Por que o Exorcista ainda fascina tanta gente?

No ano de 2001 entrou em cartaz nos cinemas de todo o mundo, um filme que foi apresentado ao público pela primeira vez em 1973. Não estou falando de um remake mas sim de uma “versão do diretor” coisa que na maioria esmagadora das vezes acontece posteriormente em um DVD. Mas não desta vez. Um filme, o mesmo que o original, com apenas 11 minutos de cenas adicionais, foi levado aos cinemas e mais uma vez atraiu milhares de pessoas.

Estou falando do filme O Exorcista -1973. Qual outro filme de terror conseguiria uma façanha destas? Humildemente, acredito que nenhum outro conseguiria o público e a atenção de tantas pessoas como aconteceu em 2001. Isso só prova o fascínio que ainda existe por este filme e vai continuar existindo, quem sabe, para sempre. É sobre isso que vou falar neste post. O por que o Exorcista – 1973 sempre será A referência universal em relação aos filmes de terror.

.

Durante um tempo, apareceu na imprensa uma história sobre um menino de 13 anos, residente em Maryland, aparentemente possuído por um demônio e com este viés, William Peter Blatty  escreveu um livro intitulado O Exorcista,- 1971, onde a personagem principal passou a ser uma menina e havia uma discussão sobre o mal  e  sua real atuação na criança em  questão. Com os direitos comprados pela Warner Bros, William pode finalmente fazer uma versão para o cinema com a história: Chris MacNeil é uma atriz, divorciada e que tem uma filha iniciando a adolescência e aos poucos percebe algumas mudanças no comportamento dela. Regan é examinada por alguns especialistas mas ao chegar no ápice de uma aparente loucura, dá a entender que está possuida. Sua mãe recorre ao Pe. Karras que juntamente com o Pe. Merrin, dá início ao mais famoso exorcismo da história do cinema.

Hoje, em 2010, você pode parar pra pensar e se perguntar: O que há de tão especial nisso? Encontramos tantas crianças em filmes de terror, exorcismos são “lugar comum”… por que este é diferente? Imagine que em 1973 filmes envolvendo crianças malvadas não era aceitável. O próprio Damien – A Profecia – só foi visto em 1976. Imagina uma mulher separada, atriz, vivendo com sua filha doce e adorável e de repente a vê se transformar no próprio demônio? As fofocas durante a produção e por consequência, daquilo que realmente seria levado a tela, causou um furor muito grande a ponto de chegar aos jornais e revistas de todo o mundo, competindo em atenção com o próprio escândalo Watergate. Filas nos cinemas, adultos e crianças em frenesi para ver o tal filme que todos comentam. Incêndios no set, atores que morreram durante e depois das filmagens, equipe técnica que teve membros amputados durante acidentes nas gravações, um Pe. que foi chamado para benzer o local… tudo isso ainda incita a curiosidade dos fãs.

.

O que falar da tragetória de Regan? Ela é o grande trunfo do filme O Exorcista e por deixá-lo tão atual mesmo tendo passado tantos anos. Não me lembro de ver uma criança sendo tão maltratada durante um filme e sua transformação mesmo sendo assustadora, foi feita de forma gradativa o que nos colocou de forma sorrateira dentro daquele inferno particular. Quando Regan entra na sala de casa, durante a festa que a mãe está oferecendo e simplesmente faz xixi no tapete… já podemos perceber o quão estranha é a situação. Mas ela ainda é uma menina que está confusa. Quando os sinais começam a ficar mais fortes e não há outra saída a não ser pedir ajuda ao Pe. Merrin, já enxergamos outra pessoa alí que não mais Regan. O sofrimento da mãe é visível e quase palpável, Regan fica irreconhecível e tão maltratada que o jogo sádico faz com que você não acredite que ela vá sair viva disso tudo. Enquanto alguns se apegam ao vômito verde,  posso dizer que visualizar uma criança se masturbando, com um cruxifixo, endemoniada, enquanto diz coisas como: “Deixe Jesus te foder”, “Me chupe vadia”, “Sua mãe chupa pênis no inferno”… é arrasador, triste, marcante. Apesar de saber que não foi Linda Blair que gravou a cena, ela não disse estas palavras ou não teve um envolvimento muito próximo das cenas mais “censuráveis” ficou a marca. Este foi um parênteses no cinema. Nem antes nem depois algo assim seria aceitável. Não com uma criança, não com um adulto, não assim.

.

.

O Exorcista é recheado de cenas clássicas, imagens marcantes: Regan vomitando verde, a menina se masturbando com um crucifixo, a chegada do Pe. Karras a casa da família, Regan reagindo a hipnose, descendo as escadas de cabeça para baixo – na versão do diretor, cena do exorcismo final. Por esses e muitos outros motivos, o filme foi indicado a vários prêmios incluindo o Oscar de diretor, melhor filme, ator coadjuvante, atriz, atriz coadjuvante, direção de arte, fotografia e edição chegando a ganhar o de melhor roteiro adaptado e melhor som.

Pegando uma carona neste sucesso, vários filmes trataram a temática de exorcismo desde comédia ao terror, mas nenhum com o impacto e a violência do Exorcista – 1973. Veja abaixo alguns destes filmes e reveja o clássico original. Bom filme!

.

.

.

