Um filme sérvio (Serbian Film – 2010)

.

Milos foi um conhecido ator de filmes pornôs na Sérvia mas resolveu deixar essa vida para trás, construiu uma linda família com uma esposa que o conhece bastante e lida bem com seu passado e um filho que o admira. Toda esta harmonia está prestes a mudar quando uma ex-parceira de trabalho convida Milos para fazer mais um filme com o obscuro diretor Vukmir, um magnata da indústria pornô. Ele sabe muito pouco sobre o roteiro e produção do filme, entende apenas que será uma espécie de Snuff Movie e que receberá uma pequena fortuna para fazê-lo. Quando Milos aceita a proposta, ele entra em um mundo onde sua vida jamais será a mesma.”


Em relação a Um Filme Sérvio (Serbian Film – 2010) eu simplesmente prefiro não colocar a famosa indicação dos controles, já característica do blog Porra Man. Isso aconteceu por vários motivos e um deles é que não pretendo indicá-lo a ninguém. Posso dizer que no momento em que apareceram os créditos finais senti algo muito ruim, uma mistura de vergonha por ter acompanhado este filme e também um pouco de vazio por imaginar que algo assim seria possível de acontecer com alguém.

Já assisti muitos filmes bizarros, me questionei qual é o limite que o cineasta pode chegar. Existem muitos filmes onde não apenas a temática é duvidosa mas a própria maneira de filmar incomoda; Holocausto Cannibal pode ter uma história interessante e apesar da brutalidade de algumas cenas entendo como uma forma de arte, o que não aceito é matar animais de verdade para usar as cenas no filme. Por isso boicotarei para sempre este filme. Quando nos deparamos com algo como Irreversível, experimentamos inúmeras sensações e percebi que Gaspar Noé inovou em um filme tão paradoxal que misturou a beleza de um conceito narrativo com a degradação moral e humana das personagens. Monica Bellucci deu uma aula de interpretação e terminamos o filme entendendo que apesar de chocados aquilo foi uma forma de arte. Por mais que Saló – 120 Dias de Sodoma, de 1976, me cause calafrios e não seja o tipo de filme que indico a ninguém, posso dizer que toda esta minha aversão está intimamente ligada a escatologia mostrada em cena. As torturas são brutais, os vilões asquerosos, a demência das cenas causa uma revolta dentro de você … mas para alguns é uma forma de arte, chocar baseado nos escritos do próprio Marques de Sade.

Acho que é neste momento que Um Filme Sérvio se diferencia destes outros. Pra mim ele cruzou a linha entre arte e imagens doentias sem propósito. Posso entender que a violência mostrada no filme precisa acontecer para fechar o círculo da história mas … qual história? O que de fato conta a história de Milos? Eu não entendo o objetivo disso e pra mim não há nada plausível que justifique certas coisas, principalmente quando envolve crianças. Por falar nelas, onde estão os pais dos atores menores de idade que contracenaram neste filme? Por mais que eles não estivessem presentes nas cenas, deve ter um jogo de cameras e depois a edição faz o resto, mas quando está tudo pronto e editado, uma mãe fica feliz ao ver o resultado?

Este filme nada me trouxe de bom. Ficarei por muito tempo com uma cena deste filme em minha cabeça e posso garantir que não é boa. Se mesmo assim você tiver interesse em assistir Um Filme Sérvio, não será tão fácil porque dificilmente chegará ao Brasil, foi proibido em alguns países como Itália, Grécia e França. Se você tem filhos, passe longe desse filme. Boa Sorte!

Related Posts with Thumbnails

Author: Dani Vidal

Dani Vidal (@danividal) é formada em Relações Públicas e autora do blog Feminina. Apesar de não dispensar um terror recheado de zumbis, chora copiosamente com um bom drama. Acho que nossa postura com a sétima arte é como se achar técnico de futebol. Ninguém é especialista mas todo mundo tem uma opinião e adora criticar a escalação.

Share This Post On

59 Comments

  1. Fiquei com tanto medo que agora acho que quero assistir ahhahahah.

    Quantos anos pra recuperar o trauma Dani?

    Post a Reply
    • Ahhhh não sei Marcio, mas quem sabe você nem fica traumatizado!!! Fica por sua conta =)

      Post a Reply
    • Vc é ridiculo e doente!

