O Lutador (The Wrestler: EUA, 2008 / Brasil 2009 – 115 min )

lutador-poster02

Direção: Darren Aronofsky.
Roteiro: Robert D. Siegel.
Elenco: Mickey Rourke, Marisa Tomei, Evan Rachel Wood, Mark Margolis, Todd Barry, Wass Stevens, Judah Friedlander, Ernest Miller.
Gênero: Drama.

Sinopse: Um lutador é obrigado a encerrar a carreira após sofrer um infarto durante uma luta. Só que ele recebe uma proposta para enfrentar seu grande ex-rival, que pode permitir que retome a dignidade perdida.

Alguns diretores são diferenciados, e este é o caso de Darren Aronofsky que já fez grandes filmes como “Requiem para um Sonho” e “Pi” (esse está em minha lista de filmes a assistir). Não foi à toa que “O Lutador (The Wrestler)” foi indicado e também ganhou diversos prêmios conceituados. Poucos são os filmes que me deixam sem ar ao término, poucos conseguem me emocionar e me dar vontade de aplaudir de pé, este definitivamente é um deles.

A trama acompanha lutador de lutas-livre Randy “The Ram” Robinson (Randy “O Carneiro”) – interpretado magnificamente por Mikey Rourke – que após sofrer um infarto ao final de uma de suas lutas, é obrigado a se aposentar dos ringues. O filme se passa 20 anos após o auge das lutas livre, que se deu nos anos 80. Sendo assim, além de lutar Randy precisa fazer alguns ‘bicos’ para sobreviver. Com a proposta de enfrentar um grande ex-rival seu, Randy fica sem saber se para ou se continua a fazer a única coisa que ele consegue fazer bem.

lutador-cena

A vida de Mikey Rourke se ‘confunde’ com a de seu personagem, ele também já teve seu auge e acabou ‘sumindo do mapa’. Depois de estrelar “Sin City” e agora com este filme parece que finalmente ele ganhou o reconhecimento merecido por seu trabalho. Sua atuação é simplesmente fantástica, eu não duvido jamais da capacidade de Sean Penn, mais alguém que já assistiu “Milk” pode me dizer se ele realmente mereceu o Oscar? Até o jeito de respirar e de andar é agonizante em “O Lutador“.

Para quem gosta de filmes de superação ou lições de vida esqueça “O Lutador“, este é um Drama com “D” maiúsculo. A cena final do filme é espetacular. Alguns podem achar um desfecho meio ‘sem noção’, mas como disse no início, poucos são os filmes que merecem nota máxima, poucos também são os que sabem apreciá-lo. Uma obra excelente e imperdível, um dos melhores do ano e olhe que ele ainda está começando.

Related Posts with Thumbnails