Taxidermia – 2006

.

.

.

“Durante três gerações acompanhamos de uma família. No primeiro bloco, um soldado comunista que vive frustrado e tratado como lixo por seu superior; ele passa os dias tendo fantasias sexuais com a mulher e as filhas do chefe além de se masturbar de todas as maneiras possíveis. No segundo um homem participa desde muito novo de concursos de comida e torna-xe um obeso mórbido apaixonado por uma mulher que disputa o mesmo esporte. Na terceira geração, um taxidermista que precisa cuidar do pai – um ex-atleta que vive preso as glórias do passado”.

Bizarro! Este é um adjetivo ideal para Taxidermia. Um filme Húngaro, lançado em 2006, foi destinado a salas de arte e platéias que gostam de filmes cult. O diferencial nesta história toda é que nenhuma das cenas fortes apresentadas no longa é feita de forma gratuita, inclusive as mais nojentas. E quanto a cenas asquerosas, ele tem uma grande variedade: masturbação até sair labaredas de fogo, um pênis sendo bicado por uma galinha, um homem se masturbando em cima de uma carcaça de porco, vômito coletivo, extração de órgãos e coisas afins.

Não recomendo Taxidermia. Ele não é um filme ruim, pelo contrário. Ele é muito bom no que se propõe, choca, sua atmosfera trágica sufoca a todo momento e por isso mesmo não é o tipo de filme que se recomende. Se você está aberto a ver algo totalmente diferente do que ja viu … então coloque seu preconceito em uma gaveta e assista a Taxidermia! Bom filme!

Related Posts with Thumbnails

Author: Dani Vidal

Dani Vidal (@danividal) é formada em Relações Públicas e autora do blog Feminina. Apesar de não dispensar um terror recheado de zumbis, chora copiosamente com um bom drama. Acho que nossa postura com a sétima arte é como se achar técnico de futebol. Ninguém é especialista mas todo mundo tem uma opinião e adora criticar a escalação.

Share This Post On

4 Comments

  1. Oi Dani,

    Você sempre com esses filmes muito loucos, hein. rsrsrs
    Esse parece ser bem chocante com um enredo no mínimo curioso. Como não tenho “nojinho” dessas coisas, vou assistir. Um dia.

    Abs.

    Post a Reply
  2. Fiquei surpreso de ver uma resenha desse filme aqui xD
    Só acho que ele perde uns pontos por causa do exagero. Tudo bem que o diretor queria chocar, mas as cenas da 2ª historia são nojentas ate demais. Mas eu gostei da cena final da 3ª história… enquanto ia acontecendo, eu tava custando a acreditar no que via
    Quando ele termina, realmente faz vc parar pra refletir sobre o que acabou de ver, o que dá até um certo propósito à toda a nojeira que vc viu nas 3 historias.

    Post a Reply
  3. =O que filme doido,ia até por na minha lista mas aqui em casa se eu baixo um filme ruim tenho medo de me esculacharem, ainda mas um filme doido desses rsrs, vou baixar um dia desses!

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.