X-Men Origins: Wolverine (2009 – 107 min)x_men_origins_wolverine_ver3

Direção: Gavin Hood.
Roteiro: David Benioff e Skip Woods.
Elenco: Hugh Jackman, Liev Schreiber, Danny Huvsston, Will i Am, Lynn Collins, Kevin Durand, Dominic Monaghan, Taylor Kitsch, Daniel Henney, Ryan Reynolds.
Gênero: Aventura, Ação.

Sinopse: O longa conta a história do passado violento e romântico de Wolverine (Hugh Jackman), de seu complexo relacionamento com Dentes de Sabre (Liev Schreiber), e do ameaçador programa Arma-X. Wolverine encontra muitos mutantes pelo seu caminho, tanto familiares quanto novos, incluindo aparições surpresas de várias lendas do universo dos X-Men.

Wolverine é sem dúvidas o personagem mais popular e um dos mais queridos dos X-Men. Depois de uma trilogia sobre o grupo nas telonas que rendeu bastante, resolveram então fazer um filme solo: “X-Men Origins: Wolverine”. Infelizmente o pior filme dos quatro é justamente este. Wolverine merecia um filme no mínimo digno e não essa verdadeira “façanha” cinematográfica.

Os problemas são muitos a começar pelo número excessivo de personagens. E mais incrível que isso é ver que a grande maioria deles em nada acrescenta a trama. Gambit sempre foi para mim, principalmente quando acompanhava o desenho que passava na Globo, um dos personagens mais legais do grupo. Aqui ele aparece com um motivo ridículo, eu mesmo não conseguiria pensar em algo tão ruim para seu papel.

Wolverine e Dentes de Sabre

Outra coisa impressionante é o que conseguiram fazer com a história. O personagem Wolverine possui um ‘acervo’ de histórias imenso, tanto no desenho como nas HQs. Seu passado foi sempre ‘sombrio‘ e misterioso e ainda sim fizeram ótimas histórias. Nesta película, conseguiram fazer um mistureba bastante indigesta. Exploraram tudo com muito drama barato – me explique Deus meu o que é aquele romance babaca no filme – e algumas cenas inclusive, pasmem leitores, me lembrou filmes paródia como “Deu a Louca em Hollywood“. Eu juro que não acreditava no que estava assistindo.

Exageraram nas cenas de ação também, que além de ruins me remeteram a filmes baratos. Não vou comentar sobre a trama e também não vou me estender falando das outras coisas que não gostei, se não acabaria dando muitos spoilers e também escrevendo aqui uma redação. De bom eu poderia citar alguns atores que trabalham razoavelmente bem, Hugh Jackman tem seu carisma e encarnou realmente o Wolverine, outro trabalho que até gostei um pouco foi o do ator Liev Schreiber como o Dentes de Sabre.

Essa cena foi uma das mais rídiculas.

As cenas iniciais com os créditos do filme mostrando as passagens no tempo de Wolverine juntamente com o Dentes de Sabre talvez seja a única coisa que se salva. Este ano eu ainda não vi um filme tão ruim como este aqui. Espero sinceramente que, se estiverem mesmo pensando em continuar com filmes solos derivados (Magneto, Deadpool), que façam algo muito melhor que esta obra. Porra, man! fiquei realmente indignado e sem acreditar quando assisti.

O grande Ramonaldo também não acreditou no que viu e imediatamente me ligou inclusive. Uma verdadeira lástima! De todas as características que possui Wolverine, a que eu mais queria quando terminou o filme não era nenhuma de suas habilidades. Nada de faro aguçado, regeneração e nem mesmo ossos de adamantium, o que queria mesmo era perder minha memória e esquecer de tudo que tinha acabado de assistir.

Related Posts with Thumbnails