O Âncora (The Anchorman, 2004 – Comédia – 91 min)

Dirigido por Adam McKay com roteiro de Will Ferrell e Adam McKay. Estrelando: Will Ferrell, Christina Applegate, Steve Carell, Kevin Corrigan, Chuck D, Chris Parnell, Stephen Root, David Koechner, Jack Black, Paul Rudd, Maya Rudolph, Vince Vaughn e Fred Willard.

O humor e os filmes de Will Farrell não fazem tanto sucesso no Brasil quanto lá fora, e não sei bem o porquê, já que suas comédias são escrachadas e bem exageradas, do jeito que o público mais comum dos cinemas por aqui gosta. O primeiro trabalho que acompanhei de Farrell foi “Um Duende em Nova York” e, depois de chorar de rir com este besteirol dele, procurei correr atrás do restante de seus filmes.

A trama acompanha Burgundy (Will Farrell) que é o âncora líder de audiência de um jornal de San Diego. Em meio aos seus caricatos companheiros e colegas de trabalho e também com a população local (sem excluir a mulherada), ele é tido como o ‘maioral’. Seus problemas começam quando chega a emissora uma jovem e ambiciosa jornalista chamada Veronica Corningstone (Christina Applegate), a qual ele se apaixona e se vê numa grande enrascada quando ela começa a ameaçar seu cargo

O Âncora (The Anchorman) foi lançado no ano de 2004 e além de Farrell conta com um elenco recheado de atores que continuam até hoje fazendo bastante sucesso em filmes deste gênero, trazendo participações inacreditáveis. Aqui temos, por exemplo, Steve Carrell (O Virgem de 40 Anos, A Volta do Todo Poderoso, Agente 86), Jack Black (Nacho Libre, Trovão Tropical, Rebobine por Favor), Paul Rudd, Vince Vaughn (Encontro de Casais, Surpresas do Amor) dentre vários outros.

Em meio a tanta idiotice, seja com as incríveis notícias da maior torta do mundo ou cobertura do nascimento de um filhote de urso panda, junto com piadas e situações inacreditáveis entre os personagens, existem metáforas interessantes. Para mim, a cena mais memorável de todas é uma disputa, briga de porrada mesmo, entre jornalistas/apresentadores de emissoras rivais.

Para quem curte comédias exageradas e com alto teor de imbecilidades, “O Âncora” é um prato cheio e uma boa pedida, até porque não descamba para o lado escatológico ou pornográfico. E é justamente esse besteirol exagerado elevado a enésima potência que faz deste filme um dos mais divertidos e geniais da carreira de Will Farrell.

Related Posts with Thumbnails