Halloween

Aproveitando que já estamos perto do Halloween vou falar um pouco do filme… Halloween. Para os mais novos, provavelmente o acesso mais fácil é para o remake de Robie Zombie – 2007. O  novo longa conta a história de um garotinho – Michael Myers, que vestido de palhaço em uma noite de Halloween, mata o pai, a irmã e o namorado dela. Após o crime, fica internado em uma instituição durante anos até que foge e volta para sua cidade natal, em busca da irmã caçula que deixou viva.

Uma das diferenças fundamentais entre o original de 1978 e o remake de 2007 é que o próprio vilão. É fato que os fãs da franquia são as pessoas que assistiram o primeiro filme, quando crianças ou adolescentes e encontraram no Michael Myers o puro mal. Aquele que matava sem um motivo claro, o homem alto, forte, mascarado e com uma enorme faca na mão. O mito morava exatamente nesta falta de informação, Michael Myers era o mal e isso bastava. Hoje em dia é mais dificil encontrar um fã do filme original na faixa da infância ou adolescencia.

Pegando o gancho para esta nova galera, Robie Zombie fez o remake transformando a mítica do vilão Michael Myers, “humanizando-o”. No filme de 2007, temos uma família desestruturada onde a mãe é uma stripper (o Robie sempre encontra uma maneira de colocar a esposa dele semi-nua em seus filmes), um pai alcoolatra e agressivo, uma irmã mais velha e vadia, um bebê e um menino estranho. Misture tudo isso e o tal garoto estranho começa a demonstrar sintomas de psicopatia como torturar animais… ou seja, uma bomba relógio. Quando Michael Myers promove o massacre da sua família e acaba internado em uma instituição psiquiátrica, começamos a conhecer um pouco mais do garoto, junto com seu psiquiatra.

Para os que não viram o filme original, isso tudo é uma novidade, criada por Robie Zombie e que simplesmente destruiu a imagem do vilão. A origem da loucura de Myers não é explicado. Ele surta… e quando mata a irmã pega todos de surpresa, isso é o que faz termos medo desde o início. Por mais que algumas pessoas questionem a idéia de mostrar o outro lado do Michael, isso só funciona no remake e mesmo assim é cambaleante. E isso não é um ataque pessoal porque não sou a maior fã da franquia Halloween e quando assisti Renegados pelo Diabo, já cheguei a pensar que Robie Zombie fosse alguém para revolucionar, trazer algo novo. Mas ao assistir suas outras produções passei a ver que ele atirou no que viu e acertou no que não viu. Quando saiu Halloween – A Origem, tive certeza que Robie Zombie não sabe o que faz.

Para os que curtem o filme original abaixo segue algumas fotos do Michael Myers de 1978 nos sets de gravação.

.

.

Related Posts with Thumbnails

Author: Dani Vidal

Dani Vidal (@danividal) é formada em Relações Públicas e autora do blog Feminina. Apesar de não dispensar um terror recheado de zumbis, chora copiosamente com um bom drama. Acho que nossa postura com a sétima arte é como se achar técnico de futebol. Ninguém é especialista mas todo mundo tem uma opinião e adora criticar a escalação.

Share This Post On

9 Comments

  1. Eu adoro Michael Myers, achei o remake meio Jason…toma porrada de extintor e NADA! Mas mesmo assim adooooro Halloween!

    Post a Reply
  2. Muito bom o post, Dani. Concordo, Myers não precisa de explicação. Afinal devemos sentir medo ou pena dele?

    É mais ou menos o mesmo que tentaram fazer com Freddy no novo (e lamentável) “A Hora do Pesadelo”. Aff… ¬¬’

    #NoHumanizationInSlashers

    Post a Reply
  3. eu prefiro os classicos até a Ressureição….o resto é lixo Robie Zombia é uam decepção como diretor…..era pra chamar Michael Bay pra refilmar!!!

    Post a Reply
  4. melhor do que robie Zombie!!!
    me diz se os remakers de Sexta-feira 13 e o Massacre da serra eletrica foram ruins??

    Post a Reply
  5. Nada contra Michael Bay, acho que seria bem difícil alguem piorar o que Robie Zombie fez.
    .. Acho que o Alejandro Aja seria uma escolha interessante.

    Post a Reply
  6. Alejandro também seria uma boa opição…..mais só que eles nem pensaram nisso….em vez de chamar um cara de nome…chama um musico de merda pra re-filmar um classico do terror/suspense!!!

    Post a Reply
  7. de fato isso é uma falta de respeito com os fãs,todo remake que fazem eles acabam com a imagem que consagrou os vilões,michael myers(inventaram de contar a hitória e agora vive tendo alucinações)o jason(agora pareçe ninja pula,corre,e a máscara não tem nada a ver)e o freddy(perdeu o sarcasmo,não faz mais aquelas piadinhas,e agora quase não fala mais,fora que a cara é outra) po eles precisam fazer um remake bem feito.

    Post a Reply
  8. Achei o filme bom, já vi muitos filmes de multilação e tals mais quando ele matou o pai, tá bom ele era ruim, o namorado da irmã tbm tá bom era um desconhecido mas quando matou a irmã foi meio…O.o A IRMÃ??? E ELA TOMOU UM MONTE DE FACADAS…eu fiquei meio ” =O ”

    Ainda não vi o original, só esse e o 2.

    A IRMÃ???????????? Ç_Ç

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tweets that mention Halloween, o filme e o remake | Porra, man! -- Topsy.com - [...] This post was mentioned on Twitter by Dani Vidal , ___Nana___. ___Nana___ said: RT @porra_man Halloween http://t.co/4E3nKqL via @danividal…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.