O Menino do Pijama Listrado

O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pijamas, 2008 – 95 min )menino-do-pijama-listrado-poster

Direção: Mark Herman.
Roteiro: Mark Herman adaptando livro de John Boyne.
Elenco: Asa Butterfield, Zac Mattoon O’Brien, Domonkos Németh, Henry Kingsmill, David Thewlis, Vera Farmiga, Jack Scanlon.
Gênero: Drama.

Sinopse : Durante a Segunda Guerra Mundial, uma família alemã se muda de Berlim para Auschwitz, quando o patriarca é ordenado a trabalhar em um campo de concentração. Assim, Bruno, um garoto de 8 anos e filho do oficial, começa uma linda amizade com um menino judeu da mesma idade.

A temática do nazismo e da Segunda Guerra Mundial já rendeu e ainda rende muitos filmes. Alguns mostram os acontecimentos em diferentes visões, e é o caso de “O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pijamas)“, aqui temos a visão de uma criança sobre os trágicos acontecimentos dessa época.

Na trama uma família alemã se muda de Berlim para uma cidade no interior quando o pai da família é ordenado a trabalhar próximo a um campo de concentração. O filho do oficial, Bruno (Asa Butterfield) de 8 anos, entediado por não ter mais seus amigos, começa a “explorar” por trás da casa e acaba conhecendo um garoto judeu da mesma idade lá do campo de concentração. Eles fazem uma bela amizade.

menino-do-pijama-listrado-cena

Tem tudo que um drama sobre o holocausto precisa ter. Ao mostrar as atrocidades da segunda guerra mundial aos olhos de uma criança, que acha que lá atrás de casa existe apenas uma fazenda onde as pessoas usam pijamas e são infelizes, faz tudo ser bastante emotivo. É um bom filme, mas que poderia ter sido melhor se fosse menos melodramático, sem contar que o final é muito fraco e eu particulamente não gostei nem um pouco. Uma saída fácil e barata para fazer chocar.

Ainda que não seja um filme ruim, faltou muita coisa para podermos destacar esta história das demais já apresentadas. Aos olhos de uma criança os absurdos do holocausto ficam ainda mais expostos sem dúvidas, mas ter usado esta ‘arma‘ em excesso acabou prejudicando o resultado final. É até um bom filme, mas que não deve ser lembrado por muitos daqui a algum tempo.

Related Posts with Thumbnails

Author: Marcio Melo

Analista de Sistemas, amante da sétima arte desde os tempos imemoriais e com muito sangue nerd fervilhando em veias hipertensas, fundou o Porra, Man! com o intuito de comentar sobre cinema de forma descomplicada e fácil de entender. Nas horas vagas torce prum time que nunca vence e mata monstros que não existem.

Share This Post On

24 Comments

  1. 3 controles!? Vc foi muito bonzinho com esse filme.
    eheheheheheh

    Post a Reply
  2. Não achei tão ruim ao ponto de igualá-lo com outras pérolas que indiquei com 2 controles.

    De 0 a 10 minha nota seria 6.

    Post a Reply
  3. Foi bonzinho sim, porque o filme é uma bomba ehehhe
    O que eu achei mais bizarro é que o filme confunde burrice com ingenuidade, que são coisas completamente diferentes.

    Post a Reply
  4. Nossa, você escreve mal… e descreve pior ainda. desculpe, mas alguém tem que te dar um toque. “o pai da família é ordenado a trabalhar próximo a um campo de concentração”, isso não é correto. e teu texto é pobre. abraço.

    Post a Reply
  5. Sinto muito mas a parte do texto que você se refere é a da sinopse que foi de outro local, geralmente pego de um site oficial ou então do Yahoo Movies.

    Se tivesse lido a descrição do blog saberia onde está ok.

    Abraços

    Post a Reply
  6. Concordo com Eder, você descreveu muito mal o filme e tua crítica foi pior ainda… Sorry. Assita denovo e entenda melhor a mensagem. E esquece o melodrama.

    Post a Reply
  7. Thais, eu não sou obrigado a concordar com sua posição referente ao filme. Se você ler o “Sobre o Blog” entenderá melhor o que faço aqui.

    Ainda você pode perceber nestes mesmos comentários que teve gente inclusive achando que classifiquei o filme muito além do que ele merecia.

    As opniões são diferentes e se você gostou mais do filme do que eu é um direito seu.