      Post a Reply
  2. Já estou adquirindo. Assitir um shocking movie de vez em quando é legal, hehehe.

    Quer ficar chocada com abuso de crianças ? Assista o documentário “Jesus Camp” que acontece de verdade e ainda é tolerado pela sociedade.

    Post a Reply
    • Não obrigada… prefiro não assistir.
      Acho que não é uma competição do que é mais bizarro ou não. Acredito que tem que haver um propósito para o que se leva a tela…
      Por mais que 120 dias de sodoma tenha sido incrivelmente bizarro, pra mim se justifica.
      Violência só por violência … gratuidade não vale a pena. Se no final eu tivesse um entendimento daquilo tudo quem sabe eu teria recomendado?

      Post a Reply
      • Mas aí que está. Jesus Camp está longe disso. É um alerta sobre a criação de crianças filhos de cristão fundamentalistas americanos.

        Não tem bizarrice nem violência física. Aliás, é capaz de muita gente assistir e não achar “nada demais”.

        Post a Reply
        • Vou dar uma conferida Marcelo…
          o problema é exatamente esse, um bando de gente que pra se fazer de cool, bancar o fodão … diz que não vê nada demais.
          =)

          Post a Reply
  3. Eu bem que tentei avisar mas não deu tempo.
    Para quem ainda tem dúvidas sobre assistir ou não, este filme está para o cinema trash o que Federais está para E o vento levou, Ben-Hur, Titanic e outras mega-ultra-hiper produções ganhadoras de trocentos Oscas cada.

    Em outras palavras, a escatologia de Os 120 dias de Sodoma misturada a Centopéia Humana é preferível a isto que envergonha e insulta a 7ª arte em todos os sentidos.

    Dani, mais uma vez, provou que é realmente uma mulher de coragem se jogando na frente da bala para salvar as nossas almas…

    Post a Reply
  4. Fui conferir esse filme depois de outra “indicação” da Dani Vidal ahsuahsuas
    Acho que tambem to pegando essa mania de querer ver filmes escatológicos
    Mas esse eu nao consegui gostar nem desgostar, sei la. Acho que se puxassem mais pro lado do terror psicológico eu ia gostar muito mais do filme, mas só tem cenas grotescas sendo jogadas sem nenhuma razão! No final não temos nem uma mensagem que justificasse tudo que foi mostrado…

    Post a Reply
    • Também gosto de ver umas podreiras =)
      E o pior é que independente de me falerem: Não veja! Se tiver afim eu vejo do mesmo jeito até porque eu tomo minhas posições por mim mesma e não pela opinião dos outros.
      .
      Concordo que poderia haver uma puxada pro lado do terror psicológico… teria um leque grande de coisas bizarras pra acontecer…

      Post a Reply
  5. Já que falaram de Filmow aqui, Dani e Márcio, vcs tem conta lá?
    Acompanho o blog ja faz um tempo, ia ser legal adicionar vcs lá… ainda mais é um site otimo pra cinéfilos xD

    Post a Reply
  6. Isso é algum tipo de psicologia reversa? Fiquei com vontade de assistir.

    Post a Reply
  7. Na ocasião em que tive o desprazer de ver este “filme”, pensei também em publicar uma critica no blog. Só o fato de ter que relembrá-lo, me desanimou profundamente. Parabens Dani, pela coragem em assisti-lo e escrever algo a respeito!

    Post a Reply
  8. Getro
    Eu escrevi logo depois de assistir ao filme. Mas nem entrei em muitos detalhes porque acho que não vale a pena =/

    Post a Reply
  9. Filme muito bom. Ri muito! Será que é a melhor comédia de 2011?
    Poxa, falando sério, quando o Milos matou um cara com uma pintada no olho, eu só pude rir.
    Indico esse filme a todos. Uma distração para toda a família, chame a vovó, o vovô , o papai, a mamãe, a irmãzinha.
    Grato.