Related Posts with Thumbnails

Author: Dani Vidal

Dani Vidal (@danividal) é formada em Relações Públicas e autora do blog Feminina. Apesar de não dispensar um terror recheado de zumbis, chora copiosamente com um bom drama. Acho que nossa postura com a sétima arte é como se achar técnico de futebol. Ninguém é especialista mas todo mundo tem uma opinião e adora criticar a escalação.

Share This Post On

14 Comments

  1. O impacto de “O Exorcista” foi realmente enorme na época, eu lembro de não conseguir dormir por umas 2 noites hehehe.

    E até hoje é como você comentou, ninguém conseguiu superá-lo.

    Post a Reply
  2. Melo, já eu fiquei foi dias para ver o filme, nem conseguia ver todo. UEAOUAE É sem duvida alguma o filme que mais mexeu com minhas emoções, assim não posso deixar de falar que foi, é e será sempre a obra de arte do terror.

    Hm tem “O cemitério maldito” que também acho fantástico.

    “O constantine” é muito bom em HQ “Hellblazer”

    Post a Reply
  3. Boa análise, é um fascínio interessante mesmo, e acho que o original é mesmo o único bom filme. Suas derivações não em agradam, nem um pouco, principalmente esse último.

    bjs

    Post a Reply
    • Concordo Amanda..
      O Exorcista foi um divisor de águas até mesmo no Oscar. Quando um filme de terror teria a chance de ganhar uma estatueta imagine então duas?

      Post a Reply
  4. As pessoas ficam impressionadas com os filmes do tipo. Mas acredito que o impacto que o exorcista causou na época em que foi lançado foi maior do que o impactos dos filme atuais.

    Vanessa Sagossi
    comentandoofilme.blogspot.com

    Post a Reply
    • O filme até hoje me impressiona. Não vou dizer que sinto medo mas incômodo sim. Os filmes de hoje causam impacto pelo gore.. sadismo mas apesar de O Exorcista não ser do tipo membros decepados, olhos saltando.. tem uma violência muito grande. A maioria dos filmes que envolvem crianças e o sobrenatural, não dá uma impressão de que a criança está sofrendo ou fazendo coisas assustadoras como Regan. Acho que as coisas que ela fez, nenhum outro filme fará e o público não aceitará tambem…

      Post a Reply
  5. “O Exorcista” e “O Iluminado” são os dois filmes que mais me apavoraram na época em que vi. Nem sei se teria coragem de ver novamente, realmente impressionante!

    João Linno
    >>> mosaicultural.com

    Post a Reply
  6. Post digníssimo. “O Exorcista” é realmente um divisor de águas. Tudo o que ele representa até hoje não encontrou parâmetros.

    Post a Reply
  7. Acho que além das características citadas um dos fatores que mais aterrorizam o público é o filme ser baseado em uma história real, ou seja, você não tem o conforto de dizer (pelo menos com 100% de certeza) que aquilo não pode acontecer com você e que é pura ficção… É por este fator que “o Exorcismo de Emily Rose” pra mim, também é digno do título, é difícil acordar no meio da noite e não ficar com medo de “afundar na cama” :p

    Post a Reply
  8. nao quero nunca mais ver este filme na minha vida!!!
    acho q fique uns tres dias sem domir direito!!!
    ahh atividada paranormal tambem eh um otimo filme

    Post a Reply
  9. Olha, eu não achei tão terrível assim, não sei se é pq já assisti muitas vzs ou pq sempre fui acostumada a assistir filmes de terror….eu e minha mãe ficávamos até altas horas assistindo filmes de terror…desde meus 3 anos…um filme q me marcou foi O Iluminado baseado na obra de Stephen King, fiquei bem mais impressionada com ele do que com O Exorcista…

    Post a Reply
  10. Eu assistir “O Exorcista” uma única vez há alguns anos e ainda cobrindo os olhos com o lençol(acho que eu tinha uns dose anos por aí).Fiquei traumatizada por algumas semanas,tinha medo de dormir,de tomar banho etc.Tento não ver a imagem do rosto da menina possuída e não gosto de lembrar das cenas do filme.Nunca mais consegui assistir O Exorcista outra vez e creditem ou não eu sou completamente apaixonada por filmes de terror.Esse é do tipo do filme que todo mundo tem que assistir pelo menos uma vez antes de morrer.Ele é o melhor e o pior filme de terror que já vi em toda minha vida!!!

    Post a Reply
  11. não tenho medo de nada

    Post a Reply
  12. Tomem cuidado tudo na vida tem um proposito e alvo ninguém consegue algo tenebroso sem que uma força maior esteja no controle dela. As pessoas sem conhecimento no assunto acham que é só mais um filme e que uma pessoa muito criativa conseguiu atingir a expectativa do público. Qual objetivo do autor: Ganhar dinheiro claro, mas ninguem sabe o objetivo da força maior que tem acesso a quem o assiste e esse meus caros é O problema.
    Fica o paradigma para quem se interessar estudar o assunto. ” Ignorância” Nunca aceite isso independente da area por mais que soe normal ou naturalmente.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tweets that mention Fascinio sobre o filme o exorcista | Porra, man! -- Topsy.com - [...] This post was mentioned on Twitter by Dani Vidal , Marcio Melo. Marcio Melo said: RT @porra_man Por que …
  2. Traição do namorado | Hello Stranger - [...] - Por que o filme O Exorcista ainda fascina tanta gente? [...]
  3. Qual é o seu medo? | Hello Stranger - [...] - Por que o filme O Exorcista ainda fascina tanta gente? [...]

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>