[Lista de Filmes] – Apenas Uma Vez (Once)

once-poster

Apenas Uma Vez (Once Irlanda, 2006 – 86 min)

Direção: John Carney.
Roteiro: John Carney.
Elenco: Glen Hansard e Markéta Irglová.
Gênero: Romance, Musical.

Sinopse: Pelas ruas de Dublin, um jovem toca suas composições próprias para arrecadar alguns trocados. Passando um dia por acaso, uma pianista imigrante tcheca se encanta pelas melodias e entra, sem querer, na vida do escocês. Quando menos percebem, os dois estão compondo canções sentimentais juntos, mas encontram algumas dificuldades para dar início a um romance.

Quem me conhece já sabe que não sou muito chegado a musicais, e tudo isso porque eles geralmente resultam naquelas sequências de “anda canta, senta canta, fala canta, chora canta…” que acho um saco, e são raros os filmes neste estilo que me agradam. Raras também são as vezes em que vemos obras que tem coragem de fugir deste modismo e padrão já estabelecido no gênero, “Once – Apenas Uma Vez” consegue ser diferenciado e lindo ao mesmo tempo.

A trama segue um jovem que toca suas próprias composições pelas ruas de Dublin para arrecadar alguns trocados. Certo dia, por acaso, uma jovem imigrante Tcheca – que depois vemos ser uma ótima pianista – se encanta pelas suas canções e ‘entra’ na vida do escocês. Não demora muita e os dois começam a compor juntos e sentirem atração um pelo outro. O problema é que ela tem um filho e é casada, e ele ainda sofre muito com o ‘pontapé’ que levou de sua amada que está em Londres.

apenas_uma_vez_capa

Pelas ruas de Dublin

Mais genial do que a forma como filme é apresentado é saber que os dois protagonistas nem são atores, na verdade eles são cantores/músicos de verdade. Falling Slowly” venceu o Oscar de melhor Canção em 2008, e Glen Hansard (vocalista da banda irlandesa The Frames) é o compositor e também intérprete desta linda música. O diretor do filme, John Carney, também é músico e já fez parte da banda e a linda Markéta Irglová já trabalhou junto com Hansard no álbum The Swell Season.

Outras curiosidades tornam “Apenas Uma Vez” ainda mais poderoso. É uma obra independente – talvez isso tenha ajudado a ser tão despreendido dos padrões do gênero – que foi filmada em apenas 17 dias. A história ainda tem um pouco de autobiografia do dirertor e roteirista que por um tempo viveu em Dublin e manteve um relacionamento à distância com uma namorada em Londres. Fora tudo isso ele foi indicado a 18 prêmios, tendo vencido 14 (dentre eles o Oscar).

A primeira canção a gente nunca esquece

A primeira canção a gente nunca esquece

A química entre os dois personagens, que não possuem nomes na história, é muito boa e toda a trama é complementada por belíssimas canções, e é aí que está o grande trunfo do filme. Ao invés de estarem lá apenas para preencher espaço em cenas de ‘vergonha alheia’, elas complementam os diálogos e falam um pouco mais da trama. Mais do que um excelente filme, “Once – Apenas Uma Vez” nos deixa um CD maravilhoso, composto de excelentes canções que não consigo mais parar de ouvir.

*Este filme foi parar em minha lista de filmes a assistir por indicação do leitor Alan Barbosa. Valeu meu velho, excelente dica!

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

12 Comments

  1. Uma trilha que marca história. Não consigo enjoar dela. Inclusive vim trabalhar hoje escundando.

    O filme é simples e tão mágico. Um dos poucos que dei nota máxima. Gosto de filme que retratam a vida em geral. A quem ache piegas, mas acho que é a representação pura da vida. É o que mais gosto em filmes.

    Concordo com o que vc fala sobre musicais. Quando a Markéta canta “If You Want Me” na rua é tão natural. Qualquer pessoa canta na rua como ela fez (eu principalmente, haha). Não é algo surreal. Esta cena é uma das minhas favoritas.

    Post a Reply
    • Em breve vou fazer um post sobre grandes trilhas sonoras e a deste filme vai estar com certeza. Outra que não consigo enjoar de ouvir é a do filme Na Natureza Selvagem (Into the Wild) do vocalista do Pearl Jam. Sensacional tb.

      Post a Reply
  2. Ah muuuuuito tempo euu te indiquei esse filme!!!!! Claro, certamente vc não vai lembrar mim, mas me lembro como hoje eu te mandando um email comentand0 desse filme que perfeito!!!! Vc tinha falado que não gostava muito de musical e mesmo assim ia procurar o filme na Video Hobby ou então baixar. Tudo isso eh pq depois de tanro tempo vejo esse post e não vejo os meus creditos!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Brincadeira!!!

    Mas fico feliz que vc conseguiu ver o filme e tb que outras pessoas tb poderão assistir essa obra-prima do cinema através do seu comentario!!!!

    Parabésn pelo blog tbm!!!!!

    Post a Reply
  3. Pronto Alan, eu realmente não lembrava quem foi que me indicou o filme, e tem tempo mesmo. Ótima indicação, seu nome ta no post agora!

    []´s e valeu pela dica

    Post a Reply
  4. Adorei os comentários sobre o filme.
    Once é um dos filmes que mais gostei de assisitr, exatamente pelo fato de não ser clichê.
    A trilha sonora é fantástica também.
    Pra quem não viu, fica a super dica!

    Post a Reply
  5. Esse também está na minha lista “filmes a assistir”. Me parece ser muito bom mesmo.

    Post a Reply
  6. Melhor que esse film só assisti-lo duas vezes seguidas. Faz um pouco mais de um ano que eu assisti e desde então não consigo parar de ouvir toda a obra desses dois, álbum novo chegando…

    Post a Reply
  7. O melhor de tudo… o final é perfeito… sem clichês, como a vida realmente é, mas sem perder o encantamento de um romance que fica no ar. São duas pessoas que se encontram numa fase ruim de suas vidas e que se impulsionam mutuamente… PERFEITO!!! Aliás, Glen e Marketa me lembram muitooooooo os irlandeses Damien Rice e Lisa Hannigan (quem amou o filme, vai amar as músicas do Damien)!!! Só mais uma dica… musical por musical (o qual não considero Once sendo um), quem no mínimo admira os Beatles não pode deixar de assistir “Across the Universe”… obra prima!!! A trilha desses dois filmes não saem da meu playlist!!!

    Post a Reply
  8. Byanqinha, o que você comentou sobre o filme em principal a respeito de seu desfecho é exatamente o que penso.

    Once é lindo, inovador e ainda deixa uma trilha sonora imperdível.

    Confesso não ter assistido “Across the Universe”, vou colocá-lo em minha lista de filmes a assistir!

    Abração

    Post a Reply
  9. Excelente repertorio , vale a pena assistir de novo , pela trama , pela musica e o conteúdo , pelos personagens e elenco !

    Post a Reply
  10. Coincidência… Once e Into the Wild não param de tocar em casa!!!!

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Marcio via Rec6 - Apenas Uma Vez (Once) - Um filme lindo com excelentes canções... Mais do que um excelente filme, %COnce %3…
  2. Crítica: Nick e Norah: Uma Noite de Amor e Música (Nick and Norah's Infinite Playlist) | Porra, man! - [...] música já foi muito bem explorada em produções como “O Som do Coração” e o excelente “Apenas uma Vez”,…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.