    Post a Reply
    • Isso é sério? Que bosta… na real este filme deve ser igual Cannibal Holocaust, cheio de cenas trashs de necrofilia e de violencia sadomasoquista porém sem nenhum suspense e o real medo de susto que todos falam…

      Post a Reply
    • Essa cena foi totalmente… jogada lá por motivos desconhecidos. É como se o diretor tivesse pensado: ahn, já ta tudo muito doido mesmo, vamos adicionar um pouquinho de comédia agora só de sacanagem pra entrar pra alguma lista de “melhores mortes”

      Post a Reply
  10. Filme sem sentido e sem porque. O pior em todos os sentidos, o lixo do lixo do lixo do lixo… Dani concordo plenamente com teu comentário e pela clareza de visão. fico me perguntando se depois os pais das crianças guardaram cópias do filme no Curriculum dos filhos… Quando ficarem maiores e ver o filme será que vão ficar felizes por sua “participação artiística”?

    Post a Reply
  11. Oras, o filme teve uma moral clara e clássica para mim: “quando a esmola é demais até o santo desconfia”, concordam?

    O problema da violência é simples, ele se trata da forma como cada um lida com ela. Creio que filmes assim são perfeitos para racionalizar a violência fora da ótica tendenciosa das noticias e da vida familiar que somos bombardeados a todo instante desde tenra idade. É importante que peguemos aquele sentimento que temos em várias das cenas e aprendamos a lidar com ele, torna-lo benéfico e construtivo, de modo a nos tornarmos pessoas mais bem resolvidas em relação a este tema e, consequentemente, pessoas muito menos violentas.

    Na minha opinião, o diretor até maneirou na dose. Muitas vezes o ângulo da câmera não mostra a cena com total clareza e, quando a mostra, é por pouco tempo.

    Esses filmes tentam entrar em contato com o monstro que guardamos bem por dentro. Pessoas que se sentem extremamente ofendidas por esse tipo de filmes são as mesmas que não conseguem lidar e dialogar com esse monstro. E, pela falta de diálogo, as que tem mais medo de serem tomadas por ele quando o mesmo quebrar seus grilhões.

    Post a Reply
    • Hah, o Albergue ta num nível de violência totalmente diferente. Albergue deve ser comparado com Jogos Mortais, estão no mesmo nível; mas quando comparado com A Serbian Film, é como se Albergue fosse um conto da Disney.

      Post a Reply
  12. Realmente, o filme é chocante, ultra-violento, mas… vou defendê-lo rsrs. Eu gostei, não achei as cenas violentas desnecessárias, vejo que elas estão no contexto e o diretor foi muito corajoso e criativo com o roteiro, muito original por sinal, na minha opinião. Para mim, é muito mais interessante do que filmes tb violentos, como a série Jogos Mortais… essa sim com violência gratuita, totalmente longe da realidade (um cara com cancêr cria “milhares de geringonças” para torturar centenas de pessoas sem motivo real algum… isso pra mim sim é um lixo).
    Quanto ao filme sérvio, infelizmente retrata sim uma realidade mundial (com excessão da cena “pinto-fura-olho” rsrs). A pedofilia retratada no filme acontece aqui mesmo (é só vc ligar a tv nos jornais verpertinos pra ver como essa “excressência” é comum). Não foi o diretor quem criou isso…
    Mas a minha visão (que me fez gostar muito do filme) é a seguinte: é uma crítica ao excesso de sexo na mídia, no ambiente urbano… é só olhar as mulheres de lingerie nos outdoors, as “bundas rebolantes” na tv de domingo, a pornografia totalmente disseminada na net, as “meninas modernas” que transam com qualquer um de modo fácil!! Porra men, é a sociedade te falando: FODA, META, ARREBENTE!! Sexo é bom, não importa as consequências, mas vc tem que FUDER sempre!! E o filme é um recado, principalmente para nós homens: pensem mais com a cabeça de cima do que com a de baixo!!
    Bom, essa é a minha opinião e obrigado pelo espaço!!

    Post a Reply
    • Sei.Tudo é crítica e não exploração…Claro…

      Post a Reply
  13. Gostei da parte do estupro, muito gostosa a morena, vcs nao entendem nada de arte.

    Post a Reply
    • Pelo seu comentário deu pra perceber que quem entende de arte é você.

      Post a Reply
    • Seu conceito de arte ta meio desregulado né amigo?

      Post a Reply
  14. Para ser bem franca eu gostei deste filme, achei o final brilhante.

