poster-7-vidas

Sete Vidas (Seven Pounds: EUA, 2008 – 118 min)

Direção: Gabriele Muccino.
Roteiro: Grant Nieporte.
Elenco: Will Smith, Rosario Dawson, Woody Harrelson, Barry Pepper.
Gênero: Drama.

Sinopse: Ben Thomas é um homem que foge de uma culpa do passado salvando vidas de completos desconhecidos. Seus planos sofrem mudanças quando conhece a frágil Emily, encontro que vai resultar na maior redenção de Ben.

O diretor do belo e emocionante “A Procura da Felicidade Gabriele Muccino voltou a fazer ‘parceria’ com o ator Will Smith em mais um drama. Em “Sete Vidas (Seven Pounds)” temos um filme menos ‘mastigado’ e novamente com uma bela atuação de Smith, ainda assim achei bem monótono. O roteiro do filme é daqueles que não seguem uma ordem cronológica certinha e deixa a trama se desenrolar aos poucos, até o final altamente dramático que pode fazer os mais fracos cairem em lágrimas.

seven-pounds-sete-vidas-cena

A trama nos traz Ben Thomas (Will Smith) um agente da receita federal que está disposto a encontrar sete pessoas dignas de serem ajudadas. Alguns flashs e tomadas rápidas nos mostram que algo de muito trágico aconteceu no passado em sua vida, e nessa sua incessante busca em ajudar estas sete pessoas, ele procura sua redenção. Seus problemas começam quando ele conhece Emily Posa (Rosario Dawson).

Emily se mostra uma mulher frágil e com problemas sérios de coração. Ao contrário de seus trabalhos anteriores que sempre buscaram mostrar apenas a sua sensualidade, aqui vemos uma bela atuação de Dawson, que pode até dar uma guinada em sua carreira. Wil Smith, para o desgosto de alguns, continua mandando bem em filmes dramáticos. Até mesmo os personagens secundários trabalham direitinho no filme.

seven-pounds-sete-vidas-cena2

O grande problema que encontrei ao assistí-lo não está no elenco e sim na chata história. O filme é bem arrastado, apesar de todo o roteiro ‘teoricamente’ bem bolado. Para mim as motivações de Ben e até mesmo algumas passagens, como a das medusas, mais me pareceu uma tentativa de forçar a barra e de se mostrar como um filme “maduro“. Eu particulamente não engoli e não gostei muito desta história.

Para mim “Sete Vidas” é mais um exemplo de que nem mesmo com bons ingredientes como a bela atuação do elenco e um bom diretor, necessariamente teremos um filme de destaque. O roteiro e o desenvolvimento bastante arrastado e monótono não ajudam muito. Para alguns o final foi emocionate e não faltaram lágrimas, para mim mais pareceu uma tentativa exagerada de querer elevar esta obra a algo que ela não conseguiu alcançar, em minha opinião um filme fraco.

Related Posts with Thumbnails