The Office – An American Workplace

Atualmente na 6º Temporada, The Office (a versão americana, tem ainda a inglesa)* é uma série que sempre tinha vontade conhecer. Assisti episódios esporádicos e, mesmo sem conhecer muito bem os personagens ou do que tudo se tratava, sempre me divertia. Foi ai que decide adotá-la como mais uma série a assistir.

Numa maratona inacreditável, desde o finalzinho do ano passado que venho acompanhando e rindo alto aqui em casa (sozinho mesmo), já cheguei na 4º Temporada e é uma daquelas séries que recomendo com todas as forças.

An American Workplace

O seriado aborda o dia a dia de trabalho e toda a convivência, nem sempre amistosa, entre os funcionários de uma empresa fornecedora de papel em Scranton, Pensilvânia, a Dunder Mifflin.

O melhor de toda a série sem dúvidas é o ator Steve Carell (O Virgem de 40 Anos, O Âncora, Agente 86), que faz o chefe mais inacreditável, sem noção, convencido e que se acha super engraçado (quando é exatamente o oposto) já visto na face da terra. Michael ainda acredita saber tudo sobre como gerir negócios e pessoas. Suas soluções no entanto são sempre hilárias de tão patéticas.

A maioria dos seus funcionários, logicamente, não o admiram tanto, com exceção de Dwight (Rainn Wilson) que é um exemplar bajulador e admirador incondicional de Michael.

Junta-se ainda a trupe Jim Halpert (John Krasinski, Simplesmente Complicado), um sujeito boa praça e com um senso de humor bem afinado, que se vê apaixonado pela recepcionista Pam Beesly (Jenna Fischer), um sentimento que é recíproco mais com um problema: ela é noiva.

Existem outros personagens memoráveis logicamente e o resultado é uma química incrível e um timing cômico muito interessante entre eles.

Outro fato interessante é que, com a exceção da vinheta de entrada, não existe trilha sonora durante o episódio. Nada de musiquinhas, vamos acompanhando os personagens em algo próximo a um documentário. Em certos momentos eles param e conversam com “o câmera”, explicando alguma situação ou opinião.

1º a 4º Temporadas

Vou pensar em comentar apenas a partir do final da 5º Temporada já que a série é um pouco antiga. Da primeira até a quarta temporada muita coisa aconteceu, algumas mudanças importantes e ainda alguns novos personagens interessantes surgem na trama.

The Office Americana ou Inglesa?

Um amigo recomendou que assistisse a versão inglesa dizendo ser muito melhor. Eu vi uns 2 vídeos e não me empolguei tanto. Quem sabe um dia dê outra chance e mude de idéia, mais Steve Carell é demais, o cara é simplesmente impagável.

Se você quer se divertir com uma série de episódios curtos (20 minutos em média) The Office vale uma olhada porque é engraçadíssima. Não é um humor estilo pastelão ou cheio de quedas e piadas escatológicas, se você só consegue rir com este tipo de coisa desista deste seriado e vá assistir Didi aos domingos na Globo.


*Maira Araujo mandou um reply pro twitter do blog informando que além das versões americana e inglesa, existem as versões chilena, quebequense, francesa e alemã! Valeu pela informação!

Espero com todas as forças que Sílvio Santos não saiba disso e resolva fazer um “O Escritório“. #TenhaMedo!

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

10 Comments

  1. Didi é dia de domingo man!
    ahahahahahahah…

    Ano que vem teoricamente vou ter que renovar meus seriados já que acaba Lost e 24 Horas. Vou pensar nesse aí. Esse ano já resolvi voltar a ver South Park e tem a volta de Futurama. Sem contar que comecei a ver Battlestar Gallactica. Tá foda! hehehehehe…

    Post a Reply
  2. Ramonaldo valeu por lembrar, Didi é aos domingos, atualizei. É que não assisto nada dessa porca programação aberta, aliás, eu quase nunca vejo Tv.

    Estou meio enrolado com séries também, mas já aliviou um pouco;

    Assisto Lost, 24 Horas (as duas estao terminando) e vejo esporadicamente The Big Bang Theory e The Office.

    Estou analisando se continuo com Flash Foward (vi 10 episódios).

    Está para começar True Blood também!

    Socorro!

    Post a Reply
  3. Eu prefiro o The Office da BBC. O chefe é impagável, baita escroto. Talvez seja pq ele é igual a um chefe que eu tive, até no aspecto físico. Tem um episódio que ele vai dar um curso de auto-ajuda e coloca “Simply the best” p/ uma turma de alunos estupefatos, que é hilária.

    Daria uma segunda chance. Vou dar a segunda chance p/ a dos EUA.

    Nova dica de filme: Max and Mary (animação p/adultos), estava em pré-estréia na Sala do Museu no findi passado.

    Post a Reply
  4. Será que irá aparecer nesta sexta Max and Mary nos cinemas?

    Esta animação é muito bem recomendada. Vou ficar de olho!

    Quanto a The Office BBC, vou deixar para pensar num futuro ainda, estou entupido de séries já!

    Post a Reply
  5. Man, valeu pela dica. Sempre tive curiosidade com The Office e 30 Rock, mas nunca tive coragem de assistir.

    Mas depois de ler tudo que escreveu já botei aqui para puxar.

    Um sériado que eu gosto muito é Dexter, muito bom.

    Post a Reply
  6. 30 Rock eu nunca vi nem Dexter, aliás, a série de Dexter sempre me é muito bem recomendada. Tá na fila de candidatas assim que algumas vagas surgirem!

    Post a Reply
  7. The Office é a melhor serie de humor da tv, me amarro!! Gosto bastante tb de Reno 911, os caras são muito doidos e a proposta é muito parecida com o The Office. Atualmente assisto Lost, The Office, Reno 911 e True Blood. Esporadicamente The Big Bang Theory, Two and a Half Man e Curb your enthusiasm.

    Post a Reply
  8. Outra serie que promete bombar é Modern Family da Fox muito hilária e que tbm segue esse estilo tipo um documentario, quase levou o globo de ouro de melhor comedia o único problema foi ter estreiado no mesmo ano de Glee que considero a melhor série do momento e é a maior audiência nos EUA.

    Post a Reply
  9. Rafael e Lipe, suas dicas estão aqui devidamente anotadas. Asim que liberar uma vaga na minha “alcatéia” de Séries eu vou escolhar uma nova candidata hehehe

    []´s

    Post a Reply
  10. Man, acho que esse pessoal sempre tem amor pelo “original”, mas assistir a dois episódios e quase dormi com o ritmo lento, apesar de Rick Gervais ser um gênio da comédia.

    Mas acho a versão americana infinitamente superior. Assisto a 30 Rock também e não entendo pq ganha mais Emmys que a turma de Scranton. Quem tem Michael, Dwghit e cia não precisa de mais ninguém 😛

    Se vc gostava de Seinfield, assista a 7ª temporada de Curb your Enthusiasm. O povo falava tanto dessa temporada que conferi e chorei de rir em todos os episódios. 😀

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Uma Noite Fora de Série (Date Night)- Crítica do Filme | Porra, man! - [...] por Steve Carell e Tina Fey, os dois que já são um grande sucesso de suas séries televisivas (The…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.