    Sim, com certeza é um filme forte que lida com assuntos tão horripilantes embora reais dos quais as pessoas não gostam nem de tocar no assunto. Muito diferente de a Centopeia Humana (hilário na minha opinião), ou Holocausto Canibal (snuff film, mera desculpa para cenas de estupro reais e crueldade animal). Diferente e imcomparável a Salò que causa impacto (hahaha manja la merda!!!), assim como Irreversível que na minha opinião foi bem artístico.

    A verdade é que o mal existe e está presente. Ccmo João bem disse quando a esmola é demais o até santo desconfia. Na minha opinião as cenas de violência não são piores do que o “gore” da série Jogos Mortais, muito bem produzido mas com uma história que é desculpa para mostrar a criatividade no quesito tortura.

    O diferente em um filme sérvio é o fato de o pior horror estar contido puramente no conceito. As piores cenas são aquelas não explícitas, como na cena do nascimento da criança por exemplo, onde o espectador não se depara com bonecos ou ketchup, mas sim com a câmera se distanciando dos atores, mas com sons que deixam o espectador completar a cena com a sua imaginação. Eu olha que eu descobri que estava grávida uma semana antes de assistir esse filme, para mim foi muito difícil, não vou mentir.

    É compreensível o fato de ser banido em muitos países. Na realidade eu fiquei com raiva do diretor, dos atores, de todos que participaram na produção do filme, inclusive e especialmente dos pais dos atores menores que permitiram que o nome e imagem de seus filhos fossem explorados nessa atrocidade que chamaram de filme. Mas com ainda mais raiva de mim mesma por ter assistido ao conteúdo todo e ter adorado o final.

    Além disso rs, eu recomendo para todo mundo sim afinal, por quê não fazer com os outros o que fizeram comigo quando me recomendaram tal filme?

    hahaha Eu está certo: “Indico esse filme a todos. Uma distração para toda a família, chame a vovó, o vovô , o papai, a mamãe, a irmãzinha.”

    hihihihi tou contigo! Só recomendo que quem o fizer grave a reação dos entes queridos (ou vítimas se preferirem) e coloque no youtube pelo bem da humanidade :D Bom divertimento!

    Post a Reply
    • Porra! Essa Paula Eduarda é louca.

      Post a Reply
  15. Achei o filme muito bem feito, gostei,mas não achei tão nojento ou trash como ouvi por ai. Achei esse censura nele completamente sem noção, acho tudo isso uma bosta. Mas enfim, eu recomendo…

    Post a Reply
  16. O filme em si é brilhante…
    mas ao mesmo tempo ele mostra toda a realidade em que vivemos
    estupro, drogas, assassinatos e pedofilia estão acontecendo neste momento
    sinto que o produtor deste filme tinha a intenção de nos proporcionar
    como se sente uma vitima disso…
    ao mesmo tempo é degradante ver que o HOMEM (espécie)mesmo sendo o animal de mais alta inteligencia
    também é o unico que mata e abusa seus IGUAIS
    pois as demais espécies so fazem com intuito de se alimentar ou defender

    pra finalizar este filme foi muito bem feito
    pena que para o publico não seja muito recomendado
    olhei sim mas não recomendaria o mesmo para alguém
    por conter cenas explicita de sexo, assacinato e pedofilia
    obrigado

    Post a Reply
  17. Falaram tanto da cena do bebe q é abusado assim q nasce (e a tomada nem é lá tão clara) e esqueceram d mencionar a quase explicita cena em q o filho d milos é estuprado por ele… pergunto-me: foi proposital ng abrir a boca sobre isto pq era o desfecho do filme? Caminhamos lentamente pro dia q os snuffs farão parte das locadoras. Suck!

    Post a Reply
  18. Esse filme é podre, assisti e me arrependi até o ultimo, acho que nada do que fiz até hj me deu mais arrependimento do que ter baixado esse filme, ainda bem que esta proibido no Brasil, e digo mais deveria ser proibido no mundo todo, esse não é tipo de filme que deveria existir, o diretor passou do limite, ultrapassou a linha entre arte e absurdo.
    Tem cenas que jamais esquecerei, é o tipo de filme que recomendo a todos que fiquem bemmmmmmmmmmm longe!!!!!

    Post a Reply
  19. Sociopatas também fazem filmes(e com certeza adorariam que seu gosto fossem aceitos pelos “normais” ou pelo menos racionalizados por tolos) e sabe lá o que esses servios ligados ao filme não faziam na época da guerra deles.

