[Lista de Filmes] Linha de Passe

Linha de Passe (2008 – Drama: 108 min)

Dirigido por Walter Salles e Daniela Thomas com roteiro por George Moura, Daniela Thomas e Bráulio Mantovani. Estrelando: Sandra Corveloni, José Geraldo Rodrigues, João Baldasserini, Kaique Jesus Santos e Vinícius de Oliveira.

 

São por cineastas como Walter Salles que ainda acredito e sempre que possível tento dar uma força ao cinema nacional. Até entendo quem diz não gostar de filmes brasileiros já que, no meio de tanta porcaria, às vezes é difícil achar algo que seja no mínimo interessante. E a parceria de Walter Salles com Daniela Thomas na direção de “Linha de Passe” acabou resultando em um ótimo filme.

Na trama seguimos a história de uma pobre família paulista. Cleuza (Sandra Corveloni) trabalha como empregada doméstica e está esperando o quinto filho cujo o pai é desconhecido. Seus outro quatro filhos enfrentam diversos problemas e difíceis mudanças. Dinho (José Geraldo Rodrigues) tem um trabalho infeliz como frentista em um posto de gasolina e é evangélico. Dênis (João Baldasserini) é o filho mais velho e trabalha como Motoboy. O mais novo dos quatro, Reginaldo (Kaique Jesus Santos), fica rodando de ônibus em ônibus pela cidade (matando aula) para tentar encontrar o pai que não conheceu.

E Vinícius de Oliveira, ator que repete a parceria com Walter Salles depois do aclamado “Central do Brasil“, interpreta Dario, um garoto que já está na linha de corte (18 anos) e tenta de todas as formas ser aprovado em alguma peneira para virar jogador de futebol, e claro, é nele que estão depositadas todas as esperanças da família.

Mesmo que para alguns a ligação mais visível do título “Linha de Passe” seja com o personagem aspirante a jogador de futebol vivido por Vinícius de Oliveira, o título tem muito mais a ver com as aflitivas emoções e mudanças em que todos os personagens estão sempre prestes a enfrentar do que com o futebol.

A conjunção de uma trama bem amarrada e interessante com um elenco bastante afiado – Sandra Corveloni foi até premiada no festival de Cannes – faz de “Linha de Passe” não só um ótimo drama, mais que isso, fez dele mais um para a seleta lista de ótimos filmes nacionais que, caso você assim como eu não tenha visto na época em que passou nos cinemas, precisa assistir e aprender a acreditar e confiar em alguns cineastas nacionais.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

5 Comments

  1. Logo vc que reclama de filmes “maduros” cheios de “metáforas” coisa e tal. Vc gostou do final? Então aos poucos vc tá ficando “cult” mesmo. hahahahahahaha
    É um bom filme sim esse aí, mas não peguei muito ar.

    Post a Reply
  2. De tanto ver filme a gente começa a gostar de finais “abertos” ou “maduros” como você diz.

    Eu gostei do filme bastante, e não foi por causa do final não, é muito bom mesmo

    😀

    Post a Reply
  3. Engraçado, sou uma das maiores defensoras do cinema nacional e gosto muito de Walter Salles, mas esse filme faltou algo para me conquistar, acho que todos estarem passando por momentos decisivos ao mesmo tempo é exagero e esse final aberto, não teve tanto impacto para mim.

    Post a Reply
  4. Esse é um filmaço!!
    Mas, man, se você for olhar com mais profundidade, Salles já é um diretor “internacional”. Claro, nesse filme ele olha muito bem para dentro do Brasil. É só uma ponderação.
    E eu, você sabe, defendo o cinema brasileiro com unhas e dentes. Sou fã.

    Post a Reply
  5. Eu vi esse filme no cinema, gostei bastante, é simples e muito bem feito.

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.