[Lista de Filmes] A Culpa é do Fidel (La faute at Fidel)

culpa-e-do-fidel-poster

A Culpa é do Fidel (La faute at Fidel França, 2006 – 99 min)

Direção: Julie Gavras.
Roteiro: Julie Gavras, Arnaud Cathrine.
Elenco: Julie Depardieu, Stefano Accorsi, Nina Kervel, Benjamin Feuillet, Martine Chevallier.
Gênero: Comédia.

Sinopse: A morte de um tio espanhol, que era comunista convicto, e uma visita ao Chile do recém-eleito Salvador Allende fazem com que os hábitos de uma família mudem por completo.

Filha do grande cineasta grego Costa Gavras, Julie Gavras marcou sua estréia como diretora com o filme “A Culpa é de Fidel (La Faute at Fidel)”.O roteiro, escrito por ela juntamente com Arnaud Cathrine, tem um pouco de autobiografia. Assim como a pequena e genial protagonista deste filme, Julie foi criada por pais socialistas. O que seria o socialismo na visão de uma criança?

a-culpa-de-fidel

A trama conta a estória de Anna de la Mesa (Nina Kervel-Bey), uma menina de 9 anos de idade que enfrenta diversos problemas para se adaptar ao novo estilo de vida imposto pelos seus pais. Anna é uma verdadeira princesa, vive em paris, estuda em um colégio tradicional católico, sabe como comer uma fruta com talheres e não gosta do jeito que seus primos da mesma idade vivem, correndo de um lado para o outro e se sujando, ou seja, como as crianças normalmente são.

Estamos no ano de 1970 e os problemas da pequena lady começam com a prisão e morte de um tio espanhol, que era comunista convicto. A partir daí seus pais, principalmente depois que retornam de uma viagem no Chile numa disputa eleitoral, começam a impor novas regras. Os luxos começam a ser cortados, eles se mudam para um apartamento pequeno, que vive sempre cheio de gente, principalmente uns barbudos.

faute_a_fidel_5

O filme começa um pouco devagar mais logo engrena. Julie Depardieu que vive a mãe de Anna é um dos destaques no elenco. Mas claro que a pequena atriz Nina Kervel rouba totalmente o filme para si. Atuação muito boa mesmo. Anna não é um criancinha fofinha, ela na verdade é bem chatinha, um pequeno ‘demo’ para ser mais exato. Sua visão sobre os barbudos (comunistas) é muito boa e provoca ótimas cenas com questionamentos geniais e divertidos também.

Ser filho de comunista deve ser realemente uma grande chatice. Como impor os preceitos do socialismo nas crianças para que elas entendam e assimilem da forma correta? Ainda mais num mudo capitalista como o nosso. Sem contar que o ser humano é naturalmente individualista. Uma das melhores cenas é quando ela tenta entender o que seria espírito de grupo, da forma que foi passado por seu pai.

a-culpa-de-fidel2

Geralmente eu deixo alguns simpatizantes do socialismo chateados, faço mais por diversão e para ver o circo pegar fogo. Talvez por isso eu tenha me divertido tanto com a “A Culpa é de Fidel”. Mas não se enganem, não é um filme feito para esculhachar os comunistas, mas sim uma boa história com seu teor de drama sem ser piegas e ao mesmo tempo divertida. Seu desfecho ainda deixa uma esperança e mostra que no final das contas Anna aprende que ceder e abrir um pouco a mente não faz mal a ninguém. Definitivamente eu recomendo este que foi mais uma indicação recebida da minha interminável lista de filmes a assistir.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

4 Comments

  1. Esse é um grande filme. Essa Julie Gravas tem futuro, porque ela constrói uma história simples e bonita. O filme é ao mesmo tempo tocante e divertido. Recomendadíssimo!

    Post a Reply
  2. Sem dúvida é um bom filme. Pode-se fazer uma comparação entre “A culpa é do Fidel” e “A vida é bela”, na qual vemos um evento histórico (no primeiro, a guerra fria e o comunismo e no segundo, a segunda guerra mundial e o holocausto), pelo ponto de vista de uma criança, o que traz um certo ar engraçado e também dramático.

    Obviamente nao compararei a qualidade dos dois filmes, pois o italiano é infinitamente melhor.. mas o francês é um bom filme sim.

    Post a Reply
    • Luis, eu particulamente me senti mais interessado e me diverti muito mais com este aqui. Entendo que “A Vida é Bela” ganhou Oscar e tem as suas qualidades artísticas, mas não gostei muito.

      Abração.

      Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Marcio via Rec6 - A Culpa é do Fidel (La faute at Fidel) ... A Culpa é de Fidel: O que seria o…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.