    Post a Reply
  20. “Se mesmo assim você tiver interesse em assistir Um Filme Sérvio, não será tão fácil porque dificilmente chegará ao Brasil, foi proibido em alguns países como Itália, Grécia e França.”

    Dani, como assim, difícil? E o piratebay e o extratorrent?

    Post a Reply
    • André,
      quando escrevi a respeito do filme ele ainda era marginalizado.. não tão fácil de encontrar… não esperava a repercussão por aqui.

      Post a Reply
  21. Só de ver algumas cenas deste filme, não tive condições psicologicas para ver o restante, pois eu como mãe não imagino que isso possa existir na realidade, pois pessoas que façam barbaridades destas com seres inofencivos e INDEFESOS, só podem ser psicopatas e terem apenas um destino cadeira elétrica ou uma morte bem lenta e dolorosa.

    Post a Reply
  22. As informações a seguir eu coletei da primeira página de resultados do Google, para os seguintes termos: bebê – estupro – estuprada.

    São nove casos, só do Brasil, só da primeira página:

    01/09/2005 – Cuiabá – homem de 28 anos, estupra bebe de 4 meses. A menina foi encontrada em um chiqueiro com laceração vaginal profunda.

    04/03/2007 – Jonville – homem de cerca de 30 anos, estupra e estrangula Gabrielli Cristina Eichholz de 1 ano e 7 meses dentro de templo Adventista. A menina foi encontrada logo apos o culto, dentro da pia batismal.

    17/06/2008 – Itamajaru – O pedreiro Cosme Souza Brito, 48 anos, estupra criança de 7 meses, introduz a mão na vagina do bebê, causando dilaceração ligando o anus a vagina.

    27/04/2009 – Várzea Grande – Padrasto Marcondes Dias de Moura, de 35 anos, estupra bebe de 1 ano e 11 meses, que depois de ver a genitália da menina rasgada, tenta encobrir o crime a queimando com uma panela quente. A entrada da menina no hospital foi de 10 dias apos o crime, onde a criança ja estava com a genitália necrosada e um pé em estado pior, que teve de ser amputado.

    16/02/2010 – Cachoeiro de Itapemirim – rapaz viciado em crack, 19 anos, estupra prima de 6 meses de idade.

    25/08/2010 – Rio Claro – Dois homens, Alexandre Luciano Tertuliano, de 34 anos e J.C., de 36 anos, acusados de ja estarem abusando a longo prazo de uma bebe de 8 meses.

    18/11/2010 – Redenção – “não se sabe o autor do crime” – bebe de três meses morre de infecção generalizada, com graves lesões no anus e no reto. Os ferimentos saõ de aproximadamente 5 dias antes da entrada do bebe no hospital!

    03/05/2011 – Cascavel – Avô é o principal suspeito de sodomizar bebe de 11 meses dentro da própria casa.

    25/09/2011 – Nova Parnamirim – O pintor Francisco Quirino Junior, de 33 anos estupra a própria filha de 2 anos e mata a mulher de 29 anos.

    Sem contar o caso de 30 de julho de 2002 da menina de apenas uma semana de vida estuprada na Africa do Sul.

    Bem… Porque colocar aqui essas informações desgraçadas aqui? Pra mostrar que o mal está aqui, em nosso redor, e nos viramos os olhinhos para outras direções, pra não ver, não saber, pra que possamos continuar a comer carne e fazer sexo! Nesse quesito (e talvez em mais algum) o filme presta! Você vai buscar algo de lazer e entretenimento e é presenteado com um tapão na cara, com tudo aquilo que você SABE que existe mas faz questão de ignorar! Estupros de bebes e outros males sempre existiram e vão continuar a existir, porque nenhum de nós, desses críticos amadores de cinema, vai fazer algo pra mudar, afinal, temos coisas mais importantes a fazer, não é?

