o hospedeiro poster

O Hospedeiro (Gwoemul, 2006 – 119 min)
Direção: Bong Joon-Ho.
Roteiro: Chul-hyun Baek, Joon-ho Bong, Won-jun Ha.
Elenco: Song Kang-Ho, Byeon Hee-Bong, Bae Du-Na, Park Hae-II, Ko Ah-Seung, Lee Jae-Eung.
Gênero: Terror, Ação.

Sinopse: Na beira do rio Han, em Seul, mora uma família proprietária de uma popular barraquinha de comida no parque. Todos cuidam de uma menina orfã que desaparece quando uma estranha mutação surge nas margens, obrigando-os a lutarem sozinhos contra os próprios medos.

Diretamente da Coréia do Sul saiu uma das primeiras produções a entrarem em minha “Lista de Filmes a Assistir“. Em 2007 foi lançado aqui em Tupiland O Hospedeiro (Gwoemul, 2006)“, mesmo ano de fundação deste querido blog. E imaginar que uma história sul-coreana sobre um monstro mutante que ataca as pessoas a beira de um rio em Seul seria uma das melhores obras já vistas nesta minha útil e amada lista.

 

Se ficar o bicho pega

Se ficar o bicho pega

 

A trama segue a história de uma família que possui uma barraquinha de comidas às margens do rio Han em Seul. Nesta barraca vivem um pai idoso, um filho desajustado da mente e bastante imaturo e sua jovem neta. Completam a família ainda um outro filho desempregado e uma arqueira olímpica. Todos os problemas se iniciam quando uma estranha mutação surge nas margens do rio e começa atacar a todos, a família sem harmonia precisará se unir para conseguir superar um grande desafio.

O que vi de melhor em “O Hospeiro” foi a mescla de humor, ação, drama e suspense, vai muito além do que simplesmente um filme de monstro. É diversão de primeira qualidade, daquelas ‘aventuras’ que lhe prendem do início ao fim, hora lhe deixando tenso, hora lhe surpreendendo e ainda com momentos divertidos.

 

O monstro e a pobre garota

O monstro e a pobre garota

 

Parte do sucesso desta obra se deve também aos efeitos especiais, que ficaram a responsabilidade da Weta Workshop de Peter Jackson, responsável por Senhor dos Anéis. A qualidade das imagens e cenas com o monstro mutante ficou bastante decente.

Foi uma pena eu não ter conseguido assistí-lo no ano que foi lançado por aqui, fatalmente estaria em minha lista de melhores do ano, porque é sim um dos melhores filmes de monstro que já vi. Ação de primeira com drama familiar bem encaixado e boas doses de ironia fazem de “O Hospedeiro” mais uma obra de destaque da Coréia do Sul, que para mim só tinha o grande Park Chan-wook (Oldboy) como diretor conhecido e a ser lembrado. Simplesmente imperdível, se nunca assistiu coloque-o imediamente em sua lista de filmes a assistir, garanto que irá fazer uma boa escolha.

Related Posts with Thumbnails