Ver Cameron Diaz num papel politicamente incorreto até a alma parecia muito promissor, mas é uma pena que “Professora Sem Classe (Bad Teacher)” fique só na promessa de um filme divertido. O que você espera de uma comédia deste tipo? Rir pra valer? Tirando raros lampejos de diversão e uma ou duas situações realmente engraçadas (está cada vez mais difícil rir das mesmas piadas já vistas no trailer), o filme caminha num ritmo bastante moroso e desinteressante.

Taí um empreendimento que faria sucesso

Na trama acompanhamos Elizabeth (Cameron Diaz, “Jogos de Amor em Las Vegas”), uma professora totalmente fora dos padrões que tem como objetivo na vida arrumar um marido rico que a banque. Depois de ser dispensada por um milionário, ela acredita que quando implantar cirurgicamente dois belos pares de peitos sua vida irá mudar e ela conseguirá finalmente fisgar um cara rico como o novo professor substituto (Justin Timberlake, “A Rede Social”) que aparece no colégio onde ela leciona.

Tanto o diretor Jake Kasdan quanto os roteiristas Gene Stupnitsky e Lee Eisenberg (que são responsáveis pela ótima série “The Office”) não conseguiram aproveitar bem o material que tinham em mãos. Uma professora gostosa, trambiqueira, viciada em álcool e drogas (nunca pode faltar a piada das pessoas se drogando) e totalmente sem escrúpulos – vale esculhambar, ofender e até mesmo bater em seus alunos – em busca de um objetivo fútil como aumentar seus seios para conseguir alguém que a banque deveria, por mais absurdo que isso possa parecer, render momentos muito mais engraçados e divertidos do que os apresentados. Na maior parte do tempo, o espectador fica refém de uma história que parece não sair do lugar, que demora para começar e que nunca engrena de verdade.

Diaz, Segel e Timberlake

Do elenco, apesar do bom trabalho de Cameron Diaz que está totalmente à vontade no papel, o destaque fica para Lucy Punch que está simplesmente fantástica como a professora “rival” de Elizabeth. Outra que rende bons momentos é Phillys Smith (lembrando bastante sua personagem na série “The Office”). O restante está no máximo “ok”, com exceção de Justin Timberlake, já o elogiei tanto em outros trabalhos mas seu personagem já é ruim e ele faz questão de piorar entregando uma atuação nada inspiradora.

Daria até pra relevar a liçãozinha boba de amor (e de vida também) que o desfecho nos entrega caso eu tivesse me divertido e dado boas risadas, mas fica complicado quando uma comédia com uma premissa tão legal falha no básico, uma comédia que não é engraçada o bastante não serve para muita coisa. É tipo “fazer sexo” totalmente vestido, não rola né?


Professora Sem Classe (Bad Teacher, 2011 – 92 min)
Comédia

Um filme de Jake Kasdan com roteiro de Gene Stupnitsky e Lee Eisenberg. Estrelando: Cameron Diaz, Jason Segel, Justin Timberlake, Lucy Punch, Phyllis Smith, John Michael Higgins, Kaitlyn Dever e Matthew J. Evans.

Related Posts with Thumbnails