Stardust – O Mistério da Estrela (Stardust, Fantasia, Aventura: 2007 – 128 min)

Dirigido por Matthew Vaughn com roteiro por Jane Goldman e Matthew Vaughn adaptando romance de Neil Gaiman. Estrelando: Charlie Cox, Ian McKellen, Sienna Miller, Henry Cavill, Peter O’Toole, Rupert Everett, Michelle Pfeiffer, Claire Danes, Sarah Alexander, Joanna Scanlan, George Innes, Robert De Niro e Ricky Gervais.

O gênero da fantasia atualmente se ancora em grandes séries blockbusters (como por exemplo a saga Harry Potter), tudo porque se tornou algo muito lucrativo para os produtores. Lançado em 2007, “Stardust – O Mistério da Estrela” foi exatamente na ‘contra-mão’ desta proposta, relembrando clássicas produções como “O Feitiço de Áquila”, “Labirinto” e até “Willow na Terra da Magia”. E o resultado foi um acerto extremamente feliz que, se não rendeu tanto aos cofres de Hollywood, ao menos deixou pessoas como eu muito felizes e satisfeitas.

A trama segue a história do jovem Tristan (Charlie Cox) que, a todo custo, tenta conquistar o coração da bela Victoria (Sienna Miller). Para provar que merece o seu amor, Tristan vai em busca de uma estrela cadente que os dois viram cair nas terras “depois dos muros” da sua cidade, um local esquecido, misterioso e cheio de perigos. O grande problema é que estão também atrás da estrela, que na verdade é uma bela ‘garota’ chamada Yvaine (Claire Danes), uma temível bruxa chamada Lamia (Michelle Pfeiffer) e os filhos do rei de Stormhold (Peter O’Toole).

Adaptado de um romance de Neil Gaiman, que é um sujeito ‘sombrio’ até a alma e imprime bastante disto em seus trabalhos, “Stardust” consegue aliar esse lado ‘dark’ de suas histórias com um humor bastante leve e divertido. Ajuda também o fato de possuir um elenco ‘bem recheado’, que mistura jovens talentos com atores bastante consagrados como Michelle Pfeiffer (Por Amor) e Robert De Niro, este por sua vez está impagável atuando como o Capitão Shakespeare.

Quem está acostumado com as grandes produções de hoje em dia pode até achar “Stardust” um filme ‘bobinho’, mas para quem cresceu vendo clássicos como os que citei no início do post, tem tudo para gostar deste filme que infelizmente não consegui assistir no cinema. Ainda bem que tenho a minha lista de filmes a assistir para não deixar belos trabalhos como este passar em branco.

Related Posts with Thumbnails