Contatos de 4º Grau (The Fourth Kind, 2009 – 98 min)

 

Direção: Olatunde Osunsanmi
Roteiro:Olatunde Osunsanmi, Terry Robbins
Elenco: Milla Jovovich, Will Patton, Elias Koteas, Hakeem Kae-Kazim, Corey Johnson, Enzo Cilenti, Eric Loren, Daphne Alexander, Raphaël Coleman, Mia McKenna-Bruce
Gênero: Suspense

Sinopse: Um thriller baseado em um mistério ainda não resolvido no Alaska, onde uma cidade tem tido um número extraordinário de desaparecimentos nos últimos 40 anos, e há a acusação de que os federais escondem a verdade.

 

Assustar as pessoas no cinema hoje em dia não é uma das tarefas mais fáceis. O diretor nigeriano Olatunde Osunsanmi teve uma idéia interessante com o filme “Contatos de 4º Grau ( The Fourth Kind)“, que foi misturar filmagens ‘supostamente’ reais, com cenas criadas por atores para contar a história de um evento ocorrido no Alaska, onde diversas pessoas sumiram misteriosamente. É daqueles filmes que só ‘funcionam’ se você “entrar na onda”.

Logo no início temos a atriz Milla Jovovich (Resident Evil) falando diretamente com o espectador que interpretará a psicóloga Dr. Abigail Tyler, que investigou o caso na cidade de Nome no Alaska e teve fortes revelações. E o filme caminha assim, com as tais filmagens e uma ‘entrevista’ com o que seria essa psicóloga verdadeira dividindo em alguns momentos a tela com as cenas recriadas. Os fatos são pertubadores e cabe a você acreditar ou não em tudo que for apresentado, diz a bela Jovovich antes do filme começar.

Na trama, através de algumas sessões de hipnose, a Dr. Abigail Tyler percebe que diversos pacientes começam a ter as mesmas visões a respeito de uma coruja um tanto quanto sinistra que fica os viajando a noite não os deixando dormir. Não tarda muito e tudo é ligado com abduções alienígenas. Enquanto alguns sites tratam de desmentir tais fatos, provando que as tais filmagens reais são na verdade trabalhos de profissionais, alguns logicamente tratam de confirmar toda a história.

Sem querer ficar entrando muito no mérito de provar que quase nada daquilo é real, o que posso dizer é que a forma como o filme foi concebido, com esta idéia toda, acaba por criar um bom suspense. E foi para mim o primeiro filme que vi a linda Mila Jovovich, que um dia foi a jovem inocente do “Retorno da Lagoa Azul“, atuar de verdade, sem ficar apenas levando mérito por sua beleza e seus dotes. E num elenco não muito bom, ela acaba conseguindo se destacar.

Para quem gosta de filmes sobre aliens e casos misteriosos ocorridos mundo afora, esta é uma obra que indico. Trata-se mesmo de um bom suspense que sabe assustar com quase nada de efeitos especiais, apenas criando tensão. Claro, se você não entrar no clima, assim como aconteceu com algumas pessoas em Atividade Paranormal por exemplo, não vai ter como se assustar com nada daquilo. Eu como adoro a mistura suspense + aliens, não tive muito o que reclamar, gostei do resultado final.

Ps: Para quem tem twitter uma boa dica é seguir a atriz Milla Jovovich, quase sempre ela comenta sobre os bastidores dos trabalhos que está fazendo.

Related Posts with Thumbnails