    Post a Reply
    • André,
      Primeiro é preciso pontuar uma coisa. Você não me conhece.. não sabe se eu faço ou não algo pra mudar isso que você comentou. Eu poderia ser uma vitima de violência ou até mesmo uma algoz…ou posso sim ser alguém que faz alguma diferença neste sentido, quem sabe? Acredito que generalizar sempre é ruim.
      E outra coisa que eu acho importante é que pra saber que alguém morreu, não é preciso mostrar o corpo. Vou te dar um exemplo do que acontece aqui na Bahia… Ao meio dia, passa um noticiário onde mostra pessoas mortas estiradas no chão, vitimas da violência, familiares desesperados.. gritando. Eu não acho isso correto. Não é correto principalmente para a pessoa que morreu, não é correto para a familia que se vê vulnerável além da violência, também exposta aos urubus travestidos de apresentadores de TV. Se fosse pensar nesta lógica que você mencionou, eu deveria achar bom… afinal mostra a realidade dura e fria de uma metrople como Salvador. Mas uma coisa posso garantir: Não preciso ver um corpo estirado ao chão pra entender que a violência está ao meu redor, não quero ver uma pessoa com quem me importo … com o corpo sendo mostrado na TV para que todo mundo entenda que a cidade é violenta.

      Post a Reply
  23. Pelo pouco que conheço de você, eu te admiro e te respeito, afinal, você é inteligente e tem coragem de expor suas idéias, assumindo consequências desagradáveis (por exemplo alguns chatos te importunando)! Generalizar é ruim, e sim, generalizei a todos nós aqui neste blog, como incapazes de fazer algo pra mudar e, estou errado? Por favor me diga que você ou alguém daqui ta fazendo algo para acabar com pelo menos os estupros de bebes, e eu serei extremamente feliz, pois eu daria minha vidinha egoísta para estar presente em cada caso desses segundos antes de acontecer para impedir da maneira que fosse! Mas não! Não consigo achar nada a fazer pra impedir males como este ou qualquer outro! Somos de fato, incapazes!
    Aí acontece o seguinte: Eu assisto ao filme, fico mal pelo que vejo e principalmente pelas reflexões que ele acende em mim, leio notícias reais de estupros de bebes e fico ainda pior, e de que adiantou? Minha revoltinha e minhas duas noites quase-sem-dormir são equivalentes a alegria fantasiosa de alguém que ignora estes fatos, ou seja, nada! Então não é possível ser feliz? Já que a felicidade consiste mais em ignorar fatos do que qualquer outra coisa! – Eu sou feliz porque tenho um carro, uma casa, uma filha linda, esposa, bom emprego e ignoro estupro de bebes, violência infantil, corrupção, prostituição, sequestro, torturas e funk carioca! Pois bem… você já deve ter estudado isso antes, a felicidade é ilusão mesmo, mas as vezes nos esquecemos disso e temos a leve sensação de sermos de fato, felizes!
    O Filme aqui referido é bom, afinal, ele acendeu esses pensamentos! Me pegou desprevenido, eu procurava outra coisa (eu ja estava fugido das matérias em jornais virtuais de estupros de bebes), ele revirou a carniça, me perturbou novamente!

    Quanto aos urubus travestidos, é diferente do famigerado referido aqui! Serbian Film é uma obra fictícia com objetivos, destinada a um publico alvo, é arte… O que nossos amigos capitalistas fazem é sensacionalismo barato por audiência = dinheiro (custe a desgraça de quem custar), e atinge massas maiores, de um publico alvo diferente ao de quem tem acesso a internet, sabe usá-la ao ponto de saber da existência de filmes não-comerciais e efetuar download do mesmo. Serbian Film vê quem quer, noticiário não!

    Só gostaria de acrescentar que gosto do seu blog, senão eu nem aqui estaria e só estou aqui expondo minhas opiniões meramente particulares porque você fez isso aqui existir; enfim admiro você, pois isso aqui é uma atividade filosófica, de reflexões, opiniões e crescimentos mútuos através do diálogo! Passe bem!

    Post a Reply
    • André,
      Só quero deixar claro que respondi porque achei seu comentário oportuno e com fundamento. Por conta disso me senti provocada a responder e não é porque não concordamos com determinado ponto de vista que eu estou errada nem você. É muito bom quando esse espaço aqui cria discussões que vão além do “gostei/ não gostei” …

      Post a Reply
      • Pois é, este é o espírito da coisa! Afinal, como você sabe, aprendemos muito mais quando discordamos do que ao contrário! Passe bem!

