Em 2009 “Se Beber Não Case” conquistou tanto a crítica quanto o público e foi eleito por muitos como a ‘comédia do ano’. A segunda parte chegou aos cinemas com toda a ‘responsabilidade’ que o sucesso do filme anterior conquistou e a sensação que fica é que, apesar de ser divertido na maior parte do tempo, é apenas uma nova cópia do que já tinha sido feito sem muitas surpresas (ou nenhuma) .

Quem vai casar agora é Stu (Ed Helms, “The Office”) na longínqua Tailândia. Seus amigos Phil (Bradley Cooper, “Sem Limites”, “Esquadrão Classe A”), Doug (Justin Bartha) e até o insano Alan (Zach Galifianakis) viajam junto com ele para a festa. Depois de tudo o que aconteceu em Las Vegas o que Stu mais quer é que nada dê errado e por isso evita farras e bebidas. Mas é óbvio que tudo dá errado novamente.

Estamos em outro país mas, em sua essência, a trama é idêntica a do primeiro filme. Se tínhamos um bebê agora temos um macaco, quem some agora é uma outra pessoa, Stu não perdeu um dente, fez uma tatoo na cara e, depois de uma noite de farra, eles acordam em um local estranho sem lembrarem do que ocorreu e como foram parar ali.

De fato o filme continua divertido, os atores estão bem à vontade nos papéis e as situações aqui são mais cruéis e ‘ampliadas’, mas falta a genialidade e as situações inesperadas do primeiro filme. Somos conduzidos sem surpresas, sabemos de antemão tudo o que vai acontecer exatamente e claro, quando chegamos ao desfecho e surge um sujeito com um celular na mão dizendo “caras olhem só…”, todos já sabem que é hora se subir os créditos com algumas fotos reveladoras.

No elenco temos um Ed Helms fazendo um Stu mais afetado (por vezes exagerado) – me expliquem a cena em que ele faz uma canção para toda a tristeza que Alan causa a ele, uma homenagem aos fãs de Bernard em The Office? – e Zach Galifianakis com um Alan extremamente cativante de tão insano. Ainda temos algumas participações especiais como a de Paul Giamatti (“A Minha Versão do Amor”). O restante do elenco não compromete e garante algumas boas risadas.

Fica aquela sensação de cópia xerox do primeiro filme (alguns juram terem ouvido sussurros dizendo que os responsáveis são apenas mercenários). Mesmo assim “Se Beber Não Case – Parte 2” reserva alguns bons momentos e algumas cenas bem divertidas. Consegui dar algumas risadas, mas não gargalhei e passei tão mal de chorar de rir quanto em 2009. Para quem gostou do anterior, ainda que não vá ser surpreendido por nada, pode assistir sem medo que, na pior das hipóteses, vai valer alguns minutos de distração.


Se Beber, Não Case! Parte 2 (The Hangover Part II: Comédia, 2011 – 102 min)

Dirigido por Todd Philips com roteiro de Craig Mazin e Scot Armstrong. Estrelando: Bradley Cooper, Zach Galifianakis, Ed Helms, Justin Bartha, Ken Jeong, Paul Giamatti, Mike Tyson, Jeffrey Tambor, Mason Lee, Jamie Chung, Yasmin Lee, Aroon Seeboonruang e Nick Cassavetes.

Related Posts with Thumbnails