eu vi o trailer e honestamente não fiquei nem um pouco afim de assistir …

    Post a Reply
    • Voltando aqui após ter assistido! Vou te dizer Dani: o filme realmente é bom. Colin mandou muito bem nesse vampiro e olha que não curto o estilo dele. De fora que achei a adaptação muito boa no geral.

      Cadê você que não recomenda mais nenhum filme de terror? 🙂

      Post a Reply
      • Tem razão Fabio,
        estou em falta por aqui… mas também o chefe não pega no meu pé ai fico solta 🙂
        Mas tenho vários filmes iniciados e não terminados.. vou resolver isso logo!

        Post a Reply
        • Nem tenho envergadura moral para pegar no seu pé Dani, você é editora chefe dos filmes de terror, você que manda!

          Post a Reply
  2. Eu assisti esse filme na cara e na coragem (em uma tarde em que nada tinha para se fazer), mas confesso que não fiquei muito decepcionado.

    Tipo, o filme é recheado de clichês por exemplo: o cara que diz não, depois diz sim [Petter Vincent] e ajuda o “herói” (Charlie), ou um único meio de salvar quem tinha sido transformado em vampiro que é conseguido sem muito esforço pelo “herói”.

    Mas mesmo assim, é como você disse, tem um clima sessão da tarde. Diverte um pouco.

    Post a Reply
  3. Muito bom…superou sem duvidas o original…e tomara que tenha um segundo filme..suspense muito bem colocado…divertidinho também….Colin Farrell se encachou perfeito no papel do vampiro..no final é um bom Remake!!

    Post a Reply
  4. o filme até que é legal, mas o de 1985 é bem melhor!

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. O Vingador do Futuro (Total Recall) - 2012 | Porra, man! - [...] trama, ambientada em um futuro distante, acompanhamos a vida de Douglas Quaid (Colin Farrell, “A Hora do Espanto”), um…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.