        Post a Reply
  24. Pessoal, infelizmente o filme não é apenas uma ‘metáfora’ como diz o diretor… Basta vocês pesquisarem um pouco. Existe aqui mesmo, na internet… Pesquisem por ‘Deepnet, Darknet, Undernet’…

    Isso sim é terror de verdade. Fiquei umas 3 noites sem dormir depois de descobrir isso.

    Post a Reply
  25. Depois falam mal dos video games violentos, sinceramente roberto camara jr rapaz deixa de ser saudozista entra na internete e procure os maiores serial killers la vc vai ver um cara acho que do secúlo 18 que esquartejava crianças e se masturbava nas suas entranhas. Isso é pra vc ver que desde que o mundo e mundo sempre existiram pisicopatas e pedofilos nos 30 40 70 em todos os tempos vão existir pessoas assim por que isso faz parte da natureza humana por mais que ajente não goste ache deploraveis. As pessoas acham que essas coisas só acontecem nos tempos atuais como hoje a mais informações as pessoas ficam sabendo mais das coisas horriveis que acotecem. O que eu quero dizer e que o ser humano e assim eo que podemos fazer e tentar ser pessoas melhores a cada dia de nossas vidas.

    Post a Reply
  26. André a não ser que vc crie um detector de pédofilos e monstros que fazem coisas horriveis na nociedade a vc vai ter ressolvido o problema da violencia no mundo.

    Post a Reply
  27. André essa foi opinião mais idiota que eu ja ouvi vc sujere o que. Que eu fique o dia inteiro na internete vendo pédofilos estrupando bebês, e mortes horrendas pra eu ficar louco como vc. Ou talvez vc sujere que pegue um facão é saia matando os pedófilos por ai pra virar um tipo de monstro que eu mesmo condeno. Sabe o que eu faço da minha vidinha eu trabalho pra me sustentar e não morrer de fome nesse mundo cruel, eu alcontrario de outras pessoas eu não nascie rico eu vivo com o que posso e com o que tenho. Eu apenas tento ter ética na minha vida e ser um bom cidadão. Não sou alienado sei o que acontece no mundo, so que pra mim ficar vendo tragedia no jornal o dia inteiro não ajuda em nada.

    Post a Reply
    • Olá Lucas! Sugerir: é exatamente este o problema! Eu não sugeri nada justamente por não ter o que sugerir, e é isso o que me incomoda! Eu não estou alucinado a procura de uma ferramenta contra o mal, pois está claro que o mal não tem remédio, certo? Aliás, bem e mal são conceitos, sendo assim, não se pode tomar como verdade absoluta que o correto é ser bom e errado é ser mal. Recompensar os bons e punir severamente os malvados é a solução para uma questão religiosa ou legislativa mas nunca humana!
      Você disse que, da sua vidinha você só faz trabalhar pra sobreviver, e veja só, foi exatamente isso que eu disse em meu “post”! Em outras palavras que somos incapazes diante da grande maioria das coisas que acontecem ao nosso redor, e é por isso que as ignoramos e encontramos uma outra razão para viver, mesmo que essa razão seja apenas sobreviver! Então, Lucas, você concordou comigo, certo? Talvez eu não seja então um louco alienado de sugestões idiotas!
      E por falar em alienado, todos nós somos alienados porque vivemos em comunidade! Nossas sociedades nos alienam culturalmente, religiosamente e moralmente (não estou sugerindo nada contra as sociedades não viu?).
      No mais, eu também não sou nascido rico e trabalho quase-todos-os-dias pra sobreviver e, concordo com você que realmente de nada adianta “ficar vendo tragédia no jornal! Passe bem!

      Post a Reply
  28. POR FAVORRR ALGUEM DE BOM CORAÇÃO, ME MANDA O LINK DESSE FILME PORQUE ESTOU QUERENDO VE-LO.
    OBS: Algumas pessoas são atraidas pelo sensasionalismo, por coisas bizarras, por aquilo que é proibido, além de outras coisas chocantes e incomuns. E infelizmente eu sou uma dessas.
    Mas não sou culpado pela minha curiosidade.
    MT obrigado!

    Post a Reply
    • Olá AJUDA AE PF?, tudo bem? Então, não sei se é permitido postar links aqui no blog, então, copie e cole a frase a seguir no Google: A Serbian Film (2010) Uncut BRRip Xvid AC3-Anarchy torrent

      Essa versão esta completinha e com ótima qualidade, eu baixei e assisti!

