Inverno da Alma (Winter´s Bone)

Adaptado do romance de Daniel Woodrell, “Inverno da Alma (Winter´s Bone)” leva até o cinema uma faceta americana pouco exibida e conhecida. Não fossem as 4 indicações ao Oscar (melhor filme, roteiro adaptado, atriz principal e ator coadjuvante) dificilmente veríamos passando em nossas salas e, confesso, de todos os 10 indicados ao prêmio de melhor filme deste ano foi o que menos me agradou.

A trama segue a difícil história de Ree Dolly (Jennifer Lawrence) que no alto dos seus 17 anos tem que tomar conta de sua família sozinha, seus dois irmãos mais novos e sua mãe que enfrenta problemas de saúde mental. Além de todos estes obstáculos, ela precisa encontrar seu pai que desapareceu de um julgamento onde ele colocou como garantia de fiança a casa em que eles vivem.

Com um início bastante investigativo e sombrio, como se estivéssemos em um daqueles bons filmes policiais, “Inverno da Alma” vai desenhando aos poucos tudo o que aconteceu. A excelente performance de Jennifer Lawrence já pode ser apreciada desde os primeiros minutos, hora se comportando como uma verdadeira mãe para os irmãos mais novos, hora dura e determinada com os ‘maus’ elementos que vamos conhecendo pelas redondezas. O trabalho de John Hawkes como coadjuvante (o tio da garota) é melhor apreciado mais na metade pro final da trama.

Ainda que possua excelentes atuações e seja um daqueles trabalhos perfeitos para os teóricos cinematográficos (acho que nem existe isso) se deliciarem, “Inverno da Alma” como entretenimento é praticamente nulo. O filme é tão denso que faz com que as cenas de clímax sejam completamente “sem alma”.

Definitivamente não é um trabalho que me agrada, talvez para os estudiosos de cinema e críticos profissionais seja mesmo um grande filme digno de estar entre as 10 melhores produções do ano, para mim, um analista de sistemas que escreve por mera ousadia sobre filmes neste modesto blog, acredito que a classificação “regular” condiz mais com o que (não) senti assistindo a esta obra.


 

Inverno da Alma (Winter’s Bone: Drama,  2010/2011 – 100 min)

Dirigido por Debra Granik com roteiro de Anne Rosellini e Debra Granik adaptando romance de Daniel Woodrell. Estrelando: Jennifer Lawrence, John Hawkes, Kevin Breznahan, Garret Dillahunt e Lauren Sweetser.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

14 Comments

  1. Mais um que não vi Marcio. Tenho tendência a gostar, pelo fato de gostar bastante de dramas, hehe Mas, pelo que ando lendo é tanta desgraça junta que chega a ser enjoativo. Enfim, espero ver em breve!!

    []s

    Post a Reply
    • Sei lá Alan, é forte, é denso, é de uma tristeza sem fim, mas sinceramente, não me agradou tanto.

      Post a Reply
  2. Sempre tive a impressao que ia gostar do filme, por outro lado nao estou tao ansiosa pra conferir. Gostei mto da atuação da Jennifer Lawrence em Vidas que se Cruzam, por isso que este me chamou a atenção. Vou ver, depois conto o que achei.

    Abs

    Post a Reply
  3. Concordo quando você diz que ele acaba passando do ponto, me incomoda também. Mas, tem suas qualidades, não apenas nas interpretações. Esse é um filme difícil mesmo.

    bjs

    Post a Reply
    • Difícil no sentido de gostar e comprar o filme né? A trama é bem “tranquila” de se levar, mas quando chega por exemplo o climax é um nada, um vazio. Não me tirou muito do lugar.

      Post a Reply
  4. Filme estranho, sombrio. Não cheguei à conclusão se gostei ou não. Fiquei meio confuso.
    O filme é realmente denso, mas é uma trama simples. Todos os personagens são escrotos, sem nenhuma compaixão. A menina toma porrada de todos os lados e amadurece desse forma. Na verdade o filme não leva a lugar nenhum.

    Post a Reply
    • Mais ou menos o que senti Frederico, por isso o classifiquei como ‘regular’, pra mim nem foi ruim, nem foi bom.

      Post a Reply
      • Aff… Atuação perfeita da atriz Jennifer Lawrence.Regular???Até eu que não sou fã de drama entendi o que o filme propunha…Inverno da alma!O tema por si só passa solidão e tristeza,a menina leva o mundo nas costas o filme todo se baseia na na solidão e desespero da menina e da família. Atuação impecável… elenco incrivél. Mais uma bola fora da sua critica!

        Post a Reply
        • A classificação é apenas um indicativo em relação ao filme como um todo, não a atuação da Jennifer Lawrence que, concordo, é muito boa.

          Não confunda as coisas.

          Post a Reply
  5. Concordo que a premissa é interessante, mas no geral torna-se frágil e até mediano – bem verdade, caminhamos com a personagem de Lawrence que, de fato, tem uma atuação magistral. Mas, acho que o roteiro e até a direção não consegue trazer os personagens tão próximos de nós. Não é por conta da tal “alma” fria, é limitação mesmo da construção do estudo dos personagens ali…o filme, por vezes, parece não sair do mesmo lugar e somente o talento perfeito de Lawrence consegue provocar alguma atração com o que vemos.

    Acho que a direção de Granik é muito, muito, correta…poderia ter ousado mais, acentuado mais, sei lá…não vejo esse grande filme como muitos acham, nem mesmo acho o desfecho ‘chocante’ como tantos acharam por aí. Na verdade, o final poderia ser mais delineado…e discordo da indicação ao Oscar de Hawkes e filme. Quem deveria ter sido indicado, no lugar dele, é Andrew Garfield por “A Rede Social”. E “Blue Valentine” é um filme mais denso e instigante que este, ao meu ver. Este sim poderia ter recebido a indicação de Filme…

    Bom, fico feliz em ver como Lawrence tem tido o reconhecimento, afinal é uma bela atriz. Gosto dela no “Vidas que se cruzam”, conhece? É muito melhor.

    abs

    Post a Reply
  6. Porra man, depois eu que sou o “incessensível” por não ter gostado de “Cisne Negro”. hehehehehe… Esse aí tem uma cotação maior no Rotten Tomatoes do que o Cisne. Mas enfim, depois que eu assistir comento melhor.

    Post a Reply
    • Porra man, ao contrário de você eu não baseio minha opinião em outros sites como o Rotten Tomatoes. Achei Cisne Negro excelente e não gostei muito de Inverno da Alma, pouco importa se o rotten diz o contrário, sinceramente.

      Post a Reply
      • Gostou de cisne Negro e não Gostou de Inverno da Alma???Aff

        Post a Reply
        • O que uma coisa tem a ver com a outra? São filmes COMPLETAMENTE diferentes, porque haveria de gostar dos dois? Qual o sentido deste comentário?

          Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Os 12 filmes mais esperados de 2012 | Porra, man! - [...] a loirinha lindinha Jennifer Lawrence (“Inverno da Alma”), Wes Bentley, Woody Harrelson e Elizabeth Banks. Adaptação de mais uma…
  2. Martha Marcy May Marlene - Crítica do Filme | Porra, man! - [...] Olsen) em uma performance incrível numa produção que possui algumas semelhanças com o filme “Inverno da Alma”, o queridinho…
  3. Crítica: Jogos Vorazes (Hunger Games) | Porra, man! - [...] uma Jennifer Lawrence (que já tinha saltado aos olhos da crítica no indicado ao Oscar de 2011 “Inverno da…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.