Sábado a noite e a dobradinha da depressão da Rede Globo

Pouca gente sabe, mas a Rede Globo de Televisão desempenha um importantíssimo papel social com sua programação do sábado a noite. A dobradinha da depressão, composta pelo programa “humorístico” Zorra Total e o Super Cine estão na grade da emissora com a missão de te tornar uma pessoa melhor, de fazer você sentir a incrível necessidade de sair de casa neste dia e horário e socializar na rua, ao invés de perder seu tempo com algo tão deprimente.

'Zorra Total' [GRANDE]

Qualquer ser humano que tenha uma capacidade intelectual maior ou igual a de um cachorro, ao assistir o Zorra Total, percebe imediatamente que seu lugar no universo não é aquele, não é em casa sábado a noite vendo aquilo, tentando de alguma forma rir. O programa é montado de tal jeito que faz com que a pessoa sinta um desejo imperativo de sair de casa, é nesse momento que muitos dizem: “nunca mais!”.

Mas existem aqueles que acham que não foi o suficiente, que acham que a depressão é linda (talvez por ter assistido e gostado de “Melancolia” de Lars Von Trier) e conseguem sobreviver ao “humor” refinado deste programa. É aí que vem o golpe final, o tiro de misericórdia: Super Cine e sua vinheta feita para cortar os pulsos. Vejam, se tiverem coração forte:

Essa musiquinha dessa vinheta é mesmo de matar, é a depressão e derrota em formato musical. O pior é que não fica só nisso, os filmes que passam são geralmente produções obscuras que nem em locadoras são encontradas e os temas invariavelmente giram em torno de traição, problemas conjugais e por aí vai. Nessa hora a pessoa pensa: “Eu aqui vendo esta porcaria e ela(e) deve estar se divertindo com outro(a) agora”. Eu acho um golpe um pouco duro, mas se a pessoa já sobreviveu ao Zorra Total, à vinheta da depressão e ainda está assistindo algo assim é porquê precisa mesmo de um tratamento violento e forte para se tornar um indivíduo melhor.

E tem gente que diz que na Tv aberta só tem porcaria, mas poucos sabem que tudo faz parte de um plano maior e, ainda bem, que existem coisas como a “dobradinha da depressão” para te fazer sair de casa, principalmente no sábado a noite.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

19 Comments

  1. Você se supera! hahahah ;*

    Post a Reply
  2. Márcio,

    excelente post meu véio. A sua crítica é totalmente fundada. Porém, o que mais me dói é saber que essa opinião não é unânime … tanto não é que essa porcaria tem lá sua audiência … Podemos citar aqui vários fatores (injustos) para tal audiência. Mas no final das contas se dá retorno pra eles, ficará no ar ainda um bom tempo. #quemerda

    Post a Reply
    • Bom Fábio, eu penso assim:

      Eu acho uma grande perda de tempo este Zorra Total, acho um programa realmente deprimente e tudo mais. Só que, quem sou eu pra dizer o que cada um deve assistir? Se a pessoa realmente se diverte com Zorra Total, BBB, novelas e afins, bom pra ela. Eu procuro fazer outras coisas hahaha.

      O post foi mais num tom satírico mesmo, não é que todos tenhamos a obrigação de SEMPRE sair no sábado a noite, mas as vezes ficar em casa nesse dia me deixa triste. Ligar a tv e deparar com essa dobradinha da depressão pode ser uma tarefa muito difícil hehehe

      Post a Reply
  3. O Zorra Total até tem alguns bons atores e uns quadros com idéias interessantes. O problema é que todo sábado é a mesma coisa e isso estraga o programa. Mas parece que os programas de humor da Globo tem que seguir essa fórmula para agradar o público.

    Post a Reply
    • É aquele círculo vicioso, com telespectadores cada vez menos exigentes e a programação da tv cada vez mais rasa e pior, acontece também no cinema.

      Post a Reply
  4. Isso deve inflar fortemente o ego de quem o faz.