    []´s

    Post a Reply
  8. Olha leia o livro que você se emocionara muito mais

    Post a Reply
  9. Valeu a dica pedro, quem sabe um dia eu procuro o livro para dar uma lida.

    Acredito que seja mesmo melhor que o filme, o que não é difícil pois o filme é fraco demais

    Post a Reply
  10. Que post polêmico!…
    Não posso falar do conteúdo porque não assisti o filme, mas você absolutamente não escreve mal. Esses comentaristas estão viajando.

    Post a Reply
  11. Acabei de ler o livro. Ainda não vi o filme. Mas o que posso dizer do livro é que achei fraco. É bonitinho, mas muito simples, e o foco não está holocausto em si. Fora o fato do Bruno ser muito bobinho e fútil. E até um pouco egoísta. Confesso que esperava mais.

    Post a Reply
  12. Giuliana, se o livro é fraquinho e eu já nem tinha me interessado tanto depois de ver o filme, já vi que não irei perder tempo lendo ele.

    Valeu pelo comentário!

    Post a Reply
  13. aahh gentee.. nada a ver.. eu gostei muito do filme… é claro que eu fiquei meio chocada no final… mas não seria tão emocinante se não fosse desse jeito…

    Post a Reply
  14. sei que nao compreendo muito de historia e muito menos do nazi…
    mas vi o filme e adorei
    chorei e tudo ahah
    acho q o filme e fantastico e ta muito bem conseguido!

    Post a Reply
  15. bem, nao consigo deixar isto passar em branco.
    sei que muitos nao gostaram do filme porque esta pobre ou algo do genero…mas mesmo assim ta um bom filme e emocionante!
    acho o filme lindo…retrata o nazismo de uma forma suavizada e directa…e bruno nao era futil, ate porque acabou por morrer junto o seu amigo..aconselho-vos a ver outra vez o filme..

    Post a Reply
  16. É um bom filme, mas a inocência de Bruno é excessiva de fato e sugere pieguice. No entanto, a idéia proposta pela produção se cumpre e o que acontece é, afinal de contas, comovente, embora o filme não seja muito ousado. A opção é pelo melodrama, de fato, e acaba dando a impressão de coisa bem-intencionada, mas desgastada (alguém pode explicar por que as trilhas sonoras, nesses filmes, são tão parecidas, sempre com pianos melancólicos?)
    O assunto, forte como é, ainda renderá muitos filmes, mas o melhor de todos, a meu ver, disparadamente, foi “O Pianista”, de Polanski.

    Post a Reply
  17. sim…gostos sao gostos, aceito a vossa opiniao.

    Post a Reply
  18. Eu li o livro é muito legal !
    Leia que vc não vai se arrepender.
    eu recomendo!!!!!!!!

    Post a Reply
  19. ‘Adoro’ críticas(?) de cinema…
    Meu caro Márcio, faltou você estudar melhor o filme…
    Seria importante vc avaliar o filme pelo que este se propõe.
    Soltar ‘pérolas’ do tipo “uma saída fácil e barata para fazer chocar” demonstra a natureza da sua real pretensão… Ah!, os argumentos foram fraquíssimos…

    Vamos agora ao que interessa ?

    Post a Reply
  20. Eduardo, em minha opinião fraco é o filme.

    E eu não tenho que estudar melhor filme nenhum, nem tenho que agradar a todo mundo, este é um blog pessoal dedicado a fazer resenhas amadoras mesmo, com teor pessoal e de um jeito simples de entender.

    Se você tivesse lido o “sobre o blog” teria entendido melhor aqui a proposta.

    Se vc quer ler críticas mais bem elaboradas sites e críticos renomados tem de montão pela web.

    Um abraço

    Post a Reply
  21. E o maximo esse filme amei

    Post a Reply
  22. Olá, adorei essa crítica, considero a melhor das muitas que li, mesmo as “oficiais” (que na minha opinião são puro jabá). Com certeza, esse final foi bastante melodramático, muito comercial, com certeza feito para vender muito e ter uma boa bilheteria. Eu gostei um pouco da história, e dado o nível merecia um final mais elaborado. Só em ficção mesmo rsrsrs

    Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Marcio via Rec6 - O Menino do Pijama Listrado - Crítica... A temática do nazismo e da Segunda Guerra Mundial já rendeu e…
  2. 10 Atores da nova geração que estão se tornando grandes estrelas - Porra, man! - […] em 97 Asa atuou em grandes produções como “A Invenção de Hugo Cabret (2011)” e “O Menino do Pijama…

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.