Predadores (Predators: Ação, Ficção Científica, 2010 – 107 min)

Dirigido por Nimród Antal com roteiro por Alex Litvak, Michael Finch, Jim Thomas e John Thomas. Estrelando: Adrien Brody, Alice Braga, Topher Grace, Oleg Taktarov, Walton Goggins, Louis Ozawa Changchien, Laurence Fishburne, Danny Trejo e Mahershalalhashbaz Ali.

Com produção de Robert Rodriguez e contando com um bom elenco encabeçado por Adrien Brody, Topher Grace e a brasileira Alice Braga, “Predadores (Predators)” consegue divertir e, ao mesmo tempo, prestar uma bela homenagem a um dos maiores clássicos de ação, o filme “O Predador” de 1987 estrelado por Arnold Schwarzenegger.

Na trama somos apresentado a um grupo de pessoas que caem numa selva desconhecida. Sem se conhecerem e ao descobrirem que estão em um outro planeta sendo alvo de caça eles precisam, na medida do possível, se unirem para conseguir sobreviver.

Mesmo com um número extenso de personagens e se tratando de um filme de ação, que logicamente clama por urgência e cenas rápidas e instigantes, a trama consegue iniciar de forma cadenciada dando tempo de nos apresentar a cada um deles. Não foge muito do manjado em filmes do gênero, temos o maluco, o calado com cara de mau que se mostra ter um bom coração, o herói e líder ‘por falta de opção”, a boa moça e por aí vai.

A grande sacada de “Predadores” é conseguir mesclar as boas e competentes cenas de ação com momentos de ‘calmaria’ bem encaixados com o desenvolvimento de alguns personagens e da história que, apesar de ser bem simples, guarda umas pequenas reviravoltas e revelações que vão deixando o espectador bastante entretido e ligado.

Com elementos suficientes para agradar tanto aos fãs dos aliens caçadores dreadlocks quanto aos amantes de um bom filme de ação, temos ainda um elenco competente e muito carismático. Adrien Brody mesmo com seu narigão nos faz torcer por ele e Alice Braga está muito bem em sua personagem sniper, sem contar ainda com Topher Grace e a participação especial e cômica de Laurence “Morpheus” Fishburne.

Com os pés no chão e sem querer inventar muito, o diretor Nimród Antal (com auxílio na produção do grande Robert Rodriguez) entrega um bom filme com diversão e entretenimento na medida certa.

Related Posts with Thumbnails