      Já conhece torrents? Se não, baixe o pograma BitComet (no baixaki mesmo tem) e boa diversão!

      Post a Reply
      • Eu uso o uTorrent. Quem manja de torrent rapidinho encontra qualquer filme no google. Só não coloco links aqui para não prejudicar meu blog, mas a dica de André está dada :)

        Post a Reply
  29. psicologia reversa é uma droga, agora tenho que ver

    Post a Reply
  30. O filme tem violência com animais de verdade?Não vou ver entao pq se eu vejo algum animal morto na rua, seja qualquer um eu choro e muito =/

    E ainda mais um filme com pedofilia. Mas é pisicologia inversa?? deu vontade de assistir só por ter muita violência.não ligo pro que falam eu vejo o filme se eu quiser,mas dizem que tem muitas cenas de violência desnecessárias, fiquei na dúvida.

    Li tudo que comentaram ali e vi que essa discussão não era necessária pq cada um vê pq quer gostou do filme ou n? problema seu, não estou do lado da Dani nem do André, mas tbm não suporto filmes que tenha pedofilia,mas vejo isso na tv todo dia né fazer oq :).

    Post a Reply
  31. Eu também sou acostumado a assistir coisas bem bizarras, até porque eu acho que o principal objetivo de um filme é causar sentimentos, sejam eles quais forem. Eu particularmente gosto de sentir medo, gosto de ser chocado, então sou meio atraido pra esses filmes polêmicos. Já havia assistido Cannibal Holocaust, August’s Undeground, Aftermath, Irreversible, etc.

    Aí ta, né; fui ver A Serbian Film. Comecei a ver numa boa, até que começou as cenas bizarras, ai percebi que eu não conseguia nem piscar, ou me mexer. Conseguia sentir o rítmo da minha respiração e dos batimentos cardíacos.

    Nem consegui terminar ele no mesmo dia, só fui terminar uns dias depois. E no final senti exatamente a mesma coisa que você: vergonha por ter assistido, porque eu pensei “erm, que tipo de pessoa doente assiste uma coisa dessas?”. Meu alivio veio porque eu não achei o filme divertido, como achei Cannibal Holocaust. Se eu tivesse achado, ia questionar minha humanidade seriamente. Também senti um vazio bizarro no final, como se tivessem tirado algo de dentro de mim.

    Eu não achei o filme ruim, mas pra maioria das pessoas, inclusive eu que sou acostumado com esse tipo de filme, é impossível assistir aquilo sem se questionar do porque você ta assistindo aquilo; num é algo que pessoas normais devem asssistir lol.

    Pra mim a melhor coisa do filme coisa aquela musica que toca no trailer, sou moh viciado nela hahaha

    Post a Reply
  32. Eu sei exatamente a cena que não sai da sua cabeça, e te digo que tenho uns dois dias com essa cena me pertubando também. É óbvio que o diretor queria chocar o mundo e fazer seu nome, mas a que preço isso? Nunca imaginei que alguém fosse doente o suficiente pra filmar um lixo desses, não aconselho a ninguém assitir essa porcaria também.

    Post a Reply
  33. assisti aos 120 d sodoma e nao achei nada d+ alem dakilo q ja tinha conhecimento q acontecia outrora e q ainda acontece e q ainda vai acontecer..

    Post a Reply
    • Leo,
      eu até concordo com você que na vida real acontecem muitas coisas terríveis ou até pior que nos filmes mas dizer que não achou nada demais… aí pegou pesado.

      Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tweets that mention A serbian film - um filme servio | Porra, man! -- Topsy.com - [...] This post was mentioned on Twitter by Marcio Melo and Samuel Vilela, Porra,man!. Porra,man! said: Um filme sérvio (Serbian …
  2. Desaparecimento de Megan – Megan is Missing (2011) | Porra, man! | Porra, man! - [...] de uma maneira que a muito tempo não vejo e isso não é algo parecido como mostrado em “Um …
  3. Irreversível (Irreversible) | Porra, man! - [...] que já assisti. Não estou falando da brutalidade de Holocausto Canibal, Saló ou até mesmo Serbian Movie. No momento, …

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>