Surpresas do Amor (Four Christmases)


Surpresas do Amor
(Four Christmases EUA, 2008 / Brasil, 2009 – 82 min)
supresas-do-amor-poster
Direção: Seth Gordon.
Roteiro: Matt Allen, Caleb Wilson, Jon Lucas, Scott Moore.
Elenco: Vince Vaughn, Reese Witherspoon, Robert Duvall, Jon Favreau.
Gênero: Comédia, Romance.

Sinopse: Os pais de Brad (Vince Vaughn) são divorciados. Os de Kate (Reese Witherspoon) também. Ambos se casaram novamente. A confusão está formada quando este jovem casal tem de conseguir visitar (e levar os presentes) estas quatro famílias diferentes durante o Natal.

Além de ser bastante fraco e sem graça, “Surpresas do Amor (Four Christmases)” chegou totalmente fora de época aqui no Brasil, afinal ele é um filme natalino. O título traduzido corretamente, e também se ele fosse ter a ver com o contexto do filme – o que deveria ser o normal – seria “Quatro Natais“. Mas é óbvio que ‘alguma coisa do amor’ leva mais pessoas ao cinema do que ‘alguma coisa de natal’ nas portas do Carnaval.

supresas-do-amor

Como bom namorado fui conferir este filme sem reclamar como de outras vezes, afinal achei que a presença de Vince Vaughn garantiria alguma diversão, ledo engano. Além de formar um par sem muita sintonia com a simpática Reese Witherspoon o roteiro fraco e as situações altamente batidas não conseguem trazer nem ao menos um entretenimento barato para o espectador. Fora alguns raros momentos felizes o que se vê é um fraquíssimo filme.

Na história temos o casal formado por Brad (Vince Vaughn) e Kate (Reese Witherspoon) que sempre conseguem ‘enganar’ seus pais, todos divorciados, para passarem o natal curtindo belas férias longe da ‘chatisse’ do natal em família. Certa feita eles acabam tendo um problema que os obriga a enfrentar o temível desafio de passar o natal visitando seus parentes, ou seja, quatro natais já que temos 2 pais e 2 mães a serem agraciados com a presença dos dois.

supresas-do-amor2

Em cada casa um vai descobrindo os ‘podres’ do outro e assim percebem que não conhecem tão bem seu parceiro. As situações além de tentarem passar alguma liçãozinha sem graça de moral eram para serem divertidas, mas poucos são os momentos que lhe consegue arrancar algum sorriso. É daqueles filmes que seguem a fórmula já prontinha e conhecida por todos. Eu particulamente não recomendo a ninguém, a não ser é claro, que você não se importe de ver a mesma historinha já mostrada em filmes semelhantes repetidamente.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

3 Comments

  1. Não acreditei quando vi o título traduzido desse filme, totalmente sem noção. A premissa era até legal, mas vi o trailer e achei bizarro. Uma pena, eu até gosto dos protagonistas.

    Post a Reply
  2. “Como bom namorado fui conferir este filme sem reclamar…”
    Que mentira! A parte que diz que não reclamou… 😛

    Post a Reply
  3. Ser pego na mentira online é dose. Era para eu ter escrito “sem reclamar muito” 😛

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Surpresas do Amor « Blog do Tony Ramos - [...] Como bom namorado fui conferir este filme sem reclamar como de outras vezes, afinal achei que a pres... [...]
  2. O Âncora - A Lenda de Ron Burgundy (Crítica do Filme) | Porra, man! - [...] (Nacho Libre, Trovão Tropical, Rebobine por Favor), Paul Rudd, Vince Vaughn (Encontro de Casais, Surpresas do Amor) dentre vários…
  3. Guerra É Guerra (This Means War) - Crítica do Filme | Porra, man! - [...] se baseia em um triângulo amoroso que é interpretado pelo trio de atores Resse Witherspoon(“Surpresas do Amor”), Chris Pine…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.