    – Aê Robinson, sábado passado ZEREI Zorra Total e Super Cine!!!
    – Vissshhh véi, como cê feis isso?! Cê tá brincando né?!
    – Sô guerrero mano!
    – Uélito, cê é a única pessoa viva que eu conheço que conseguiu isso!
    – Sô fodão né?! Diz aí…

    Post a Reply
    • Pois é, se a pessoa não se matar depois dessa e conseguir zerar a dobradinha da depressão, ela está pronta para enfrentar qualquer problema na vida.

      Post a Reply
  5. ainda bem que eu tenho a via embratel com meu pacote cinema total eu posso ver os filmes que eu quiser, na hora que eu quiser sem me preocupar as programações podres das emissoras!!

    quem era eu algum tempo atrais que ficava até tarde esperando a tela de sucessos ou o cine espetacular do sbt…assistia tela quente depois da novela ou depois do bbb e o super cine depois do zorra..isso não me pertence mais!!

    Post a Reply
  6. uahuahua.. pegou pesado, mas é isso aí. Não suporto a programação da tv aberta, pioneirismo da “grobo” e uma babaquice das demais… só o canal cultura se salva e beeeeem arrastado. Agora me diga, você viu o remake de A Hora do Pesadelo com Colin Farrell?

    Eu assisti e não fiquei muito satisfeito. Depois critica ai valeu? Abraço.

    Post a Reply
    • Eu ainda não assisti meu velho, mas devo fazer isso e colocar uma crítica se não nessa semana, na próxima.

      Post a Reply
  7. E na saideira tem Altas Horas, de cortar os pulsos.

    Post a Reply
  8. Putz! Me sinto mal DE VERDADE com a vinheta de abertura do Super Cine.
    Depressão em formato musical..

    Post a Reply
  9. Pior que tem gente que gosta a minha noiva por exemplo já passei por esse “Teste de fogo” vi o zorra total e o supercine o filme era o “max payne” o que não fazemos por amor né sorte que depois eu não vi o altas horas alias baixas horas rsrs.Opinião pessoal minha zorra total e super cine é que nem mulher feia entra na sua vida e não sai mais é isso que acontece com quem assiste a esses programas.

    Post a Reply
  10. Olá, adorei o post, aliás, comecei a seguir seu blog desde quando vi o “Esse era bala” com o filme Surf no Hawai, e o que dizer dessa dobradinha da Globo… Pura depressão mesmo! Ficar em casa aos sábados já é deprimente, ficar assistindo isso então, só se estiver louco! Muito bom, sucesso aí!

    Post a Reply
    • Michele, fico feliz de verdade com tuas palavras 🙂

      Bom, vou até te adiantar o próximo “Esse Era Bala!” que devo lançar até o dia 23 de outubro 2011…. “Armação Ilimitada” 🙂

      []´s

      Post a Reply
  11. Aqui em casa só minha mãe que ve essas porcarias, nunca gostei de novela,BBB…e por ai vai ,só vejo supercine quando passa um filme que eu gosto msm, + é bem difícil.

    Post a Reply
    • O lance do supercine é mais a vinheta com a musica depressiva hehehe

      Post a Reply
  12. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Depressão pura mesmo…
    Quando procuro em uma outro
    canal algo um tanto melhorzinho,
    so acho coisa pior,tipo:
    1000 e 1001 noites,Cine Belas Artes(que não tem nada de arte rsrs),
    Legendários (putz que péssimo!) e o pior Amaury júnior,que me faz
    sentir me extremamente pobre e em profunda depressão mostrando aqueles
    lugares lindos,que provavelmente nunca colocarei meus pés.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Espelho, Espelho Meu (Mirror, Mirror) | Porra, man! - [...] Por fim temos, para completar, um príncipe que parece ter saído de alguma esquete do “Zorra Total” e alguns…
  2. Até Que a Sorte nos Separe | Porra, man! - [...] pareça o nível do humor não chega a ser tão ruim como, por exemplo, o que é apresentado no …
  3. S.O.S Mulheres ao Mar | Porra, man! - […] salva mesmo em “S.O.S Mulheres ao Mar” é a participação da atriz Thalita Carauta (que faz Zorra Total), ela está…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.