Passe Livre (Hall Pass)

Os irmãos Farrelly são conhecidos por suas comédias “exageradas” e que buscam o riso de uma forma que nem todo mundo aprecia, abusando por vezes de escatologias e besteiróis diversos como em “Debi & Lóide”, “Eu, Eu Mesmo e Irene”, “Antes Só do que Mal Casado”, dentre outros. Apesar dos exageros e do previsível final burocrático, trata-se de um filme que consegue divertir por ser apoiado num argumento interessante para uma comédia.

Na trama conhecemos dois amigos Rick (Owen Wilson, “Marley e Eu”) e Fred (Jason Sudeikis) que estão casados e recebem de suas esposas 1 semana de passe livre, onde podem viver como solteiros sem culpas e depois voltar a vida de casados. O que parece um grande prêmio a primeira vista acaba sendo uma grande jornada de confusões (do barulho).

De fato os passos iniciais são bem interessantes e divertem com situações bem humoradas, mas os Farrelly mostram o seu lado mais “maroto” em cenas inacreditáveis. Teve uma, a mais polêmica e que faz gerar muitas dúvidas em relação a censura/classificação do filme que foi tão brutal (eu ri mais por não crer do que pela situação em si) que fez uma família sair da sala onde estava assistindo ao filme por estarem os pais acompanhados de seus filhos. A tal cena é simplesmente absurda e desnecessária.

O elenco trabalha de forma correta sem muito o que reclamar, com destaque para Jason Sudeikis que está realmente hilário. Outro ponto positivo é o grandão desajeitado “Hogworts” interpretado por Stephen Merchant que é um dos criadores da série “The Office” (a original inglesa).

O desfecho do filme acaba indo prum lado mais piegas e “careta”, ainda assim, todo o caminho que se segue, mesmo com tanto besteirol e merda que se espalha pela parede (literalmente), consegue arrancar algumas boas risadas para os que aceitam vez ou outra trabalhos mais escrachados. Algumas pessoas podem acabar se ofendendo mais do que se divertindo, estive a maior parte do tempo rindo e achei um trabalho realmente divertido apesar do “grotesco” prevalecer em alguns momentos.

PS: Não saiam antes dos créditos.


Passe Livre (Hall Pass – Comédia, 2011)

Um filme de Peter e Bobby Farrelly com Owen Wilson, Alyssa Milano, Jenna Fischer, Christina Applegate, Jason Sudeikis, Richard Jenkins, Vanessa Angel, Stephen Merchant, Tyler Hoechlin, Alexandra Daddario, Lauren Bowles, Nicky Whelan, Larry Joe Campbell, Zen Gesner, J.B. Smoove e Carly Craig.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

8 Comments

  1. Fugi um pouco desse filme. Os irmãos Farrely às vezes exageram na dose e acaba saturando o filme com piadas (sexuais) forçadas. Depois que vi “Antes só do que mal casado” fiquei com essa impressão, mas vou dar uma chance e tentar conferir esse novo filme deles.

    Post a Reply
  2. Man, também achei a tal cena desnecessária. Cheguei a ficar um pouco aliviado da minha companhia não poder ter ido comigo (poderia pegar mal pra mim, já que seria a 1ª vez que ela iria comigo ao cinema, hehehe).

    No mais, eu também curti o filme e não acreditei que, depois de ser politicamente incorreto, eles resolveram colocar um final clichê.

    Post a Reply
  3. Quero muito ver esse filme, os irmãos Farrelly são gênios. Faltou citar o filme mais importante: Quem vai ficar com Mary?

    Post a Reply
    • Não acho eles “gênios”, fazem filmes bem divertidos e escrachados só isso.

      E realmente faltou colocar “Quem Vai Ficar com Mary”!

      Post a Reply
  4. eu gosto muito dos filmes dos irmãos Farrelly…eu irei ver esse filme concerteza!!

    Post a Reply
  5. É isso, a cena é desnecessária mesmo, e o filme em si é bobo. Mas, dá pra dar algumas risadas.

    Post a Reply
  6. muito bom esse filme….eu quase chorei de tanto rir..eu adoro esses tipos de filmes escrotos..sensacional!!

    Post a Reply
  7. ha, na moral va se f…. Quem nao achou graça nesse filme, tirando realmente a “cena” desnecessaria, no demais ja fazia um bom tempo q nao ria tando num filme de comédia, filme simples objetivo e como o genero ja diz é comedia pohhhaaa! Se eu quisesse ver um filme com história conteúdo, assitiria um drama….

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tudo Por Um Furo | Porra, man! - […] de ter sido demitido ao mesmo tempo que teve que engolir a sua (ex) esposa (Christina Applegate, “Passe Livre”)…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.