Desde que vi as primeiras imagens e trailer de “Skyline – A Invasão”, eu e boa parte do globo de certa forma experimentou alguma empolgação com o filme. Os efeitos especiais pareciam ser bons (e de fato são) e mesmo com aquela cara de “eu já vi isso” era uma produção que me interessava. Depois de finalmente assistí-lo acho que a melhor palavra que define o trabalho dos irmãos Strause é desnecessário. Podíamos muito bem viver sem ter sabido sequer da existência deste filme medíocre.

Na trama acompanhamos um grupo de pessoas num prédio de luxo em Los Angeles que tenta sobreviver a um ataque alienígena que surge “sugando” todos os seres humanos. Primeiro são luzes estranhas que vão surgindo e pegando quem acaba indo de encontro a elas, depois algumas naves lula e criaturas numa pegada Cloverfield surgem para fazer uma destruição do barulho. Cabe a turminha da pesada tentar arrumar um jeito de escapar dessa confusão de arrepiar.

Não dá pra levar muito a sério um filme que logo no início lança um “15 horas antes” e volta na linha cronológica do tempo para apresentar fatos quase que irrelevantes para a história. Vá lá, apresenta alguns personagens mas isso poderia ter sido feito seguindo a sequência “real” dos fatos, este tipo de “jogada” funcionaria melhor se fosse para falar um pouco mais sobre a tal força alien que surge do céu.

É difícil não fazer comparações com “Guerra dos Mundos” ou “Independence Day”, fora algumas semelhanças nos aspectos visuais com “Distrito 9”. Nada soa original no filme e se pelo menos ele fosse divertido ou se assumisse como um verdadeiro trash batalha alien ainda valeria de algo.

O pior de “Skyline” sem dúvidas está no elenco. Os atores são em boa parte oriundo de séries televisivas só que parecem terem sido a 4º ou 5º opção de grupo ou quem sabe foram ordenados no site de compras pelo menor preço. Para colaborar os diálogos chegam a ser imbecis de tão ruins.

O pouco que podemos salvar aqui são os efeitos especiais que são bons. Vez ou outra as criaturas quando vistas de mais perto me trouxeram a memória os monstros de Changeman e Jaspion, mas no geral o trabalho nessa parte está acima da média de algumas produções do gênero.

E se nem o elenco e nem o roteiro ajuda, fica difícil salvar “Skyline” apenas pelos seus efeitos especiais. O que mais me assustou no filme foi o seu desfecho que me deixou deveras preocupado por ter de certa forma deixado algo “aberto” para uma possível continuação. Que as luzes azuis desçam na casa dos responsáveis e os suguem para bem longe daqui.


Skyline – A Invasão (Skyline – Ficção Científica: 2010 – 94 min)

Dirigido por Colin e Greg Strause com roteiro de Joshua Cordes e Liam O’Donnell. Estrelando: Donald Faison, Eric Balfour, David Zayas, Scottie Thompson, Brittany Daniel e Crystal Reed.

Related Posts with Thumbnails