[REC]² – Possuídos

[REC] 2 – Possuídos ([REC]², Terror, 2009/2010 – 85 min)

Direção e roteiro por Jaume Balagueró e Paco Plaza. Estrelando: Jonathan Mellor, Oscar Sanchez Zafra, Leticia Dolera, Ariel Casas, Juli Fabregas, Alejandro Casaseca, Pablo Rosso, Pep Molina e Manuela Velasco.

O cinema espanhol entregou para o mundo uma das melhores produções do gênero terror com o primeiro (e excelente)  [REC]. Depois de tanto sucesso de crítica e público nada mais normal do que fazerem uma sequência para faturar um pouco mais. E assim nos foi entregue “[REC]² – Possuídos” que, para não ser injusto, mantém o alto clima de tensão do primeiro mas, infelizmente, escorrega no roteiro e em seus fraquíssimos argumentos.

A trama começa logo após os acontecimentos finais do primeiro filme, um grupo de policiais adentra ao prédio em uma missão liderada por um agente enviado supostamente pelo ministério da saúde que, além de deter informações privilegiadas sobre o tal vírus e tudo o que está acontecendo lá dentro, é o único que pode dar a ordem para todos saírem.

Voltamos ao estilo ‘documental’ com câmera na mão, só que muito melhorado em relação ao primeiro filme que só tinha a câmera da repórter interpretada pela belíssima Manuela Velasco. Agora além de um sujeito filmando tudo temos câmeras nos capacetes que dão um tom ainda mais pessoal e instigante (em alguns momentos parece até um game em primeira pessoa). Todo o jogo de câmera caída no chão, som e imagens que vão falhando e também a bateria esgotando são usados novamente.

O clima de tensão continua em alta, sem dar tempo às vezes até de se respirar. O filme é até divertido no início, mas é quando começam vir a tona as explicações para o tal vírus que vai tudo por água abaixo. O próprio título nacional entrega um grande spoiler – é incrível, quando o título aqui não é ruim ele estraga algumas surpresas e essa informação acaba fazendo até com que se perca “a graça” e a idéia plantada no primeiro [REC].

Não tenho muito que falar do elenco até porque o tom e estilo do projeto não deixa muito espaço para os personagens serem desenvolvidos e talvez nem precisasse mesmo disto. O tal líder da missão (que comanda o grupo de agentes policiais) é fraco e tem umas crianças irritantes que entram na segunda metade da história também, mas isso é o de menos.

No final das contas é mais uma sequência que não acrescenta nada à obra original. Não é um completo desperdício de tempo e dinheiro até porque pra quem gosta do estilo de filmagem (câmera na mão, tremedeiras e correrias) dá para se divertir um pouco. Pena que o roteiro e as explicações sejam tão desprezíveis a ponto até de detonar o que foi construído anteriormente.

Trata-se portanto de mais um filme apenas regular. “Possuídos” mesmo devem estar os responsáveis por esse projeto que, além de pensarem mais em faturar do que em apresentar uma boa história, ainda fizeram questão de deixar o caminho aberto para mais uma continuação. O melhor do desfecho é quando toca uma singela canção espanhola: “Saaangree… Sangreeee.. Saaangre!”.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

15 Comments

  1. Porra, man! Mas que decepção. Ainda não assisti ao primeiro [REC], mas não tenho dúvida de que seja um excelente filme (tem cinco estrelas na cotação “expectativa” da minha “lista de filmes a assistir”). Quando vi o trailer de [REC]² na sessão de INCEPTION (muthafockin’ good!) fiquei bastante esperançoso, afinal, com a mesma equipe trabalhando neste, não achei que fossem capazes de errar de forma tão básica. Aliás, se o tal spoiler do título nacional for tão óbvio quanto aparenta, vejo q vou realmente quebrar a cara com [REC]².

    …Acho melhor então assistir CENTOPEIA HUMANA. Kkkkkk! *o*

    Post a Reply
    • Veja o primeiro [REC] é sensacional mesmo. O segundo o roteiro é muito ruim, mas como filme de terror é até um pouco competente.

      Post a Reply
  2. Só pra deixar registrado aqui também no seu blog: você não gostou desse filme e depois eu que sou chato e ranzinza.
    eheheheheh

    Post a Reply
    • Estamos kits agora rei, eu gostei de Karate Kid e você de REC 2.

      Convenhamos, eu sou menos ranzinza 😀

      Post a Reply
  3. Esse filme é uma PORCARIA!
    Desculpe quem gostoou mas foi uma das piores continuações que já vi na vida.. e olha que não estou falando só de filmes de terror.
    Márcio, como é que você gastou dinheiro vendo isso heim?

    Post a Reply
    • A culpa foi de Ramon aí em cima que me chamou. Estou numa fase que pra sair de casa estou aceitando quase todos os esquemas ou filmes pra assistir 😛

      Mas ele assusta, é tenso e o jogo das câmeras é legal. A história é realmente deprimente, negócio de possessão demoníaco foi demais.

      Post a Reply
  4. Não é melhor que o original, mas é muitooooooooooooo bom. podem assistir, abraço

    Post a Reply
  5. Pra mim o Lance do filme foi justamente esse, mudar alguma coisa do primeiro e deixando os dois cada qual com sua personalidade, uma vez que o primeiro se tratava de um virus, o segundo fez a sua explicação tambem, ou todo mundo gostariade ver tudo de novo continuando tudo do mesmo jeito do primeiro filme eu teia gostado do remake americano. E sim, o segundo fime trata de pesssoas possuidas assim como quase todo bom filme de terror…

    Post a Reply
    • Eu achei que essa mudança ao invés de deixar “diferente” na verdade acabou estragando o que o primeiro construiu.

      E existem muitos filmes de terror excelentes que não são sobre posseções demoníacas.

      Mas respeito sua opinião, abraços

      Post a Reply
  6. Concordo plenamente. O primeiro é muito bom, mas esse aí é uma bomba com inúmeros defeitos, com destaque pro rumo da história, q nem valem a pena serem comentados.

    Post a Reply
    • Agora é só esperar o terceiro para se chatear ainda mais hehehe

      Post a Reply
  7. Cara, quando vi o filme alugado junto com uma galera pouco depois de ser lançado (o filme 1 espanhol) eu fiquei me cagando de medo com a “menina” do final. Mas eu prestei a atenção e depois do final fiquei falando para o pessoa: -Caras, acho que não é vírus não. Acho que na verdade a garota estava possuída.

    Todo mundo debochou falando que era vírus, não era nada disso, etc.

    Bem, quebram a cara. Pretendo arrumar o filme e juntar se possível a mesma galera. Nem que seja para mostrar que o fodão aqui sempre tem razão 😉

    Post a Reply
    • Você pode até se achar o fodão por ter descoberto isso man, mas não muda o fato que essa historinha de possessão é ridícula, estragou até com o primeiro filme.

      Mas isso é a minha opinião, você pode ter a sua numa boa.

      Post a Reply
  8. Ridículo e não inovar e ficar na mesma, por mim isso de possessão que torna o filme bem mais interessante.

    Post a Reply
    • Como eu já respondi essa é a sua opinião, não concordo mas aceito você ou qualquer pessoa tenha uma visão diferente da minha.

      Abraços

      Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tweets that mention Crítica: [REC] 2 - Possuídos | Porra, man! -- Topsy.com - [...] This post was mentioned on Twitter by Marcio Melo and Marcio Melo, Jadson Barbosa. Jadson Barbosa said: RT @marciosmelo:…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.