Uma Noite Fora de Série (Date Night)

Nem todos os filmes merecem ser levados tão a sério assim, alguns primam apenas pela diversão. Este é o caso de “Uma Noite Fora de Série (Date Night)” que é extramamente divertido mesmo sendo uma comédia de aventura absurda. E o grande trunfo desta obra é justamente o casal de protagonistas interpretados por Steve Carell e Tina Fey, os dois que já são um grande sucesso de suas séries televisivas (The Office e 30 Rock) e aqui carregam o filme nas costas.

Phil (Steve Carell, Agente 86, A Volta do Todo Poderoso, O Âncora) e Claire Foster (Tina Fey) formam um “insosso” casal de Nova Jersey que estão com o casamento bastante saturado devido a rotina (filhos, trabalho, etc). Decidido a sair do marasmo, Phil leva sua esposa a um restaurante badalado e estremamente chique em Nova York. Sem reserva feita, eles fingem ser os Triplehorn (que reservaram mesa e não apareceram) e, sem saber a princípio, entram numa grande enrascada.

Nessa aventura “do barulho” e insana, os Fosters tem que correr de policiais corruptos e bandidos para salvarem a sua pela numa improvável noite que acaba mesmo os tirando da rotina. Ainda que seja bastante manjado a diversão é garantida e vale o ingresso, e isso tudo devido a atuação dos dois que estão muito bem em seus papéis e demonstram uma ótima química.

Aliado a Steve Carell e Tina Fey temos um elenco de apoio muito legal com diversos nomes bem conhecidos como Mark Whalberg (Max Payne), James Franco (Milk – A Voz da Igualdade), Mark Ruffalo (Ensaio Sobre a Cegueira), Mila Kunis (Ressaca de Amor) e até o Ray Liotta dá as caras. E para os fãs de Prison Break o ator William Fichtner que fazia o Alex Mahone está irreconhecível.

Para quem está interessado em ir ao cinema rir bastante e se divertir, sem compromisso de ficar analisando ou pensando muito, “Uma Noite Fora de Série” é altamente recomendável. Tem ação, comédia, perseguição, piadas geniais e, mesmo com esqueminha já conhecido para obras do gênero, vale a pena só pelos dois atores principais que estão tão a vontade no filme quanto em suas séries televisivas.

 

Uma Noite Fora de Série (Date Night, Comédia: 2010 – 88 min)

Dirigido por Shawn Levy com roteiro de Josh Klausner. Estrelando: Steve Carell, Tina Fey, Mark Wahlberg, James Franco, Mila Kunis, J.B. Smoove.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

19 Comments

  1. filmes com esse car são muito bons!
    já entrou pra minha lista de filmes de 2010 Para ver!

    Post a Reply
  2. O filme é isso mesmo que você falou, diversão sem compromisso. E o grande trunfo é a dupla que dá show.

    Post a Reply
  3. Assisti ontem a noite pela falta de boas estréias esta semana e gostei muito. O que segura o filme com certeza é a química entre o casal de atores.

    Excelente dica.

    Post a Reply
  4. Sem dúvidas uma excelente dica, eu ri e me diverti demais com este dois.

    Principalmente na parte que Carell diz: “Pelo amor de Deus, vista uma camisa” uhahuahuahua

    Post a Reply
  5. Tina Fey é razoável, mas Carell é um grande ator de comédia. Esse vou ver!

    Post a Reply
  6. Nosssq que dica meu Deus, quero assistir j´´aáááa´´!

    Post a Reply
  7. Rodrigo eu conheço muito pouco a Tina Fey e ela está “ok” no filme, agora Steve Carell é o caro hehehe

    Post a Reply
  8. Achei Ray Liotta a cara do Tony Ramos, hahahahah. Ah, e é claro que gostei do filme

    Post a Reply
  9. Eu ri muito com esse filme, e como você disse, é diversão sem compromisso 🙂
    HAHA, a parte em que eles dançam naquele mastro eu ri bastante, principalmente com o “robô sexy” lol
    E eu também não esqueceria de um cliente com aquele físico =P Ahh, a mulher perguntando se “queriam transar” junto com eles foi demais.
    Diversão garantida nesse feriado de tiradentes, muito bom.

    Post a Reply
  10. Fernanda, realmente é um filme muito muito divertido. Ri bastante também.

    Só não posso concordar com a parte do cliente feito por Mark Wahlberg 😀

    Post a Reply
  11. Filme muito bom, bem engraçado, a genuina vocação hollywoodiana.

    Post a Reply
  12. É isso aí Rafael, o filme nada mais o que Hollywood sabe fazer de melhor.

    Post a Reply
  13. Ri bastante!! Mas não entendi porque você disse que o cara de prison break estava irreconhecível, ele está igual! hehe

    Post a Reply
  14. até que enfim assisti ao filme!
    é muito massa o filme!
    engraçado pra caramaba!
    ps:”sexo robotico”!
    foi ilário pra caramba!

    Post a Reply
  15. Assisti hoje com a patrôa, me diverti bastante. Fóda demais. Elenco escolhido a dedo.

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. The Office (Us) sem Steve Carell é o fim? | Porra, man! - [...] Dentre os filmes que ele fez temos uma atuação como coadjuvante em “O Todo Poderoso” que lhe rendeu o…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.